1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A tortura em Piripiri
Publicidade

A tortura em Piripiri

Ontem, bem cedo, o comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho determinou as prisões dos militares que aparecem num vídeo torturando um preso, na cadeia de Piripiri. Esse vídeo foi postado anteontem, por volta das 22 horas, em primeira mão no Portal AZ, denunciando as ações dos dois policiais. As pessoas se chocaram com a decisão do governador do Rio Wilson Hitzel, de que a policia abatesse pessoa encontrada com fuzil, metralhadora ou arma de longo calibre. Porque na opinião dele o sujeito que anda com uma arma dessas é uma ameaça pública. Ele vai atirar, se necessário. Diferente disso é ver um policial batendo, espancando uma pessoa dentro de uma delegacia, de um quartel, algemada, enfim, impondo-lhe tortura. O preso passa a ser um custodiado do Estado e o policial que o tortura representa o Estado. Isso é crime, inafiançável. Ainda que o preso seja da pior qualidade, ele tem que ser tratado de acordo com a lei. Quando um policial age como aqueles dois de Piripiri, descem da condição de agentes públicos e se transformam em bandidos piores que o dito bandido que eles estão combatendo. Agora, é preciso que a Polícia Civil, que abriu inquérito passe a investigar se os dois PMs estavam agindo sob comando de alguém, até porque há muito se denuncia que a polícia de Piripiri tem cometido muitos erros. Já denunciaram mortes misteriosas com o modus operandi de grupo de extermínio. Mais de 20 corpos foram encontrados, desovados, durante alguns anos, sem que se aponte seus autores. Até o comandante de lá já foi denunciado e, curiosamente, ele continua no cargo, mandando há mais de dez anos. Que fique a lição, criminosos não podem guardar criminosos.

Deputada Rejane Dias tem suas contas, de 2016, aprovadas pelo TCE (Foto: Wilson Nanaia / Portal AZ)

Pegue légua 1

A Polícia Civil, através da Divisão de Captura (Dicap), Polinter e outros distritos, amanhece esta sexta-feira atrás de prender pelo menos umas 15 pessoas. 
Vão dar prosseguimento à operação desta quinta-feira.

Pegue légua 2

Os agentes policiais devem amanhecer nas casas dos bacanas a partir das seis da manhã. 
Por meio de compromisso assumido a coluna não revelará os segmentos envolvidos para evitar a evasão dos investigados.
Ontem no finalzinho da tarde já tinha nego querendo atravessar pro Maranhão a braçadas.

Operação de ontem 

A operação policial levada a efeito por policiais da GRECO, no dia de ontem, envolve um sem número de pessoas, nem todas já identificados. 

Outros crimes 

Mas, a partir de falsificações documentos, as atividades da organização criminosa geraram inúmeros outros crimes, especialmente contra a ordem tributária e a fé pública. 

Quadrilha poderosa 

Nisso, estão as aquisições de veículos, contratos de financiamentos em bancos, e muitos outros. A quadrilha é poderosa e tem várias ramificações, inclusive em outros Estados. 

Cadê os presos?

O que tem de muito estranho em tudo isso é que nenhum dos presos foi enviado para a Central de flagrantes. Todos eles ficaram retidos, recolhidos, (porque não se pode chamar de presos, no sentido estrito da expressão), de forma ilegal em uma delegacia de polícia da zona leste desta capital, sem direito a acesso ou contato com qualquer parente ou advogado. 

Desdobramento 

Esse fato gerou a natural suspeita de que os policiais estão na missão de desvendar o crime, mas pode também gerar a inquietação de que algo mais grave possa também estar acontecendo. 
Afinal de contas, lugar de preso é a Central de flagrantes, ainda mais sabendo que existe outra operação em via de ser deflagrada, na madrugada de hoje, envolvendo desdobramentos da primeira operação. 

Muito dinheiro 

O que se sabe, até aqui, é que existe muito dinheiro em poder daqueles que foram presos, mas não se tem o montante dos valores apreendidos, mas também se sabe que outros bens podem ser apontados pelos presos e demais parentes dos mesmos. 

Práticas de crime 

Mas também se sabe que existe uma quantidade muito grande de pessoas que se serviram dessa base de identidades falsas para facilitar a prática de crimes, inclusive funcionando alguns desses como laranjas de pessoas poderosas da capital. 

Até onde? 

Resta saber até onde a polícia vai conseguir chegar. Ou, se não conseguir, se será por falta de meios ou de disposição para fazê-lo.

