1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A ladainha da duplicação
Publicidade

A ladainha da duplicação

O senador Marcelo Castro (MDB) apareceu ontem na ODiaTV e no O Dia prometendo que a duplicação das BRs nas entradas de Teresina vai sair. E ele o faz comprometendo toda a bancada, dizendo que agora os três senadores e os dez deputados fizeram um pacto para levar a coisa a sério. Essa coisa era para ser séria desde quando o... Francamente, já enterraram 110 milhões e sabe Deus lá, em quantos bolsos, e ainda vai faltar perto de 100 milhões para terminar e o senador ainda diz que tem um pacto e o Estado endividou-se, nove anos atrás, junto ao BNDES para fazer obra numa rodovia federal, portanto, de responsabilidade da União, mas terminou engolindo R$ 110 milhões que só não foi transformada em caso policial porque, parece, até agora, os órgãos de controle fingem que nada disso é aqui. Se não for envolver construtoras bem próximas, o senador merece crédito na sua nova missão, advertindo, entretanto, de que uma promessa mal cumprida, pode render-lhe o escarnio devido. O empresário Danilo Damásio fez uma aposta com o senador Ciro Nogueira, de desfilar nu na Avenida Frei Serafim, por não acreditar, na época, na promessa do operoso senador piauiense que bravateava sobre o prazo de conclusão dessa malfadada obra. Três anos se passaram, Ciro ficou desmoralizado e o povo teresinense privado de assistir quão dantesco seria o espetáculo de nudez explicita. Não, Teresina não mereceria tamanho castigo, principalmente sob os olhares de Frei Serafim. Mas Teresina não costuma perdoar o político mentiroso, o falastrão, o pernóstico, que se vale do que é público e usa-o mais em proveito próprio, fazendo, ao contrário, o discurso oportunista. 

Silvio Mendes é convidado para filiar-se ao MDB e lançar-se candidato à prefeitura de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Água suja

A cidade de Muruci dos Portelas parece ter uma vasta plantação de tamarindo e, de repente, todo mundo da cidade resolver fazer refresco. E que vaza pelas torneiras.
Á agua da Agespisa consumida é barrenta.

A conta da água

Charles Sales veio correndo com uma garrafa da agua amarelada para mostrar que a população a tem consumido sem que haja providência da representação local da Agespisa. 
“Mas a conta chega limpinha, limpinha”, denuncia ele.

Compulsão

A revelação do dono da Gol de que também deu muito dinheiro para deputados e senadores, dos mais diferentes partidos, entre os quais, o senador piauiense Ciro Nogueira, só leva a conclusão que essa gente tem compulsão pelas malfeitorias.

O lado sombrio

E essa revelação mostra também mais um lado sombrio da corrupção. Ao pretensamente procurar resolver seus problemas com um parlamentar, o empresário cai numa armadilha, porque terá que se entregar a outros partidos diferentes. 
Como se fosse uma quadrilha especializada que une todos com o mesmo fim.

Custo Brasil

O eleitor termina sabendo que o parlamentar em quem votou se transforma num agente público da corrupção. A vala da sujeira é comum a todos.
Independente dos partidos e da ideologia esses senadores e deputados praticam ações típicas das organizações criminosas.

Buraqueira 

O senador Marcelo Castro devia também se preocupar com a situação das estradas estaduais.  E bem que poderia dar um ânimo ao filhote, que empregou no DER. Para ele ver como está se deteriorando a olhos vistos o asfalto da PI-113. No trecho Teresina-José de Freitas os buracos se acumulam.

Buraqueira 2

Entre José de Freitas e Cabeceiras do Piauí a buraqueira piora, com o agravante de que se espalha pelo anel viário da cidade, construído e inaugurado no governo de Wilson Martins (2010-2014).

Buraqueira 3

No trecho entre Barras, Batalha e Esperantina, mais buracos. A buraqueira entre Batalha e Barras é ainda pior e de Batalha até Esperantina, no qual a estrada vira a BR-222, além dos buracos, segue sem solução à obra da pobre na ladeira do Aposento, a 7 km de Batalha.

Destravando

O Piauí espera que sejam pagos pela União pela venda da Cepisa, R$ 800 milhões. 
O governador aguarda o destravamento de processos burocráticos para desbloquear esse recurso, que é resultado de dividendos contraídos pelo Estado durante processo de federalização.

O lento

O pastor deputado Gessivaldo Isaias diz que não cuida de cargos na sua relação com o governador Wellington Dias. 
É por isso que ele continua esperando o índio chamá-lo. E os apressados estão passando na frente.

