1. Blogs
  2. Opinião
  3. ‘Especialistas em telefonia’
Publicidade

‘Especialistas em telefonia’

Pode existir coisa mais revoltante, do que se assistir uma crime hediondo, como tortura praticada contra uma pessoa indefesa? 

As cenas repugnantes que acabamos de ver, no noticioso PI TV 1, desenrolada em uma delegacia de polícia da cidade de Piripiri, onde dois fortes policiais militares executam uma sessão abjeta de tortura contra uma pessoa detenta e imobilizada, é de embrulhar o estômago. 

Ficamos a nos perguntar, o que leva dois agentes do Estado, de compleição física avantajada, desferir uma sequência covarde de golpes no rosto de um detento, com um desses policiais desferindo dezenas de golpes, que no jargão policial denomina-se de ‘telefone, isto é, empregar toda a força física e de mãos abertas atingir de forma simultânea o aparelho auditivo do ser humano?

O Conselho Regional de Medicina, tem o dever e obrigação, de solicitar aos médicos otorrinolaringologistas, que recomendem ao Comando da Polícia Militar do Estado do Piauí, que os seus comandados abandonem essa prática abominável de tortura. 

É isso.
 

Pode existir coisa mais revoltante, do que se assistir uma crime hediondo, como tortura praticada contra uma pessoa indefesa? 

As cenas repugnantes que acabamos de ver, no noticioso PI TV 1, desenrolada em uma delegacia de polícia da cidade de Piripiri, onde dois fortes policiais militares executam uma sessão abjeta de tortura contra uma pessoa detenta e imobilizada, é de embrulhar o estômago. 

Ficamos a nos perguntar, o que leva dois agentes do Estado, de compleição física avantajada, desferir uma sequência covarde de golpes no rosto de um detento, com um desses policiais desferindo dezenas de golpes, que no jargão policial denomina-se de ‘telefone, isto é, empregar toda a força física e de mãos abertas atingir de forma simultânea o aparelho auditivo do ser humano?

O Conselho Regional de Medicina, tem o dever e obrigação, de solicitar aos médicos otorrinolaringologistas, que recomendem ao Comando da Polícia Militar do Estado do Piauí, que os seus comandados abandonem essa prática abominável de tortura. 

É isso.
 

E clamamos o nome de Cristo Jesus? Pensamento econômico e social de calvino

Mais lidas desse blog