1. Blogs
  2. Café com Informação
  3. Lourdes e Romualdo defendem a educação como solução para a criminalidade
Publicidade

Lourdes e Romualdo defendem a educação como solução para a criminalidade

Dando continuidade à série de entrevistas com os candidatos ao governo do Estado do Piauí, o programa Café com Informação dessa semana conversa com Lourdes Melo (PCO) e Romualdo Seno (DC).

Lourdes Melo participa do Café com Informação dessa semana (Foto: Marcelo Gomes / Portal AZ)

Lourdes Melo, a candidata do Partido da Causa Operária (PCO), é professora da rede estadual do Piauí e tem histórico de lutas junto à classe trabalhadora, na defesa da reforma agrária, garantia dos direitos das mulheres e o principal eixo de campanha é o de defender salário, trabalho e terra.

Segunda a candidata, o atual governo é golpista e ela quer chamar a atenção da sociedade contra o que classifica de "golpe" contra o ex-presidente Lula.

“Estamos levando nosso nome para os debates para defender Lula Livre e pela retomada da democracia. O maior ataque a nossa democracia é a prisão do ex-presidente Lula e não existem provas contras ele. E tem outros candidatos que tem a ficha suja e continuam concorrendo à eleição. Lula é o único candidato capaz de enfrentar o golpe e derrubar esses candidatos golpistas”, disse.

Educação

Lourdes Melo defende para educação 10% do PIB.

“Os professores tem uma reivindicação de um piso salarial, que hoje é uma vergonha, pois é o piso mais baixo dos profissionais da educação do Brasil e correndo o risco do Piauí não ser cumprido, já que os investimentos na educação estão congelados há 20 anos”, explica.

Reforma Agrária

“A reforma agrária é um ponto esquecido. O governo Lula avançou, mas não como se queria. Hoje tem um setor da agricultura que recebe um financiamento volumoso comparando com a agricultura família. E nós queremos dizer que é preciso fazer uma reforma agrária sobre o controle dos trabalhadores, que as terras têm que ser utilizada para quem quer trabalhar, produzir, cabe aos governos dá condição de funcionamento”, conclui.

Romualdo Seno no Café com Informação dessa semana (Foto: Marcelo Gomes / Portal AZ)

No segundo bloco, o entrevistado foi o candidato da Democracia Cristã (DC), Romualdo Seno. Ele é corretor de imóveis e promete no seu plano de governo reestruturar a saúde, educação, segurança, esporte, cultura, turismo, arte, além de fomentar a geração de emprego e renda em todo estado em caráter emergencial.

“Tenho um vasto currículo, mas o que acho mais importante e quero que vocês saibam é que sou jovem, influente, preparado e experiente para tirar o Piauí da crise e levar o estado para o desenvolvimento e melhoria de vida das pessoas. Resolvi doar minha vida porque não suporto mais ver as pessoas nos hospitais sem atendimento, sem segurança, sem educação de qualidade”, explicando porque se tornou candidato ao governo do estado.

Saúde

“O principal problema da saúde está na raiz, que é a falta de dinheiro. Então eu quero economizar de onde estão desperdiçando dinheiro e investir na saúde. Vou investir pesado a saúde, nas UPAs, para desafogar os hospitais. Diminuir o luxo dos governos para investir onde precisa”, explica.

Segurança

“A segurança hoje é uma caos, onde todos tem o medo de andar na rua. E eu apresento as soluções para a vertente: primeiro cuidar da criança antes que vire bandido, porque a criança quando nasce você não vai batizar e já dizer que ela vai ser assaltante de banco, segundo é ter mais creches para as crianças, eu Romualdo garanto as mães dos Piauí que elas terão creches para seus filhos. Aos maiores teremos os cursos técnicos profissionalizantes, pela manhã estuda a tarde faz um curso técnico. Segunda vertente será o policiamento ostensivo, serei mão0 de ferro contra criminalidade com três mil policiais a mais”, explana.

O candidato promete ainda em seu plano de governo diminuir em 50% os impostos das empresas e indústrias que já estão instaladas no estado. Além de propostas para educação com a valorização dos professores e mais investimentos para as escolas.

“Eu quero colocar kit multimídia nas salas de aula, pois será uma aula com música, caixa de som e internet. Isso vai reestruturar a forma de dá aula fortalecendo a vontade do aluno em ir para aula. A merenda no meu governo vai ser de alta qualidade e a noite vai ser janta, porque você sai do serviço às 18 horas, janta e entra na sala de aula às 19 horas, assim consegue ficar mais concentrado em sala de aula”, conclui.

Assista abaixo ao programa na íntegra:

“Ainda há esperança nos crimes de maus-tratos aos animais com o Novo Código Penal”, diz advogado criminalista Luciano Nunes defende a construção de quatro hospitais de urgência pelo Piauí

Mais lidas desse blog