1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Politicamente incorreto
Publicidade

Politicamente incorreto

A expressão que encima o presente texto, ganhou nos últimos anos corações e mentes de boa parte da população brasileira, significando pautas em discussões  contrárias às questões do tipo: homofobia, questões  de gênero, racismo, cotas raciais , etc etc etc.

Se o capitão Jair Bolsonaro dependesse, para conquistar parte significativa do eleitorado brasileiro,  defender tais bandeiras, seus índices nas pesquisas estariam próximos ao do bombeiro-militar cabo Dacciolo.

A possibilidade ainda tida por analistas de toda ordem como pouco provável de Bolsonaro levar a eleição ainda no primeiro turno, ascendeu uma luz amarela, piscando para o vermelho, segundo palavras do ex-secretário particular do ex-presidente Lula , Gilberto Carvalho, o Gilbertinho.

O que a militância e dirigentes petistas, não admitem publicamente, é que essa preferencia avassaladora por Bolsonaro , pouco tem a ver com méritos ou conhecimento dele Bolsonaro,  sobre qualquer tema relevante em qualquer área da conjuntura nacional, e sim, de um desalento e de uma indignação que tomou de conta da maioria da população brasileira, diante do maior descalabro administrativo na historia deste país.

Bolsonaro apenas, tornou-se o candidato mais competente, ao vocalizar esse sentimento que permeia o imaginário popular.

Ele, Bolsonaro, pode, a cada dia,- como fez ao longo da campanha- dizer as expressões mais absurdas sobre qualquer assunto que seja considerado politicamete incorreto ou não,   que os seus fieis seguidores não se deixam abater em nenhum momento

Só uma razão poderia dar conta desse ' fenômeno eleitoral' qual seja, um exacerbado sentimento contra todas as malfeitorias praticadas e comprovadas pelos últimos governos- não só os petistas- até os dias atuais.

Contudo, querer incluir o nefasto mandato de Temer,  nesse vendaval de malfeitorias que infelicitou a nação brasileira- de FHC até aqui, é escarnecer ao extremo, a boa fé de nossa gente.

É isso.

Inadjetivável O 'debate ' de logo mais

Mais lidas desse blog