1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Fiquemos de olho
Publicidade

Fiquemos de olho

Quinze anos atrás, a Vale iniciou no Piauí, em Capitão Gervásio Oliveira, uma lavra de pesquisa para explorar uma mina de níquel. O governo estadual fez festa. O falecido CEO da mineradora, Roger Agneli, foi recebido com honras por Wellington Dias (PT), que até mandou fazer uma campanha publicitária intitulada “O Piauí Vale”. A euforia demorou o tempo de se vender uma boa imagem, mas a exploração do minério não avançou. A Vale passou a mina para uma empresa inglesa, a Brazilian Nickel em 2013. Passados seis anos, mais uma etapa dessa novela mineral: a empresa Piauí Níquel Metais S/A pretende iniciar a atividade de extração e beneficiamento de níquel e cobalto, na localidade Brejo Seco zona rural de Capitão Gervásio Oliveira. O empreendimento prevê estruturas de apoio nas zonas rurais dos municípios vizinhos São João do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo e Dom Inocêncio. Uma audiência pública está sendo convocada pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado, dia 18 de junho, em Capitão Gervásio Oliveira para discussão do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para o licenciamento ambiental do empreendimento. Convém que esse encontro seja bem mais que uma formalidade – o que sugere a participação de organismos de fiscalização e controle, como o Ministério Público e integrantes da Assembleia Legislativa. A sucessão de problemas ambientais causados pela mineração em Minas Gerais é uma boa justificativa para tanto.

Atrações nacionais e locais animarão o público nos dias 21 a 30 de Junho na III ExpoTeresina 

Pirâmide de 1 bilhão 

Uma médica do Piauí está entre as centenas de “aplicadores” na Pirâmide financeira maranhense do também médico Abdon Jr. 
Na primeira vez ela aplicou R$ 150 mil por quatro meses. Teve R$ 24 mil de rendimento. 

Calote 

Ela achava que o lucro seria só de R$ 20 mil, mas Abdon informou que os R$ 4 mil seriam pelo pequeno atraso de 10 dias para o resgate. 
A médica achou o negócio (ou Abdon) tão honesto que deixou os R$ 174 mil aplicados, vendeu um apartamento e ainda colocou mais R$ 600 mil na pirâmide. 
Hoje chora e reza para ter de volta só o que investiu. 
Paga até o juro. 

E o meu? 

Pior é a situação de conhecido agiota de Teresina que está com R$ 5 milhões no fogo. Ou melhor, no bolso de Abdon. 

Fundo soberano

Aplicadores desesperados com a iminência de verem seu dinheiro perdido telefonam, fazem ameaças, mas a resposta de Abdon é um primor: 
“Fiquem calmo que um fundo soberano da Arábia Saudita vai depositar na segunda”. 
Aí ele pede paciência até quarta-feira.

Cadastro

Quem for à audiência pública que discutirá os impactos ambientais da mineração de níquel em Capitão Gervásio Oliveira, dia 18 de junho, poderá perguntar se a empresa responsável pela mina fará parte do Cadastro Técnico Estadual de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Naturais.

Legislação

O cadastro foi criado na semana passada por lei estadual sancionada por Wellington Dias. A lei estabelece ainda taxa de fiscalização e controle ambiental.

Privatização

Depois de Teresina, Floriano deve ter privatizado o sistema de abastecimento de água e esgotos. Neste sentido, foi apresentado quase duas semanas atrás o estudo da Fundação Ezute, com sede em São Paulo, ao Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privada do Estado do Piauí.

Aumento

A Agespisa pediu à Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado (Agrespi), autorização para reajustar suas tarifas de água e esgotos. O percentual de reajuste é de 9,21%, devendo valer a partir de 1 de julho até 30 de junho de 2020.

Perdas

A Agespisa fez uma nota técnica para justificar o pedido de reajuste, alegando perdas de R$ 5.567.414,56, entre agosto e novembro do ano passado, em razão de uma defasagem de 5,09% na tarifa.

