1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Os ‘laranjas’ e o futuro do PSL
Publicidade

Os ‘laranjas’ e o futuro do PSL

É bem possível que, após as investigações determinadas pelo Ministério Público Federal, não fiquem apenas aquelas quatro candidatas ditas laranjas anunciadas há algumas semanas. É de se imaginar que a Polícia Federal elenque algumas dezenas de mulheres que teriam sido usadas para receber dinheiro do Fundo Partidário e tenham dado outra finalidade a ele, porque o que faltou foi exatamente o voto. Informações extraoficiais sobre as investigações revelam que o “laranjal” nas candidaturas femininas do Piauí vai realmente muito além da candidata Tamires Vasconcelos, do PR, que recebeu R$ 450 mil do fundo especial e teve apenas 41 votos. A investigação é feita separadamente, por Estado, a partir da denúncia nacional, de que uma candidata pernambucana do PSL, o partido do presidente da República, teria feito conluio com a direção nacional para desviar a finalidade do dinheiro recebido do Fundão. Essa questão abriu séria crise no governo, resultando na exoneração do ministro Ricardo Bebiano e, por extensão, tem revelado uma manifestação quase coletiva de abandono da sigla. Intuitiva ou não, já se vê defecção no Piauí, com o anúncio da saída do presidente regional da sigla, Fábio Sérvio, para o Pros. Ainda que, por enquanto, se diga que o Pros e outro eventual partido surjam para aglutinar os seguidores de Bolsonaro para prepara-los já para as eleições municipais para enfrentar os partidos tradicionais, fica no vácuo a incerteza quanto ao futuro do PSL que inaugurou no governo que mal  iniciou um dos  maiores escândalos da política. Para quem ganhou a eleição pregando a moralidade e o fim da corrupção, abocanhar a verba do Fundo Partidário é tão criminoso quanto aceitar as velhas práticas denunciadas. Esperar pela conclusão das investigações. 

Avelino Neiva e os padrinhos para tentar mantê-lo na Codevasf, é presidente desde o governo Temer (Foto: reprodução internet)

De olho no cargo

Especula-se que o senador Ciro Nogueira estaria de olho na Codevasf. 
E já teria mandado um recado para a Casa Civil: de que só votaria na reforma da previdência se for confirmado e mantido o piauiense Avelino Neiva na presidência do órgão.

Indicação

Avenilino Neiva está na Codevasf por indicação do então deputado Heráclito Fortes, ainda no governo Temer. 
Como sua indicação é referendada pelo Conselho de Administração da companhia, Neiva tem mandato até o próximo ano. 
Mas pode sair, se o presidente da República não o quiser por lá. Claro.

O único

A Codevasf é, até o momento, o cargo mais importante do governo Bolsonaro ocupado por um  nordestino. 

Politicagem

Ontem, um economista dizia à coluna que não tem como o governador Wellington Dias querer resolver os problemas do Plamta, Iaspi se continuar permitindo a influência de políticos. 
Como vem ocorrendo desde o governo Mão Santa.

Meta ousada

O deputado estadual Evaldo Gomes assumiu a presidência do diretório estadual do partido Solidariedade. 
A sigla anteriormente era presidida pelo deputado Doutor Pessoa. Logo após tomar posse, Evaldo anunciou a chegada de uns cinco prefeitos e disse que vai eleger pelo menos quatro vereadores na capital. Audacioso ele.

E o Major?

Evaldo Gomes diz que não quer papo com o vereador Major Paulo Roberto, que disse que irá continuar no Solidariedade e só sairá se o expulsarem. 
Tudo que Evaldo queria ouvir.

Disputa acirrada

O ex-deputado Henrique Rebelo (SDD), foi anunciado pré-candidato a vereador de Teresina. 
O anúncio de Rebelo só reforça a expectativa de que a eleição para vereador da capital será uma das mais acirradas, com o fim das coligações.

Nomes famosos

Nomes como Robert Rios, Luciano Nunes e Doutor Pessoa podem também ser estimulados para a disputa.

Dia de luta

Representantes dos movimentos sociais, partidos políticos e centrais sindicais realizam na tarde de hoje, o ato unificado “Pela Vida das Mulheres e seus Direitos", na Praça da Liberdade, no centro de Teresina.
Segundo a CUT, o protesto visa denunciar o feminicídio, o machismo e as “ameaças que o presidente Jair Bolsonaro representa aos direitos das mulheres”.

