1. Blogs
  2. Café com Informação
  3. Adido da policia francesa se diz surpreso com a alta taxa de resolução dos homicídios no Piauí
Publicidade

Adido da policia francesa se diz surpreso com a alta taxa de resolução dos homicídios no Piauí

A Polícia Civil do Piauí deu mais um passo em direção a excelência na segurança. Trata-se dos cursos de capacitação de policiais civis e federais do estado, ministrados em parceria com a Embaixada Francesa no Brasil, que disponibilizará policiais franceses com larga experiência em investigação e combate a crimes. 

Serge Giordano no Café com Informação dessa semana (Foto: Marcelo Gomes / Portal AZ)

O programa Café com Informação conversou com o adido da policia francesa, Serge Giordano para falar dos cursos de capacitações em “Técnicas de monitoramento, campanas e detenção no âmbito da luta contra os entorpecentes” e o segundo, que acontece próxima semana “Técnicas de investigação sobre a cena de um crime”. 

“Na primeira capacitação enviamos dois policiais franceses especializados e experientes nessa questão de entorpecentes, a próxima capacitação será ministrada por um policial francês, que tem vasta experiência em cenas de crime. Em todas elas vamos mostrar a metodologia de trabalho da policia francesa”, explica o adido.

Serge Giordano também fez visitas as a instituições e gestores piauienses firmando novas parcerias para 2019. Ele também constatou que a Divisão de Homicídios tem feito um excelente trabalho, chegando a comparar com números da policia europeia.

“Eu fiquei surpreso com a taxa de resolução dos homicídios no Piauí, pois o que a gente sabe das estatísticas nacionais do Brasil é que as taxas de resoluções são bem fracas, principalmente comparadas com as taxas da Europa. No Piauí se destaca pela alta taxa de resolução que não é igual a da Europa, mas é quase. Muito melhor do que vários estados do Brasil. Esperamos que nosso trabalho tenha um efeito positivo na policia civil do Piauí”, comemora.

Riedel Batista no Café com Informação (Foto: Marcelo Gomes / Portal AZ)

Na segunda parte do programa, o delegado Riedel Batista fez uma avaliação sobre o trabalho da embaixada francesa dentro da policia civil.

“Essa capacitação internacional vai qualificar ainda mais nosso policial civil. Nós não podemos nem mensurar a importância desse trabalho, mas vamos realmente ver os resultado desse trabalho mais para frente com policiais mais estimulados, aplicando as técnicas aprendidas no curso no dia a dia”.

Sobre a falta de estrutura das policias Militar e Civil do Piauí e a desmotivação de certos segmentos da policia o delegado explica que a consciência com as dificuldades é diária, mas que cursos como esse podem estimular policiais.

“Nossa dificuldade de trabalho é diária, mas desde 2015, diversos cursos têm sido disponibilizados pela Polícia Civil do Piauí com o intuito de qualificar os policiais tendo em vista uma melhor prestação de serviços à sociedade e defesa da segurança pública, como foi o caso do curso realizado em setembro de 2017, em parceria com a Embaixada Norte Americana, por meio do Departamento de Polícia de Miami. Esses policiais capacitados tem a obrigação de aplicar o conhecimento adquirido para a resolutividade dos crimes”.

Segundo Riedel, a Delegacia Geral que será entregue no final do ano não é a mesma de quatro anos atrás.

"Fizemos uma gestão bem feita e deixamos um legado importante. A gente espera entregar a Delegacia Geral bem melhor do que recebemos e com caminhos para os próximos 4 anos", finalizou.

Assista abaixo ao programa na íntegra:

 

Café com Informação faz retrospectiva dos melhores momentos de 2018 Profissionais esclarecem os riscos de uso de medicamentos para emagrecer e das dietas “milagrosas”

Mais lidas desse blog