Pedido aceito

A Agrespi admitiu o reajuste para a estatal, autorizando que a partir de 1 de julho o reajuste de 9,21% sobre as contas de água e saneamento aos consumidores das mais de 160 localidades em que a estatal de saneamento do Piauí atua.

Cuide

Além do reajuste, a Agrespi determinou que a Agespisa solicite em maio de cada ano autorização para reajuste da tarifa, melhore o controle e perda de água, implante um programa de eficiência energética e faça um plano de recuperação de créditos, ou seja, que cobre de quem lhe deve.

ExpoTeresina 

De 21 a 30 de Junho acontece no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde a III ExpoTeresina. O evento contará com shows nacionais e locais. A entrada é gratuita. 

Ping-Pong
O foguete

Conhecido por suas ideias pouco convencionais, delas mirabolantes, como o arranca-toco, horta no telhado alheio, o senador Alberto Silva dá entrevista a Amadeu Campos, na TV Cidade Verde. O apresentador começa a repassar as perguntas dos telespectadores, algumas de matar de rir.

Amadeu: “Tem um telespectador aqui perguntando quando é que o senhor vai lançar o foguete ao Sol”
Alberto: “Espero que o telespectador aí vá na frente para depois prepararmos o projeto”.

Originalmente publicada em 27 de março de 2004.

Expressas

Depois de Regeneração, outro município do Médio Parnaíba a receber cultivo de soja e eucalipto é Tanque do Piauí.

10.348 metros quadrados de calçamento em paralelepípedos serão feitos pela Secretaria das Cidades em Campo Maior. R$ 462.857,37 é o valor a ser gosto pela prefeitura de Palmeira do Piauí para fazer um campo de futebol.

Depois de amanhã será lançada a 11a edição da Procissão das Sanfonas, no Club dos Diários (Espaço Osório Júnior). A partir das 19h. 

Quinze anos atrás, a Vale iniciou no Piauí, em Capitão Gervásio Oliveira, uma lavra de pesquisa para explorar uma mina de níquel. O governo estadual fez festa. O falecido CEO da mineradora, Roger Agneli, foi recebido com honras por Wellington Dias (PT), que até mandou fazer uma campanha publicitária intitulada “O Piauí Vale”. A euforia demorou o tempo de se vender uma boa imagem, mas a exploração do minério não avançou. A Vale passou a mina para uma empresa inglesa, a Brazilian Nickel em 2013. Passados seis anos, mais uma etapa dessa novela mineral: a empresa Piauí Níquel Metais S/A pretende iniciar a atividade de extração e beneficiamento de níquel e cobalto, na localidade Brejo Seco zona rural de Capitão Gervásio Oliveira. O empreendimento prevê estruturas de apoio nas zonas rurais dos municípios vizinhos São João do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo e Dom Inocêncio. Uma audiência pública está sendo convocada pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado, dia 18 de junho, em Capitão Gervásio Oliveira para discussão do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para o licenciamento ambiental do empreendimento. Convém que esse encontro seja bem mais que uma formalidade – o que sugere a participação de organismos de fiscalização e controle, como o Ministério Público e integrantes da Assembleia Legislativa. A sucessão de problemas ambientais causados pela mineração em Minas Gerais é uma boa justificativa para tanto.

Atrações nacionais e locais animarão o público nos dias 21 a 30 de Junho na III ExpoTeresina 

Pirâmide de 1 bilhão 

Uma médica do Piauí está entre as centenas de “aplicadores” na Pirâmide financeira maranhense do também médico Abdon Jr. 
Na primeira vez ela aplicou R$ 150 mil por quatro meses. Teve R$ 24 mil de rendimento. 