O  nome

Marcelo Castro foi visitar Silvio Mendes e o convidou para filiar-se ao MDB e, com isso, candidatar-se a prefeitura de Teresina. 
Como o partido tem Themístocles Filho se movimentando nesse cenário, é preciso perguntar ao senador se ele combinou com o Teté.
Que, parece, tem outros nomes. 

Santa inquisição

O Senador Ciro Nogueira capitaneou, no sábado, evento que chamou de “encontro das oposições unidas em Picos”. O ato contou com a presença dos deputados Nerinho e Belê Medeiros, além dos líderes locais Gil Paraibano e Zé Neri. A grande deliberação da reunião foi a expulsão de dois vereadores do PP que aderiram ao Padre Walmir: Antônio Afonso e Rinaldinho.

Pequenez

O encontro mostra a pequenez do homem público, até pelas declarações do senador contra o prefeito, de cunho pessoal. 
O fato é que o grupo do padre Walmir cada vez se fortalece mais.

Sem motivo

Por falar em Padre Walmir, o recurso que “roda” no Tribunal Regional Eleitoral não é motivo de preocupação. Os fatos elencados na denúncia são idênticos aos da ação da qual saiu vitorioso o prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos. 

Ping-Pong
O jeito é dormir

O irreverente, irrequieto e curioso Charles do Murici, encontra Sérgio Rego, depois da notícia inocentando o delegado em rumoroso caso da polícia do Maranhão. A conversa já vai pra lá de quatro doses de uísque.

Charles: “Rapaz, como é a sensação de ser preso?
Sérgio (não gostando muito da conversa): “A pior sensação possível...”
Charles: “E o que você fazia durante todo dia?”
Sergio: “Hum, o que todo preso faz, dormia, dormia, dormia”.

Colaboração: C.S

Expressas

Até o dia 31 segue em Teresina a Campanha de Vacinação contra a Gripe. Mais de 122 mil pessoas já foram vacinas, o que corresponde a 54,11% da meta.

O Governo Federal lançou um novo edital para o preenchimento de vagas no Programa Mais Médicos. No Piauí devem ser disponibilizadas mais de 84 vagas.

A Academia Piauiense de Letras (APL) lança nesse sábado (18), quatro obras que compõem as coleções ‘Centenário’ e ‘Século XXI’.

O senador Marcelo Castro (MDB) apareceu ontem na ODiaTV e no O Dia prometendo que a duplicação das BRs nas entradas de Teresina vai sair. E ele o faz comprometendo toda a bancada, dizendo que agora os três senadores e os dez deputados fizeram um pacto para levar a coisa a sério. Essa coisa era para ser séria desde quando o... Francamente, já enterraram 110 milhões e sabe Deus lá, em quantos bolsos, e ainda vai faltar perto de 100 milhões para terminar e o senador ainda diz que tem um pacto e o Estado endividou-se, nove anos atrás, junto ao BNDES para fazer obra numa rodovia federal, portanto, de responsabilidade da União, mas terminou engolindo R$ 110 milhões que só não foi transformada em caso policial porque, parece, até agora, os órgãos de controle fingem que nada disso é aqui. Se não for envolver construtoras bem próximas, o senador merece crédito na sua nova missão, advertindo, entretanto, de que uma promessa mal cumprida, pode render-lhe o escarnio devido. O empresário Danilo Damásio fez uma aposta com o senador Ciro Nogueira, de desfilar nu na Avenida Frei Serafim, por não acreditar, na época, na promessa do operoso senador piauiense que bravateava sobre o prazo de conclusão dessa malfadada obra. Três anos se passaram, Ciro ficou desmoralizado e o povo teresinense privado de assistir quão dantesco seria o espetáculo de nudez explicita. Não, Teresina não mereceria tamanho castigo, principalmente sob os olhares de Frei Serafim. Mas Teresina não costuma perdoar o político mentiroso, o falastrão, o pernóstico, que se vale do que é público e usa-o mais em proveito próprio, fazendo, ao contrário, o discurso oportunista. 

Silvio Mendes é convidado para filiar-se ao MDB e lançar-se candidato à prefeitura de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Água suja

A cidade de Muruci dos Portelas parece ter uma vasta plantação de tamarindo e, de repente, todo mundo da cidade resolver fazer refresco. E que vaza pelas torneiras.
Á agua da Agespisa consumida é barrenta.

A conta da água

Charles Sales veio correndo com uma garrafa da agua amarelada para mostrar que a população a tem consumido sem que haja providência da representação local da Agespisa. 
“Mas a conta chega limpinha, limpinha”, denuncia ele.

