1. Blogs
  2. Opinião
  3. A renovação é um pressuposto básico?
Publicidade

A renovação é um pressuposto básico?

SIM. O Senado Federal começa a empreender a sua própria reforma estrutural quando resolve escolher o novo em detrimento do velho, do atraso, da manutenção da corrupção sistêmica em suas entranhas. E lá existe corrupção? Onde não existia corrupção neste país? A renovação não é apenas no aspecto de idade, mas em todos os sentidos; é pressuposto básico para a oxigenação de uma sociedade. Vivemos novos tempos; era inconcebível votar pelo atraso. A República Federativa do Brasil anseia por novos rumos. É um novo Brasi l acontecendo. O nobre senado de Rui Barbosa fez uma escolha bem correta!

Quem foi Rui Barbosa? Um exílio e habilidoso político. Rui Barbosa (1849-1923) foi um diplomata, advogado e jurista brasileiro. Representou o Brasil na Conferência de Haia, foi reconhecido como “O Águia de Haia”. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e seu presidente entre 1908 e 1919. A frase mais célebre e conhecida de Rui Barbosa é: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”

Graças à Deus e ação dos honestos e íntegros senadores que ainda restam naquela casa; o senado federal no dia 02 de fevereiro de 2019 voltou a ser o que era no seu início de criação, uma instituição forte e altiva. Evitou o retorno da má conduta e revigorou as suas forças. Alguns já chegam a dizer que no biênio 2019-2021 ouviremos excelentes discursos e oratórias dignas de ficarmos horas e horas a fio ouvindo até mesmo madrugada adentro. A Eloquência oratorial é uma das grandes marcas daquela nobre corte da República Federativa do Brasil. A Renova&cc edil;ão é um pressuposto básico da democracia, ela oxigena a vida!

A República Federativa do Brasil segue a doutrina do respeito e não do medo. O novo Senado Federal deu um exemplo à câmara federal; foi altivo e honrou de fato o nome do intelectual Rui Barbosa ao eleger o seu novo presidente. Em tempo, vale enfatizar que o Senado Federal é um poder independente e jamais deve ficar submetido à intromissão de outros poderes.

Afinal o Senado Federal é uma grande instituição e tem sido, ao longo de seus quase 200 anos de existência, um dos pilares da estabilidade institucional do Brasil. Para além de sua inquestionável importância política, ele possui funções legislativas de caráter mais geral que são compartilhadas com a Câmara dos Deputados, outras, são de sua exclusiva competência. Portanto, é um poder independente e assim deve pautar a sua existência. Bom senso sempre é bom!

 O Senado do dia 02 de fevereiro de 2019 é de fato o Senado que todo brasileiro de bem almeja e deseja. Brasil acima de tudo! Deus acima de todos!!

SIM. O Senado Federal começa a empreender a sua própria reforma estrutural quando resolve escolher o novo em detrimento do velho, do atraso, da manutenção da corrupção sistêmica em suas entranhas. E lá existe corrupção? Onde não existia corrupção neste país? A renovação não é apenas no aspecto de idade, mas em todos os sentidos; é pressuposto básico para a oxigenação de uma sociedade. Vivemos novos tempos; era inconcebível votar pelo atraso. A República Federativa do Brasil anseia por novos rumos. É um novo Brasi l acontecendo. O nobre senado de Rui Barbosa fez uma escolha bem correta!

Quem foi Rui Barbosa? Um exílio e habilidoso político. Rui Barbosa (1849-1923) foi um diplomata, advogado e jurista brasileiro. Representou o Brasil na Conferência de Haia, foi reconhecido como “O Águia de Haia”. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e seu presidente entre 1908 e 1919. A frase mais célebre e conhecida de Rui Barbosa é: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”

Graças à Deus e ação dos honestos e íntegros senadores que ainda restam naquela casa; o senado federal no dia 02 de fevereiro de 2019 voltou a ser o que era no seu início de criação, uma instituição forte e altiva. Evitou o retorno da má conduta e revigorou as suas forças. Alguns já chegam a dizer que no biênio 2019-2021 ouviremos excelentes discursos e oratórias dignas de ficarmos horas e horas a fio ouvindo até mesmo madrugada adentro. A Eloquência oratorial é uma das grandes marcas daquela nobre corte da República Federativa do Brasil. A Renova&cc edil;ão é um pressuposto básico da democracia, ela oxigena a vida!

A República Federativa do Brasil segue a doutrina do respeito e não do medo. O novo Senado Federal deu um exemplo à câmara federal; foi altivo e honrou de fato o nome do intelectual Rui Barbosa ao eleger o seu novo presidente. Em tempo, vale enfatizar que o Senado Federal é um poder independente e jamais deve ficar submetido à intromissão de outros poderes.

Afinal o Senado Federal é uma grande instituição e tem sido, ao longo de seus quase 200 anos de existência, um dos pilares da estabilidade institucional do Brasil. Para além de sua inquestionável importância política, ele possui funções legislativas de caráter mais geral que são compartilhadas com a Câmara dos Deputados, outras, são de sua exclusiva competência. Portanto, é um poder independente e assim deve pautar a sua existência. Bom senso sempre é bom!

 O Senado do dia 02 de fevereiro de 2019 é de fato o Senado que todo brasileiro de bem almeja e deseja. Brasil acima de tudo! Deus acima de todos!!

Voando com céu de brigadeiro? Consulta Tributária Vinculante

Mais lidas desse blog