Calote 

Ela achava que o lucro seria só de R$ 20 mil, mas Abdon informou que os R$ 4 mil seriam pelo pequeno atraso de 10 dias para o resgate. 
A médica achou o negócio (ou Abdon) tão honesto que deixou os R$ 174 mil aplicados, vendeu um apartamento e ainda colocou mais R$ 600 mil na pirâmide. 
Hoje chora e reza para ter de volta só o que investiu. 
Paga até o juro. 

E o meu? 

Pior é a situação de conhecido agiota de Teresina que está com R$ 5 milhões no fogo. Ou melhor, no bolso de Abdon. 

Fundo soberano

Aplicadores desesperados com a iminência de verem seu dinheiro perdido telefonam, fazem ameaças, mas a resposta de Abdon é um primor: 
“Fiquem calmo que um fundo soberano da Arábia Saudita vai depositar na segunda”. 
Aí ele pede paciência até quarta-feira.

Cadastro

Quem for à audiência pública que discutirá os impactos ambientais da mineração de níquel em Capitão Gervásio Oliveira, dia 18 de junho, poderá perguntar se a empresa responsável pela mina fará parte do Cadastro Técnico Estadual de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Naturais.

Legislação

O cadastro foi criado na semana passada por lei estadual sancionada por Wellington Dias. A lei estabelece ainda taxa de fiscalização e controle ambiental.

Privatização

Depois de Teresina, Floriano deve ter privatizado o sistema de abastecimento de água e esgotos. Neste sentido, foi apresentado quase duas semanas atrás o estudo da Fundação Ezute, com sede em São Paulo, ao Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privada do Estado do Piauí.

Aumento

A Agespisa pediu à Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado (Agrespi), autorização para reajustar suas tarifas de água e esgotos. O percentual de reajuste é de 9,21%, devendo valer a partir de 1 de julho até 30 de junho de 2020.

Perdas

A Agespisa fez uma nota técnica para justificar o pedido de reajuste, alegando perdas de R$ 5.567.414,56, entre agosto e novembro do ano passado, em razão de uma defasagem de 5,09% na tarifa.

Pedido aceito

A Agrespi admitiu o reajuste para a estatal, autorizando que a partir de 1 de julho o reajuste de 9,21% sobre as contas de água e saneamento aos consumidores das mais de 160 localidades em que a estatal de saneamento do Piauí atua.

Cuide

Além do reajuste, a Agrespi determinou que a Agespisa solicite em maio de cada ano autorização para reajuste da tarifa, melhore o controle e perda de água, implante um programa de eficiência energética e faça um plano de recuperação de créditos, ou seja, que cobre de quem lhe deve.

ExpoTeresina 

De 21 a 30 de Junho acontece no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde a III ExpoTeresina. O evento contará com shows nacionais e locais. A entrada é gratuita. 

Ping-Pong
O foguete

Conhecido por suas ideias pouco convencionais, delas mirabolantes, como o arranca-toco, horta no telhado alheio, o senador Alberto Silva dá entrevista a Amadeu Campos, na TV Cidade Verde. O apresentador começa a repassar as perguntas dos telespectadores, algumas de matar de rir.

Amadeu: “Tem um telespectador aqui perguntando quando é que o senhor vai lançar o foguete ao Sol”
Alberto: “Espero que o telespectador aí vá na frente para depois prepararmos o projeto”.

Originalmente publicada em 27 de março de 2004.

Expressas

Depois de Regeneração, outro município do Médio Parnaíba a receber cultivo de soja e eucalipto é Tanque do Piauí.

10.348 metros quadrados de calçamento em paralelepípedos serão feitos pela Secretaria das Cidades em Campo Maior. R$ 462.857,37 é o valor a ser gosto pela prefeitura de Palmeira do Piauí para fazer um campo de futebol.

Depois de amanhã será lançada a 11a edição da Procissão das Sanfonas, no Club dos Diários (Espaço Osório Júnior). A partir das 19h. 

No tempo do pau de arara O risco Perillo

Mais lidas desse blog