1. Blogs
  2. Espaço Forrozeiro
  3. Apostando em canções autorais, Forró Minamora anuncia novidades para 2019
Publicidade

Apostando em canções autorais, Forró Minamora anuncia novidades para 2019

Há 12 anos o Forró Minamora arrasta multidões em seus shows com o melhor do forró, sertanejo, brega e xote. Com apresentações no Piauí, Ceará, Maranhão, o Minamora vem se destacando entre as bandas locais piauienses com um repertório eclético e com canções autorais.

Cleison Vieira e Manu Pissolotto em visita ao Portal AZ (Foto: Marcelo Gomes)

Atualmente a banda é formada por dois vocalistas, Cleison Vieira e Manu Pissolotto. Em entrevista ao blog Espaço Forrozeiro, os cantores revelam novidades e projetos do Forró Minamora para 2019. Os artistas visitaram à sede do Portal AZ na última quarta-feira (24).

Recentemente o Forró Minamora lançou duas canções autorais “Mizera” e “Sexta-feira”. Os singles foram disponibilizados no Sua Música no último dia 20 de abril.

Cleison Vieira (Foto: Divulgação)

Cleison explica que a história da música “Mizera” é de um amigo seu que estava passando por uma separação. A composição musical é do próprio vocalista.  

“O ritmo da música é uma pegada mais romântica e estilo sofrência. A canção é daquelas que machuca e fala de bebida e o sofrimento de um homem que não consegue esquecer a mulher amada”, diz.

Manu Pissolotto (Foto: reprodução Instagram)

Já o single “Sexta-feira”, é interpretado por Manu Pissolotto e traz uma pegada forró vaneirão e agitada.

“A canção foi feita por um amigo meu. A letra é de bebida, que na sexta-feira é dia de bebedeira com os amigos, com aquela turma agitada que quer curtir o final de semana. Estamos vindo com essa proposta e tá sendo bastante legal”, explica Manu.

As duas músicas ganharão um clipe e farão parte do CD autoral do grupo. Ainda não existe data de lançamento, mas segundo os cantores, será em breve!

Boteco Minamora: ooow sofrência!

Toda quinta e sexta-feira, o Forró Minamora apresenta um projeto totalmente diferenciado do que é executado nos shows normais. Trata-se do “Boteco Minamora”. No repertório canções antigas do sertanejo, modão, brega e xote.

Boteco Minamora por Cleison Vieira e Manu Pissolotto

O projeto já existe há cinco meses e a ideia surgiu após pedido dos fãs e admiradores que solicitavam nos shows do Minamora, clássicos do sertanejo e bregão das antigas.

“O boteco é um projeto totalmente diferente do que executamos num show pub. O repertório é raiz com sertanejo, modão e muito mais. Só músicas para a galera sentar e beber”, explica Manu.

O boteco Minamora é realizado toda quinta no Dom Nelore, no bairro Dirceu e toda sexta-feira, no Cantinho do Jambo, zona Leste de Teresina.

Redes sociais e a aproximação dos fãs com os artistas

Através das redes sociais o contato entre fã e artista se tornou comum. Hoje já é possível mandar mensagem privada ou pedir fotos e vídeos para aquele artista favorito e com o Forró Minamora não é diferente.

Manu Pissolotto é só alegria no Forró Minamora

Manu Pissolotto explica que o contato com os fãs e admiradores aumentou com a força das redes, principalmente com o Instagram.

“Hoje a rede social pode te deixar mais próximo do público. Realizamos ao vivo, stories em tempo real dos nossos shows e isso te deixa mais perto do fã, te aproxima, fica mais íntimo. Eu respondo todos os comentários, elogios, faço vídeos para divulgação de amigos, colegas, tudo isso através da rede social. Acredito que a humildade é essencial e muito importante na vida do artista. É bacana demais”, afirma.

Cleison e a música: uma combinação que deu certo (Foto: Divulgação)

Para Cleison a rede social e o contato com o fã abriu portas que até então não existia, principalmente quando ele era mais novo e gostaria de entrar no mundo da música.