Não mexa no meu

O deputado federal Fábio Abreu (PR) confirma que retorna ainda neste mês para o comando da Secretaria de Segurança Pública. Vai esperar somente votar a reforma da previdência.
E avisa que votará contra, se tirar direitos dos militares.

Fome

Já estão comparando os funcionários da maternidade Evangelina Rosa, com seis meses de salários atrasados, com os venezuelanos. 
Passando até fome.

Bom exemplo

A candidata Davina Veloso não só votou nela mesma como ainda obteve 1.244 votos na disputa de um mandato de deputado federal. Ela, no entanto, aparece no site do TSE sem  nenhum voto porque sua candidatura foi impugnada. 
Mas, ainda assim, devolveu os R$ 20 mil que havia recebido do Fundo Partidário.

Suplente

Iolanda Rêgo que figura entre as candidatas que receberam muito dinheiro e tiveram poucos votos declarou ao Portal AZ que entrou na cota das mulheres, explicando, que apesar de não ter se elegido trabalhou muito na campanha por todos os candidatos do seu partido. Ela ficou na quinta suplência da coligação.

Ping-Pong

Amor alaranjado

O deputado Evaldo Gomes assume a presidência do Solidariedade no Piauí e diz querer aumentar a participação feminina na política sem que estas sempre sejam usadas em candidaturas laranjas. Neste momento ele é indagado por um filiado sobre como irá fazer isso.

Evaldo: “Queremos ter mais mulheres participando da política e é isso que o Solidariedade vai fazer”.
O filiado: “E como fazer isso?”
Evaldo: “Temos aqui a Juliana, que é a minha namorada, ela está se filiando hoje!”

Expressas

Hoje, a vereadora Eliane Moura reúne mulheres em café da manhã em Monsenhor Gil em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, assinou decreto concedendo ponto facultativo para as servidoras públicas municipais pelo Dia Internacional da Mulher.

Começa a funcionar amanhã, o novo binário formado pelas Ruas Heitor Castelo Branco (Oeste/Leste) e Monsenhor Gil (Leste/Oeste), na zona Sul de Teresina.

É bem possível que, após as investigações determinadas pelo Ministério Público Federal, não fiquem apenas aquelas quatro candidatas ditas laranjas anunciadas há algumas semanas. É de se imaginar que a Polícia Federal elenque algumas dezenas de mulheres que teriam sido usadas para receber dinheiro do Fundo Partidário e tenham dado outra finalidade a ele, porque o que faltou foi exatamente o voto. Informações extraoficiais sobre as investigações revelam que o “laranjal” nas candidaturas femininas do Piauí vai realmente muito além da candidata Tamires Vasconcelos, do PR, que recebeu R$ 450 mil do fundo especial e teve apenas 41 votos. A investigação é feita separadamente, por Estado, a partir da denúncia nacional, de que uma candidata pernambucana do PSL, o partido do presidente da República, teria feito conluio com a direção nacional para desviar a finalidade do dinheiro recebido do Fundão. Essa questão abriu séria crise no governo, resultando na exoneração do ministro Ricardo Bebiano e, por extensão, tem revelado uma manifestação quase coletiva de abandono da sigla. Intuitiva ou não, já se vê defecção no Piauí, com o anúncio da saída do presidente regional da sigla, Fábio Sérvio, para o Pros. Ainda que, por enquanto, se diga que o Pros e outro eventual partido surjam para aglutinar os seguidores de Bolsonaro para prepara-los já para as eleições municipais para enfrentar os partidos tradicionais, fica no vácuo a incerteza quanto ao futuro do PSL que inaugurou no governo que mal  iniciou um dos  maiores escândalos da política. Para quem ganhou a eleição pregando a moralidade e o fim da corrupção, abocanhar a verba do Fundo Partidário é tão criminoso quanto aceitar as velhas práticas denunciadas. Esperar pela conclusão das investigações. 

Avelino Neiva e os padrinhos para tentar mantê-lo na Codevasf, é presidente desde o governo Temer (Foto: reprodução internet)

De olho no cargo

Especula-se que o senador Ciro Nogueira estaria de olho na Codevasf. 
E já teria mandado um recado para a Casa Civil: de que só votaria na reforma da previdência se for confirmado e mantido o piauiense Avelino Neiva na presidência do órgão.

