1. Blogs
  2. Opinião
  3. Pensamento econômico e social de calvino
Publicidade

Pensamento econômico e social de calvino

João Calvino tornou-se conhecido como o teólogo do Espírito Santo e isso aconteceu sem ao menos citar excessivamente o Espírito Santo de Deus em seus escritos. E qual a razão de tudo isso ter acontecido? Pelo fato de que João Calvino atribuiu todo conhecimento verdadeiro advindo do Espírito Santo de Deus. A procura pelo conhecimento não é algo apenas fruto da “sede humana” do conhecer por conhecer; é algo muito Mais, além disso, todo conhecimento advém do bom Deus, criador de todas as coisas. O trabalho dignifica a Deus e ao próprio homem afirma Calvino.  O Trabalho foi visto por Calvino como algo realmente benéfico à Sociedade!

Segundo o Escritor André Bièler Só Calvino foi até o ponto de colocar a indústria no mesmo pé de dignidade que o trabalho agrícola. E não contente com professar para com o grande comércio e para com o pequeno negócio igual estima, foi Calvino, segundo Bièler; que pela primeira vez reconheceu o fundamento teológico mercantil, expressão da solidariedade humana e sinal da comunhão espiritual dos homens entre si. E quem foi realmente João Calvino? Foi o mais genial teólogo de todos os tempos. Nasceu em Noyon, na região da Picardia, no norte da França, no d ia 10 de julho de 1509. Filho do secretário Episcopal da cidade. Ficou órfão de mãe aos seis anos, sendo confiado aos cuidados de um aristocrata amigo da família. Ainda adolescente foi enviado para Universidade de Paris para estudar. Formou-se em Direito! Em Paris tomou contato com as ideias do reformador e ex-monge Martinho Lutero.

O trabalho para um Presbiteriano é visto como algo extremamente nobre. Esta noção evangélica da eminente dignidade do trabalho, e mais ainda do trabalhador, foi o que em todas as gerações suscitou o zelo reformista do protestantismo social. Segundo o doutor em Economia André Bièler, onde quer que o Calvinismo permaneça fiel ao princípio da base de seu fundador, que prescreve contínua renovação da fé, e da doutrina, e da vida, em contato com as Escrituras Sagradas, foi ele fecundo em iniciativas sociais tendentes a dar a todos os trabalhadores o sentido e a dignidade de seu labor, contra todas as formas de alienação e opressão. Eis a verdade dos fatos!

Qual o sentido de um Artigo deste? Enfatizar a importância do conhecimento verdadeiro. Ler é muito bom e extremamente importante; mas, sobretudo sua importância se sobressai quando o conhecimento é “bebido” em fontes sólidas e verdadeiras. Mas afinal o que é a verdade? Simplesmente a VERDADE. As Sagradas Escrituras É A VERDADE. João Calvino pautou os seus escritos sobre a VERDADE!!

Nobre Leitor cuidado com suas fontes de leitura! Por muito tempo Calvino foi descrito como algo diferente do que Ele era. O que importa é que agora você sabe que João Calvino foi um homem de Deus; um servo bom e fiel; um exímio leitor e excelente Escritor. João Calvino em sua vida escreveu muito mais do que diversos escritores juntos. Obrigado por esta leitura. Que Deus continue abençoando o nosso BRASIL!!   

João Calvino tornou-se conhecido como o teólogo do Espírito Santo e isso aconteceu sem ao menos citar excessivamente o Espírito Santo de Deus em seus escritos. E qual a razão de tudo isso ter acontecido? Pelo fato de que João Calvino atribuiu todo conhecimento verdadeiro advindo do Espírito Santo de Deus. A procura pelo conhecimento não é algo apenas fruto da “sede humana” do conhecer por conhecer; é algo muito Mais, além disso, todo conhecimento advém do bom Deus, criador de todas as coisas. O trabalho dignifica a Deus e ao próprio homem afirma Calvino.  O Trabalho foi visto por Calvino como algo realmente benéfico à Sociedade!

Segundo o Escritor André Bièler Só Calvino foi até o ponto de colocar a indústria no mesmo pé de dignidade que o trabalho agrícola. E não contente com professar para com o grande comércio e para com o pequeno negócio igual estima, foi Calvino, segundo Bièler; que pela primeira vez reconheceu o fundamento teológico mercantil, expressão da solidariedade humana e sinal da comunhão espiritual dos homens entre si. E quem foi realmente João Calvino? Foi o mais genial teólogo de todos os tempos. Nasceu em Noyon, na região da Picardia, no norte da França, no d ia 10 de julho de 1509. Filho do secretário Episcopal da cidade. Ficou órfão de mãe aos seis anos, sendo confiado aos cuidados de um aristocrata amigo da família. Ainda adolescente foi enviado para Universidade de Paris para estudar. Formou-se em Direito! Em Paris tomou contato com as ideias do reformador e ex-monge Martinho Lutero.

O trabalho para um Presbiteriano é visto como algo extremamente nobre. Esta noção evangélica da eminente dignidade do trabalho, e mais ainda do trabalhador, foi o que em todas as gerações suscitou o zelo reformista do protestantismo social. Segundo o doutor em Economia André Bièler, onde quer que o Calvinismo permaneça fiel ao princípio da base de seu fundador, que prescreve contínua renovação da fé, e da doutrina, e da vida, em contato com as Escrituras Sagradas, foi ele fecundo em iniciativas sociais tendentes a dar a todos os trabalhadores o sentido e a dignidade de seu labor, contra todas as formas de alienação e opressão. Eis a verdade dos fatos!

Qual o sentido de um Artigo deste? Enfatizar a importância do conhecimento verdadeiro. Ler é muito bom e extremamente importante; mas, sobretudo sua importância se sobressai quando o conhecimento é “bebido” em fontes sólidas e verdadeiras. Mas afinal o que é a verdade? Simplesmente a VERDADE. As Sagradas Escrituras É A VERDADE. João Calvino pautou os seus escritos sobre a VERDADE!!

Nobre Leitor cuidado com suas fontes de leitura! Por muito tempo Calvino foi descrito como algo diferente do que Ele era. O que importa é que agora você sabe que João Calvino foi um homem de Deus; um servo bom e fiel; um exímio leitor e excelente Escritor. João Calvino em sua vida escreveu muito mais do que diversos escritores juntos. Obrigado por esta leitura. Que Deus continue abençoando o nosso BRASIL!!   

A verdade que dói!! Marcha dos Prefeitos a Brasília é o resgate das cidades, diz João Henrique

Mais lidas desse blog