Contas fechadas

O TCE votou favorável às contas da gestão de Rejane Dias, na Secretaria de Educação. 
Houve uma reviravolta, uma vez que na última sessão do pleno, dois conselheiros votaram contra a aprovação. 
Ontem, os conselheiros Jailson Campelo, Kleber Eulálio, Kennedy Barros e Valtanea Alvarenga, viraram o placar. 
Saiu 4x2 para Rejane.

Multa da Strans

Só pode ser piada, mas viraliza nas redes sociais um auto de infração feito por um guarda da Strans que aplica a multa num motorista alegando que ele desviou a atenção do trânsito.
“O condutor passou balançando a cabeça reclamando da viatura, desviando totalmente sua atenção do trânsito”, diz o guarda.
Acaba não, mundão!

Fogo amigo

Diz-se que assessores ligados ao botafoguense Assis Carvalho, com cargos na Secretaria de Saúde, estariam fazendo até dossiê para detonar o secretário Florentino Neto.
“Queremos  emplacar no cargo gente da gente”, disse um, em mensagem para o outro.

Concurso

Demoraram poucas horas para que a empresa contratada pela Prefeitura de Parnaíba regularizasse uma situação que, aparentemente, podia denunciar irregularidade na realização de concurso na área da secretaria municipal de saúde. 
Ontem, uma das candidatas se mostrava desconfiada que haviam mudado o resultado da divulgação. Mas imediatamente o quadro foi refeito.

Caso polêmico

Vem cá, não seria competência do Tribunal Pleno do TJ-PI a revogação da portaria do juiz Carlos Hamilton disciplinando os trajes no Fórum de Teresina?
Pensa-se que o ato administrativo de Hilo de Almeida não tem qualquer fundamentação.

Prevarica

Onde estavam o delegado de plantão e o escrivão da delegacia de Piripiri que não atuaram em flagrante os dois PMs torturadores do preso?
Na própria Civil de Teresina há quem ache que houve prevaricação.

Motinha

Sabe como é que os policiais militares andam visitando as unidades de saúde de Teresina? De moto. E, há casos em que são dois, numa moto só. 
As viaturas não têm combustíveis.

Lá vem!

Olha aí o botafoguense dando uma de bombeiro. Assis Carvalho aconselha: não é bom Firmino Filho bater em Wellington Dias. 
É sobre a questão do estacionamento do Verdão que a PPP entregou junto com o Verdão para a iniciativa privada.

Franzé trabalhando

Não se fala em outra coisa dentro do PT a não ser na sede de poder do neófito da Assembleia Legislativa, Franzé Silva.
Companheiros seus desconfiam que Franzé  estaria trabalhando para sair candidato do partido a prefeitura de Teresina no próximo ano.

Matéria Penal

Na Assembleia Legislativa, a oposição se alvoroçou sobre a proposta do governo de separar os presos nas penitenciárias do Estado por nível de periculosidade, alegando que o Estado não pode legislar sobre matéria penal.
Contudo, faltou assessoria jurídica aos deputados. Não se trata de matéria penal, e sim, penitenciária, o que é permitido pelo artigo 24 da Constituição Federal.

Madrugadores

O deputado Gustavo Neiva avalia que para ter a palavra nas sessões da Assembleia Legislativa vai ter agora que dormir no prédio da Assembleia.
Segundo ele, há deputados madrugando no local.

Preparativos

O ex-prefeito Silvio Mendes se recupera de cirurgia bariátrica. Aliados e opositores viram a atitude do médico como um preparativo para a corrida eleitoral de 2020. E precisava de tanto?

De volta ao ninho

O ex-deputado federal, Rodrigo Martins deve assinar em breve ficha de filiação ao PSDB. 
Dentista, Martins assumiu recentemente o setor de saúde bucal da prefeitura de Teresina, mostrando total alinhamento com Firmino.

Ping-Pong

A proibição com ressalvas

Repórter se aproxima do sempre bem humorado desembargador Luiz Gonzaga Brandão, decano do Tribunal de Justiça do Piauí, e trata com ele sobre a repercussão da portaria do juiz Carlos Hamilton. 

O repórter: “Desembargador, com a proibição do uso do chapéu, o desembargador Hilo e o juiz Antônio Soares não vão poder entrar no Fórum?”
Brandão: “Meu amigo, ainda bem que ele não proibiu a entrada de desembargador que pinta os cabelos de preto”.

Expressas 

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), anunciou a nomeação de mil candidatos aprovados no último concurso da Polícia Federal, realizado em 2018.

Já está disponível no site do Nucepe o resultado preliminar da 2ª etapa do concurso da Guarda Municipal de Teresina, que consistiu em avaliação médica e odontológica.

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2019 com 230,1 milhões de toneladas, um crescimento de 1,6% em relação ao ano passado.