Indicação

Avenilino Neiva está na Codevasf por indicação do então deputado Heráclito Fortes, ainda no governo Temer. 
Como sua indicação é referendada pelo Conselho de Administração da companhia, Neiva tem mandato até o próximo ano. 
Mas pode sair, se o presidente da República não o quiser por lá. Claro.

O único

A Codevasf é, até o momento, o cargo mais importante do governo Bolsonaro ocupado por um  nordestino. 

Politicagem

Ontem, um economista dizia à coluna que não tem como o governador Wellington Dias querer resolver os problemas do Plamta, Iaspi se continuar permitindo a influência de políticos. 
Como vem ocorrendo desde o governo Mão Santa.

Meta ousada

O deputado estadual Evaldo Gomes assumiu a presidência do diretório estadual do partido Solidariedade. 
A sigla anteriormente era presidida pelo deputado Doutor Pessoa. Logo após tomar posse, Evaldo anunciou a chegada de uns cinco prefeitos e disse que vai eleger pelo menos quatro vereadores na capital. Audacioso ele.

E o Major?

Evaldo Gomes diz que não quer papo com o vereador Major Paulo Roberto, que disse que irá continuar no Solidariedade e só sairá se o expulsarem. 
Tudo que Evaldo queria ouvir.

Disputa acirrada

O ex-deputado Henrique Rebelo (SDD), foi anunciado pré-candidato a vereador de Teresina. 
O anúncio de Rebelo só reforça a expectativa de que a eleição para vereador da capital será uma das mais acirradas, com o fim das coligações.

Nomes famosos

Nomes como Robert Rios, Luciano Nunes e Doutor Pessoa podem também ser estimulados para a disputa.

Dia de luta

Representantes dos movimentos sociais, partidos políticos e centrais sindicais realizam na tarde de hoje, o ato unificado “Pela Vida das Mulheres e seus Direitos", na Praça da Liberdade, no centro de Teresina.
Segundo a CUT, o protesto visa denunciar o feminicídio, o machismo e as “ameaças que o presidente Jair Bolsonaro representa aos direitos das mulheres”.

Não mexa no meu

O deputado federal Fábio Abreu (PR) confirma que retorna ainda neste mês para o comando da Secretaria de Segurança Pública. Vai esperar somente votar a reforma da previdência.
E avisa que votará contra, se tirar direitos dos militares.

Fome

Já estão comparando os funcionários da maternidade Evangelina Rosa, com seis meses de salários atrasados, com os venezuelanos. 
Passando até fome.

Bom exemplo

A candidata Davina Veloso não só votou nela mesma como ainda obteve 1.244 votos na disputa de um mandato de deputado federal. Ela, no entanto, aparece no site do TSE sem  nenhum voto porque sua candidatura foi impugnada. 
Mas, ainda assim, devolveu os R$ 20 mil que havia recebido do Fundo Partidário.

Suplente

Iolanda Rêgo que figura entre as candidatas que receberam muito dinheiro e tiveram poucos votos declarou ao Portal AZ que entrou na cota das mulheres, explicando, que apesar de não ter se elegido trabalhou muito na campanha por todos os candidatos do seu partido. Ela ficou na quinta suplência da coligação.

Ping-Pong

Amor alaranjado

O deputado Evaldo Gomes assume a presidência do Solidariedade no Piauí e diz querer aumentar a participação feminina na política sem que estas sempre sejam usadas em candidaturas laranjas. Neste momento ele é indagado por um filiado sobre como irá fazer isso.

Evaldo: “Queremos ter mais mulheres participando da política e é isso que o Solidariedade vai fazer”.
O filiado: “E como fazer isso?”
Evaldo: “Temos aqui a Juliana, que é a minha namorada, ela está se filiando hoje!”

Expressas

Hoje, a vereadora Eliane Moura reúne mulheres em café da manhã em Monsenhor Gil em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, assinou decreto concedendo ponto facultativo para as servidoras públicas municipais pelo Dia Internacional da Mulher.

Começa a funcionar amanhã, o novo binário formado pelas Ruas Heitor Castelo Branco (Oeste/Leste) e Monsenhor Gil (Leste/Oeste), na zona Sul de Teresina.

A polícia das águas Raskolnikov: a angústia do crime perfeito

Mais lidas desse blog