1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Nem posse e nem porte
Publicidade

Nem posse e nem porte

Essa mais recente insanidade praticada através de Decreto pelo presidente Jair Bolsonaro, permitindo que todo brasileiro possa ter em casa ou portar na cintura uma arma de fogo, merece o repúdio de toda a sociedade brasileira. 

A já permitida, quando autorizada , posse de arma de fogo no domicílio coloca em risco, pelos mais variados motivos, a vida dos seus detentores e familiares. 

Por outro lado em um país que detém as mais altas taxas de letalidade produzida por arma de fogo, onde o contrabando de armas procedentes de todo o mundo entra dia e noite no país, por terra, mar e ar, autorizar o porte de arma de fogo é de uma insanidade inaudita. 

Ilona Szabó, diretora executiva do Instituto Igarapé, diz - em artigo publicado neste domingo em O Globo, que o decreto presidencial sobre a posse e o porte de arma de fogo - que, além de ilegal, o tal decreto é uma sucessão de irresponsabilidades e com potenciais consequências letais para a sociedade, permitindo o porte de armas para 19 categorias aleatórias ( caminhoneiros, deputados , moradores de áreas rurais , etc, etc. ) 

Não resta a menor dúvida de que o agravamento dessa tragédia nacional, que são os homicídios impunes - já que apenas 8% deles vão à julgamento - aumentarão significativamente, se, por acaso, esse decreto absurdo, verdadeira insanidade, vigorar em nosso país algum dia.

É isso.

Essa mais recente insanidade praticada através de Decreto pelo presidente Jair Bolsonaro, permitindo que todo brasileiro possa ter em casa ou portar na cintura uma arma de fogo, merece o repúdio de toda a sociedade brasileira. 

A já permitida, quando autorizada , posse de arma de fogo no domicílio coloca em risco, pelos mais variados motivos, a vida dos seus detentores e familiares. 

Por outro lado em um país que detém as mais altas taxas de letalidade produzida por arma de fogo, onde o contrabando de armas procedentes de todo o mundo entra dia e noite no país, por terra, mar e ar, autorizar o porte de arma de fogo é de uma insanidade inaudita. 

Ilona Szabó, diretora executiva do Instituto Igarapé, diz - em artigo publicado neste domingo em O Globo, que o decreto presidencial sobre a posse e o porte de arma de fogo - que, além de ilegal, o tal decreto é uma sucessão de irresponsabilidades e com potenciais consequências letais para a sociedade, permitindo o porte de armas para 19 categorias aleatórias ( caminhoneiros, deputados , moradores de áreas rurais , etc, etc. ) 

Não resta a menor dúvida de que o agravamento dessa tragédia nacional, que são os homicídios impunes - já que apenas 8% deles vão à julgamento - aumentarão significativamente, se, por acaso, esse decreto absurdo, verdadeira insanidade, vigorar em nosso país algum dia.

É isso.

Extrema pobreza, extrema Balbúrdia

Mais lidas desse blog