1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Ari, o nosso Anjo Torto
Publicidade

Ari, o nosso Anjo Torto

São mais de quarenta de batente fazendo do bom jornalismo um verdadeiro sacerdócio e, para coroar essa trajetória terrena, eis que o jornalista Arimateia Azevedo cola grau, nesta quinta-feira, como bacharel em direito. 

A vida de Arimateia Azevedo é uma verdadeira saga, já que, menino ainda, já trabalhava para manter-se juntamente à sua família. 

Abraçou o jornalismo como uma verdadeira profissão de fé, tendo ao longos dos anos enfrentado com destemor e bravura em momentos críticos, colocando a própria vida em risco, quando exercendo um papel de um verdadeiro Don Quixote não indo de encontro aos moinhos de vento mais sim, enfrentando com coragem e determinação um câncer que já se alastrava no tecido social piauiense, isto é, o Crime Organizado, organização criminosa chefiada por um oficial da Polícia Militar que detinha o poder de eliminar aqueles a quem bem entendia, contando com as vistas grossas dos poderes constituídos do Estado Executivo Legislativo e Judiciário 

Arimateia Azevedo tem alguma coisa do que o nosso poeta maior Torquato Neto em uma das suas magníficas composições, se autointitulou de o Anjo Torto na letra da canção Let's Play That 

quando eu nasci 
um anjo louco muito louco 
veio ler a minha mão 
não era um anjo barroco 
era um anjo muito louco torto 
com asas de avião 

eis que esse anjo me disse 
apertando a minha mão 
com um sorriso entre dentes 
vai bicho desafinar 
o coro dos contentes 
vai bicho desafinar 
o coro dos contentes 
let s play that 

Arimateia Azevedo, como poucos, desafinou o coro dos poderosos e contentes. 

Vida longa e parabéns por mais esta conquista! 

São mais de quarenta de batente fazendo do bom jornalismo um verdadeiro sacerdócio e, para coroar essa trajetória terrena, eis que o jornalista Arimateia Azevedo cola grau, nesta quinta-feira, como bacharel em direito. 

A vida de Arimateia Azevedo é uma verdadeira saga, já que, menino ainda, já trabalhava para manter-se juntamente à sua família. 

Abraçou o jornalismo como uma verdadeira profissão de fé, tendo ao longos dos anos enfrentado com destemor e bravura em momentos críticos, colocando a própria vida em risco, quando exercendo um papel de um verdadeiro Don Quixote não indo de encontro aos moinhos de vento mais sim, enfrentando com coragem e determinação um câncer que já se alastrava no tecido social piauiense, isto é, o Crime Organizado, organização criminosa chefiada por um oficial da Polícia Militar que detinha o poder de eliminar aqueles a quem bem entendia, contando com as vistas grossas dos poderes constituídos do Estado Executivo Legislativo e Judiciário 

Arimateia Azevedo tem alguma coisa do que o nosso poeta maior Torquato Neto em uma das suas magníficas composições, se autointitulou de o Anjo Torto na letra da canção Let's Play That 

quando eu nasci 
um anjo louco muito louco 
veio ler a minha mão 
não era um anjo barroco 
era um anjo muito louco torto 
com asas de avião 

eis que esse anjo me disse 
apertando a minha mão 
com um sorriso entre dentes 
vai bicho desafinar 
o coro dos contentes 
vai bicho desafinar 
o coro dos contentes 
let s play that 

Arimateia Azevedo, como poucos, desafinou o coro dos poderosos e contentes. 

Vida longa e parabéns por mais esta conquista! 

Como está fácil A fiança milionária

Mais lidas desse blog