Ontem, bem cedo, o comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho determinou as prisões dos militares que aparecem num vídeo torturando um preso, na cadeia de Piripiri. Esse vídeo foi postado anteontem, por volta das 22 horas, em primeira mão no Portal AZ, denunciando as ações dos dois policiais. As pessoas se chocaram com a decisão do governador do Rio Wilson Hitzel, de que a policia abatesse pessoa encontrada com fuzil, metralhadora ou arma de longo calibre. Porque na opinião dele o sujeito que anda com uma arma dessas é uma ameaça pública. Ele vai atirar, se necessário. Diferente disso é ver um policial batendo, espancando uma pessoa dentro de uma delegacia, de um quartel, algemada, enfim, impondo-lhe tortura. O preso passa a ser um custodiado do Estado e o policial que o tortura representa o Estado. Isso é crime, inafiançável. Ainda que o preso seja da pior qualidade, ele tem que ser tratado de acordo com a lei. Quando um policial age como aqueles dois de Piripiri, descem da condição de agentes públicos e se transformam em bandidos piores que o dito bandido que eles estão combatendo. Agora, é preciso que a Polícia Civil, que abriu inquérito passe a investigar se os dois PMs estavam agindo sob comando de alguém, até porque há muito se denuncia que a polícia de Piripiri tem cometido muitos erros. Já denunciaram mortes misteriosas com o modus operandi de grupo de extermínio. Mais de 20 corpos foram encontrados, desovados, durante alguns anos, sem que se aponte seus autores. Até o comandante de lá já foi denunciado e, curiosamente, ele continua no cargo, mandando há mais de dez anos. Que fique a lição, criminosos não podem guardar criminosos.

Deputada Rejane Dias tem suas contas, de 2016, aprovadas pelo TCE (Foto: Wilson Nanaia / Portal AZ)

Pegue légua 1

A Polícia Civil, através da Divisão de Captura (Dicap), Polinter e outros distritos, amanhece esta sexta-feira atrás de prender pelo menos umas 15 pessoas. 
Vão dar prosseguimento à operação desta quinta-feira.

Pegue légua 2

Os agentes policiais devem amanhecer nas casas dos bacanas a partir das seis da manhã. 
Por meio de compromisso assumido a coluna não revelará os segmentos envolvidos para evitar a evasão dos investigados.
Ontem no finalzinho da tarde já tinha nego querendo atravessar pro Maranhão a braçadas.

Operação de ontem 

A operação policial levada a efeito por policiais da GRECO, no dia de ontem, envolve um sem número de pessoas, nem todas já identificados. 

Outros crimes 

Mas, a partir de falsificações documentos, as atividades da organização criminosa geraram inúmeros outros crimes, especialmente contra a ordem tributária e a fé pública. 

Quadrilha poderosa 

Nisso, estão as aquisições de veículos, contratos de financiamentos em bancos, e muitos outros. A quadrilha é poderosa e tem várias ramificações, inclusive em outros Estados. 

Cadê os presos?

O que tem de muito estranho em tudo isso é que nenhum dos presos foi enviado para a Central de flagrantes. Todos eles ficaram retidos, recolhidos, (porque não se pode chamar de presos, no sentido estrito da expressão), de forma ilegal em uma delegacia de polícia da zona leste desta capital, sem direito a acesso ou contato com qualquer parente ou advogado. 

Desdobramento 

Esse fato gerou a natural suspeita de que os policiais estão na missão de desvendar o crime, mas pode também gerar a inquietação de que algo mais grave possa também estar acontecendo. 
Afinal de contas, lugar de preso é a Central de flagrantes, ainda mais sabendo que existe outra operação em via de ser deflagrada, na madrugada de hoje, envolvendo desdobramentos da primeira operação. 

Muito dinheiro 

O que se sabe, até aqui, é que existe muito dinheiro em poder daqueles que foram presos, mas não se tem o montante dos valores apreendidos, mas também se sabe que outros bens podem ser apontados pelos presos e demais parentes dos mesmos. 

Práticas de crime 

Mas também se sabe que existe uma quantidade muito grande de pessoas que se serviram dessa base de identidades falsas para facilitar a prática de crimes, inclusive funcionando alguns desses como laranjas de pessoas poderosas da capital. 

Até onde? 

Resta saber até onde a polícia vai conseguir chegar. Ou, se não conseguir, se será por falta de meios ou de disposição para fazê-lo.

Contas fechadas

O TCE votou favorável às contas da gestão de Rejane Dias, na Secretaria de Educação. 
Houve uma reviravolta, uma vez que na última sessão do pleno, dois conselheiros votaram contra a aprovação. 
Ontem, os conselheiros Jailson Campelo, Kleber Eulálio, Kennedy Barros e Valtanea Alvarenga, viraram o placar. 
Saiu 4x2 para Rejane.