“Quando eu era criança não tinha rede social e eu sempre quis perguntar para os cantores como era viajar, fazer shows, mas como não tinha as redes, não tive respostas. Hoje já é diferente, a galera que tá começando com a música, manda mensagem pra mim, pergunta como é o ramo, pede dicas, divulgação. É um contato saudável e prazeroso”, explica.

Parcerias e a união no forró

Não é a primeira vez que artistas do forró reclamam da falta de união de grupos e cantores no mercado forrozeiro. Isso já acontece em várias bandas nacionais, mas no Piauí, se depender do Forró Minamora, isso vai mudar.

Para Manu Pissolotto a união no forró é necessária, principalmente no Piauí.

Forró Minamora apoia a união e parcerias das bandas locais (Foto: Renayra de Sá / Portal AZ)

“A gente convida outros cantores para participar dos nossos shows, eles convidam a gente. Isso acaba se tornando uma parceria, uma amizade e união. Se uma banda x canta nossa música, a gente canta a música deles e isso vai fazer com que a canção seja executada em dois lugares, vai ajudar e representar ainda mais as bandas piauienses.”

Na opinião do cantor Cleison Vieira, a união do forró precisa ser parecida com a do ritmo sertanejo.

“Quando eu morava em São Paulo a galera já comentava que o forró não era unido. O sertanejo se uniu e tá bombando, é um ajudando ao outro. Não é concorrência. Dessa maneira, todo mundo cresce, vai valorizando os artistas da terra e é isso que precisa ser feito aqui no Piauí, com os artistas e bandas. Se isso acontecer, todo mundo irá crescer cada vez mais”, finaliza.

Assista ao vídeo abaixo:

Confira a agenda de shows do Forró Minamora para esse final de semana:

Sexta-feira, 26/04: Boteco do Minamora no Cantinho do Jambo, logo em seguida no Dom Nelore Premium, na zona Leste.

Sábado, 27/04: Show em formatura.

Acompanhe nas redes sociais: @forrominamora, @cleisonvieiraoficial e @manucantoraoficial.

Siga também o Espaço Forrozeiro: Instagram / Facebook. 

Há 12 anos o Forró Minamora arrasta multidões em seus shows com o melhor do forró, sertanejo, brega e xote. Com apresentações no Piauí, Ceará, Maranhão, o Minamora vem se destacando entre as bandas locais piauienses com um repertório eclético e com canções autorais.

Cleison Vieira e Manu Pissolotto em visita ao Portal AZ (Foto: Marcelo Gomes)

Atualmente a banda é formada por dois vocalistas, Cleison Vieira e Manu Pissolotto. Em entrevista ao blog Espaço Forrozeiro, os cantores revelam novidades e projetos do Forró Minamora para 2019. Os artistas visitaram à sede do Portal AZ na última quarta-feira (24).

Recentemente o Forró Minamora lançou duas canções autorais “Mizera” e “Sexta-feira”. Os singles foram disponibilizados no Sua Música no último dia 20 de abril.

Cleison Vieira (Foto: Divulgação)

Cleison explica que a história da música “Mizera” é de um amigo seu que estava passando por uma separação. A composição musical é do próprio vocalista.  

“O ritmo da música é uma pegada mais romântica e estilo sofrência. A canção é daquelas que machuca e fala de bebida e o sofrimento de um homem que não consegue esquecer a mulher amada”, diz.

Manu Pissolotto (Foto: reprodução Instagram)

Já o single “Sexta-feira”, é interpretado por Manu Pissolotto e traz uma pegada forró vaneirão e agitada.

“A canção foi feita por um amigo meu. A letra é de bebida, que na sexta-feira é dia de bebedeira com os amigos, com aquela turma agitada que quer curtir o final de semana. Estamos vindo com essa proposta e tá sendo bastante legal”, explica Manu.

As duas músicas ganharão um clipe e farão parte do CD autoral do grupo. Ainda não existe data de lançamento, mas segundo os cantores, será em breve!

Boteco Minamora: ooow sofrência!

Toda quinta e sexta-feira, o Forró Minamora apresenta um projeto totalmente diferenciado do que é executado nos shows normais. Trata-se do “Boteco Minamora”. No repertório canções antigas do sertanejo, modão, brega e xote.