Compulsão

A revelação do dono da Gol de que também deu muito dinheiro para deputados e senadores, dos mais diferentes partidos, entre os quais, o senador piauiense Ciro Nogueira, só leva a conclusão que essa gente tem compulsão pelas malfeitorias.

O lado sombrio

E essa revelação mostra também mais um lado sombrio da corrupção. Ao pretensamente procurar resolver seus problemas com um parlamentar, o empresário cai numa armadilha, porque terá que se entregar a outros partidos diferentes. 
Como se fosse uma quadrilha especializada que une todos com o mesmo fim.

Custo Brasil

O eleitor termina sabendo que o parlamentar em quem votou se transforma num agente público da corrupção. A vala da sujeira é comum a todos.
Independente dos partidos e da ideologia esses senadores e deputados praticam ações típicas das organizações criminosas.

Buraqueira 

O senador Marcelo Castro devia também se preocupar com a situação das estradas estaduais.  E bem que poderia dar um ânimo ao filhote, que empregou no DER. Para ele ver como está se deteriorando a olhos vistos o asfalto da PI-113. No trecho Teresina-José de Freitas os buracos se acumulam.

Buraqueira 2

Entre José de Freitas e Cabeceiras do Piauí a buraqueira piora, com o agravante de que se espalha pelo anel viário da cidade, construído e inaugurado no governo de Wilson Martins (2010-2014).

Buraqueira 3

No trecho entre Barras, Batalha e Esperantina, mais buracos. A buraqueira entre Batalha e Barras é ainda pior e de Batalha até Esperantina, no qual a estrada vira a BR-222, além dos buracos, segue sem solução à obra da pobre na ladeira do Aposento, a 7 km de Batalha.

Destravando

O Piauí espera que sejam pagos pela União pela venda da Cepisa, R$ 800 milhões. 
O governador aguarda o destravamento de processos burocráticos para desbloquear esse recurso, que é resultado de dividendos contraídos pelo Estado durante processo de federalização.

O lento

O pastor deputado Gessivaldo Isaias diz que não cuida de cargos na sua relação com o governador Wellington Dias. 
É por isso que ele continua esperando o índio chamá-lo. E os apressados estão passando na frente.

O  nome

Marcelo Castro foi visitar Silvio Mendes e o convidou para filiar-se ao MDB e, com isso, candidatar-se a prefeitura de Teresina. 
Como o partido tem Themístocles Filho se movimentando nesse cenário, é preciso perguntar ao senador se ele combinou com o Teté.
Que, parece, tem outros nomes. 

Santa inquisição

O Senador Ciro Nogueira capitaneou, no sábado, evento que chamou de “encontro das oposições unidas em Picos”. O ato contou com a presença dos deputados Nerinho e Belê Medeiros, além dos líderes locais Gil Paraibano e Zé Neri. A grande deliberação da reunião foi a expulsão de dois vereadores do PP que aderiram ao Padre Walmir: Antônio Afonso e Rinaldinho.

Pequenez

O encontro mostra a pequenez do homem público, até pelas declarações do senador contra o prefeito, de cunho pessoal. 
O fato é que o grupo do padre Walmir cada vez se fortalece mais.

Sem motivo

Por falar em Padre Walmir, o recurso que “roda” no Tribunal Regional Eleitoral não é motivo de preocupação. Os fatos elencados na denúncia são idênticos aos da ação da qual saiu vitorioso o prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos. 

Ping-Pong
O jeito é dormir

O irreverente, irrequieto e curioso Charles do Murici, encontra Sérgio Rego, depois da notícia inocentando o delegado em rumoroso caso da polícia do Maranhão. A conversa já vai pra lá de quatro doses de uísque.

Charles: “Rapaz, como é a sensação de ser preso?
Sérgio (não gostando muito da conversa): “A pior sensação possível...”
Charles: “E o que você fazia durante todo dia?”
Sergio: “Hum, o que todo preso faz, dormia, dormia, dormia”.

Colaboração: C.S

Expressas

Até o dia 31 segue em Teresina a Campanha de Vacinação contra a Gripe. Mais de 122 mil pessoas já foram vacinas, o que corresponde a 54,11% da meta.

O Governo Federal lançou um novo edital para o preenchimento de vagas no Programa Mais Médicos. No Piauí devem ser disponibilizadas mais de 84 vagas.

A Academia Piauiense de Letras (APL) lança nesse sábado (18), quatro obras que compõem as coleções ‘Centenário’ e ‘Século XXI’.

Fábrica de cimento O Brasil sem rumo

Mais lidas desse blog