1. Blogs
  2. Ajuspi
  3. Advogadas esclarecem principais pontos da reforma da Previdência em programa da Ajuspi
Publicidade

Advogadas esclarecem principais pontos da reforma da Previdência em programa da Ajuspi

Prestes a ser aprovada no Congresso Nacional, a reforma da Previdência vai trazer muitas alterações para o brasileiro de um modo em geral. E foi para explicar como ficará a legislação que as advogadas Nara Letícia Couto e Raylena Alencar estiveram nesta terça-feira (23/07) no Porgrama Palavra Aberta Ajuspi. 

Bastidores do programa Palavra Aberta (Foto: Divulgação)

Segundo as advogadas, é verdade que alguns pontos ainda podem ser negociados, de modo que melhore a situação para alguns setores específicos. No mais, afirmam elas, é esperar para que a reforma tenha os resultados pretendidos. 

Advogada Raylena Alencar (Foto: Divulgação)

"A reforma está tramitando às pressas e já foram aprovados alguns destaques melhorando alguns pontos. Evidenciamos aqui, por exemplo, o fato de ficarem de fora os trabalhadores rurais, que é uma boa para a classe do nordeste. Também tiveram ajustes nos benefícios de prestação continuada, os benefícios assistenciais e em relação aos professores, que tiveram penas duras, mas houve uma melhoria. Enfim,  vale destacar ainda a questão da pensão por morte e a aposentadoria por invalidez que não vai ficar 100% do benefício. Agora, se esta invalidez não for por acidente de trabalho vai ficar apenas 60% do valor do benefício. São pontos que poderiam melhorar no âmbito do senado", esclarece Raylena Alencar.

Advogada Nara Letícia Couto (Foto: Divulgação)

A advogada Nara Letícia Couto paranenizou a Ajuspi por tratar de um tema tão importante para a sociedade e até mesmo para a classe advocatícia, que é a reforma da Previdência e suas alterações.

"É uma atitude louvável porque é importante que a população saiba o que está acontecendo e a Ajuspi tem cumprido este grande papel perante a sociedade, perante a advocacia. Muitos colegas não estudam o tema no cotidiano e não vivenciam esta realidade, de modo que pairam muitas dúvidas. O impacto da reforma vai atingir escritórios de advocacia e a vida de todos que contribuem para a previdência. Eu agradeço à Ajuspi pela oportunidade de levarmos estas informações para o público, possibilitando que haja esta interação entre todos", assinala Nara Letícia Couto.

O Presidente da Ajuspi Thiago Brandim, o Diretor Financeiro Luís Felipe Cavalcante e o Conselheiro Gilberto Holanda, além do advogado João Lucas e da advogada Ravenna Araújo, acompanharam o debate nos estúdios da TV Assembleia. A jornalista Tereza Val apresentou o programa, que é reprisado às 22h de hoje.

Prestes a ser aprovada no Congresso Nacional, a reforma da Previdência vai trazer muitas alterações para o brasileiro de um modo em geral. E foi para explicar como ficará a legislação que as advogadas Nara Letícia Couto e Raylena Alencar estiveram nesta terça-feira (23/07) no Porgrama Palavra Aberta Ajuspi. 

Bastidores do programa Palavra Aberta (Foto: Divulgação)

Segundo as advogadas, é verdade que alguns pontos ainda podem ser negociados, de modo que melhore a situação para alguns setores específicos. No mais, afirmam elas, é esperar para que a reforma tenha os resultados pretendidos. 

Advogada Raylena Alencar (Foto: Divulgação)

"A reforma está tramitando às pressas e já foram aprovados alguns destaques melhorando alguns pontos. Evidenciamos aqui, por exemplo, o fato de ficarem de fora os trabalhadores rurais, que é uma boa para a classe do nordeste. Também tiveram ajustes nos benefícios de prestação continuada, os benefícios assistenciais e em relação aos professores, que tiveram penas duras, mas houve uma melhoria. Enfim,  vale destacar ainda a questão da pensão por morte e a aposentadoria por invalidez que não vai ficar 100% do benefício. Agora, se esta invalidez não for por acidente de trabalho vai ficar apenas 60% do valor do benefício. São pontos que poderiam melhorar no âmbito do senado", esclarece Raylena Alencar.

Advogada Nara Letícia Couto (Foto: Divulgação)

A advogada Nara Letícia Couto paranenizou a Ajuspi por tratar de um tema tão importante para a sociedade e até mesmo para a classe advocatícia, que é a reforma da Previdência e suas alterações.

"É uma atitude louvável porque é importante que a população saiba o que está acontecendo e a Ajuspi tem cumprido este grande papel perante a sociedade, perante a advocacia. Muitos colegas não estudam o tema no cotidiano e não vivenciam esta realidade, de modo que pairam muitas dúvidas. O impacto da reforma vai atingir escritórios de advocacia e a vida de todos que contribuem para a previdência. Eu agradeço à Ajuspi pela oportunidade de levarmos estas informações para o público, possibilitando que haja esta interação entre todos", assinala Nara Letícia Couto.

O Presidente da Ajuspi Thiago Brandim, o Diretor Financeiro Luís Felipe Cavalcante e o Conselheiro Gilberto Holanda, além do advogado João Lucas e da advogada Ravenna Araújo, acompanharam o debate nos estúdios da TV Assembleia. A jornalista Tereza Val apresentou o programa, que é reprisado às 22h de hoje.

Assessoria jurídica é investimento importante para empresas, destacam advogados Presidente Celso Barros e Presidente Thiago Brandim destacam a importância da OAB para o Estado Democrático de Direito

Mais lidas desse blog