Multa da Strans

Só pode ser piada, mas viraliza nas redes sociais um auto de infração feito por um guarda da Strans que aplica a multa num motorista alegando que ele desviou a atenção do trânsito.
“O condutor passou balançando a cabeça reclamando da viatura, desviando totalmente sua atenção do trânsito”, diz o guarda.
Acaba não, mundão!

Fogo amigo

Diz-se que assessores ligados ao botafoguense Assis Carvalho, com cargos na Secretaria de Saúde, estariam fazendo até dossiê para detonar o secretário Florentino Neto.
“Queremos  emplacar no cargo gente da gente”, disse um, em mensagem para o outro.

Concurso

Demoraram poucas horas para que a empresa contratada pela Prefeitura de Parnaíba regularizasse uma situação que, aparentemente, podia denunciar irregularidade na realização de concurso na área da secretaria municipal de saúde. 
Ontem, uma das candidatas se mostrava desconfiada que haviam mudado o resultado da divulgação. Mas imediatamente o quadro foi refeito.

Caso polêmico

Vem cá, não seria competência do Tribunal Pleno do TJ-PI a revogação da portaria do juiz Carlos Hamilton disciplinando os trajes no Fórum de Teresina?
Pensa-se que o ato administrativo de Hilo de Almeida não tem qualquer fundamentação.

Prevarica

Onde estavam o delegado de plantão e o escrivão da delegacia de Piripiri que não atuaram em flagrante os dois PMs torturadores do preso?
Na própria Civil de Teresina há quem ache que houve prevaricação.

Motinha

Sabe como é que os policiais militares andam visitando as unidades de saúde de Teresina? De moto. E, há casos em que são dois, numa moto só. 
As viaturas não têm combustíveis.

Lá vem!

Olha aí o botafoguense dando uma de bombeiro. Assis Carvalho aconselha: não é bom Firmino Filho bater em Wellington Dias. 
É sobre a questão do estacionamento do Verdão que a PPP entregou junto com o Verdão para a iniciativa privada.

Franzé trabalhando

Não se fala em outra coisa dentro do PT a não ser na sede de poder do neófito da Assembleia Legislativa, Franzé Silva.
Companheiros seus desconfiam que Franzé  estaria trabalhando para sair candidato do partido a prefeitura de Teresina no próximo ano.

Matéria Penal

Na Assembleia Legislativa, a oposição se alvoroçou sobre a proposta do governo de separar os presos nas penitenciárias do Estado por nível de periculosidade, alegando que o Estado não pode legislar sobre matéria penal.
Contudo, faltou assessoria jurídica aos deputados. Não se trata de matéria penal, e sim, penitenciária, o que é permitido pelo artigo 24 da Constituição Federal.

Madrugadores

O deputado Gustavo Neiva avalia que para ter a palavra nas sessões da Assembleia Legislativa vai ter agora que dormir no prédio da Assembleia.
Segundo ele, há deputados madrugando no local.

Preparativos

O ex-prefeito Silvio Mendes se recupera de cirurgia bariátrica. Aliados e opositores viram a atitude do médico como um preparativo para a corrida eleitoral de 2020. E precisava de tanto?

De volta ao ninho

O ex-deputado federal, Rodrigo Martins deve assinar em breve ficha de filiação ao PSDB. 
Dentista, Martins assumiu recentemente o setor de saúde bucal da prefeitura de Teresina, mostrando total alinhamento com Firmino.

Ping-Pong

A proibição com ressalvas

Repórter se aproxima do sempre bem humorado desembargador Luiz Gonzaga Brandão, decano do Tribunal de Justiça do Piauí, e trata com ele sobre a repercussão da portaria do juiz Carlos Hamilton. 

O repórter: “Desembargador, com a proibição do uso do chapéu, o desembargador Hilo e o juiz Antônio Soares não vão poder entrar no Fórum?”
Brandão: “Meu amigo, ainda bem que ele não proibiu a entrada de desembargador que pinta os cabelos de preto”.

Expressas 

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), anunciou a nomeação de mil candidatos aprovados no último concurso da Polícia Federal, realizado em 2018.

Já está disponível no site do Nucepe o resultado preliminar da 2ª etapa do concurso da Guarda Municipal de Teresina, que consistiu em avaliação médica e odontológica.

A produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar 2019 com 230,1 milhões de toneladas, um crescimento de 1,6% em relação ao ano passado.

Operação natureza O traje e o rigor

Mais lidas desse blog