Boteco Minamora por Cleison Vieira e Manu Pissolotto

O projeto já existe há cinco meses e a ideia surgiu após pedido dos fãs e admiradores que solicitavam nos shows do Minamora, clássicos do sertanejo e bregão das antigas.

“O boteco é um projeto totalmente diferente do que executamos num show pub. O repertório é raiz com sertanejo, modão e muito mais. Só músicas para a galera sentar e beber”, explica Manu.

O boteco Minamora é realizado toda quinta no Dom Nelore, no bairro Dirceu e toda sexta-feira, no Cantinho do Jambo, zona Leste de Teresina.

Redes sociais e a aproximação dos fãs com os artistas

Através das redes sociais o contato entre fã e artista se tornou comum. Hoje já é possível mandar mensagem privada ou pedir fotos e vídeos para aquele artista favorito e com o Forró Minamora não é diferente.

Manu Pissolotto é só alegria no Forró Minamora

Manu Pissolotto explica que o contato com os fãs e admiradores aumentou com a força das redes, principalmente com o Instagram.

“Hoje a rede social pode te deixar mais próximo do público. Realizamos ao vivo, stories em tempo real dos nossos shows e isso te deixa mais perto do fã, te aproxima, fica mais íntimo. Eu respondo todos os comentários, elogios, faço vídeos para divulgação de amigos, colegas, tudo isso através da rede social. Acredito que a humildade é essencial e muito importante na vida do artista. É bacana demais”, afirma.

Cleison e a música: uma combinação que deu certo (Foto: Divulgação)

Para Cleison a rede social e o contato com o fã abriu portas que até então não existia, principalmente quando ele era mais novo e gostaria de entrar no mundo da música.

“Quando eu era criança não tinha rede social e eu sempre quis perguntar para os cantores como era viajar, fazer shows, mas como não tinha as redes, não tive respostas. Hoje já é diferente, a galera que tá começando com a música, manda mensagem pra mim, pergunta como é o ramo, pede dicas, divulgação. É um contato saudável e prazeroso”, explica.

Parcerias e a união no forró

Não é a primeira vez que artistas do forró reclamam da falta de união de grupos e cantores no mercado forrozeiro. Isso já acontece em várias bandas nacionais, mas no Piauí, se depender do Forró Minamora, isso vai mudar.

Para Manu Pissolotto a união no forró é necessária, principalmente no Piauí.

Forró Minamora apoia a união e parcerias das bandas locais (Foto: Renayra de Sá / Portal AZ)

“A gente convida outros cantores para participar dos nossos shows, eles convidam a gente. Isso acaba se tornando uma parceria, uma amizade e união. Se uma banda x canta nossa música, a gente canta a música deles e isso vai fazer com que a canção seja executada em dois lugares, vai ajudar e representar ainda mais as bandas piauienses.”

Na opinião do cantor Cleison Vieira, a união do forró precisa ser parecida com a do ritmo sertanejo.

“Quando eu morava em São Paulo a galera já comentava que o forró não era unido. O sertanejo se uniu e tá bombando, é um ajudando ao outro. Não é concorrência. Dessa maneira, todo mundo cresce, vai valorizando os artistas da terra e é isso que precisa ser feito aqui no Piauí, com os artistas e bandas. Se isso acontecer, todo mundo irá crescer cada vez mais”, finaliza.

Assista ao vídeo abaixo:

Confira a agenda de shows do Forró Minamora para esse final de semana:

Sexta-feira, 26/04: Boteco do Minamora no Cantinho do Jambo, logo em seguida no Dom Nelore Premium, na zona Leste.

Sábado, 27/04: Show em formatura.

Acompanhe nas redes sociais: @forrominamora, @cleisonvieiraoficial e @manucantoraoficial.

Siga também o Espaço Forrozeiro: Instagram / Facebook. 

Gigantes do Brasil anuncia novo vocalista e não comenta suposta saída de Adriano Sill Calcinha Preta lança novo clipe com participação de Lucas Guimarães

Mais lidas desse blog