1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Crimes sem castigo
Publicidade

Crimes sem castigo

O caso dos envolvidos com a grilagem de terra em Luís Correia vai muito além dos fatos que foram postos até aqui, nas investigações iniciais, e colocadas na imprensa. Só por isso mesmo, nos pedidos de prisão do empresário Luiz Neto, e de outros envolvidos, pode esconder outros fatos ilícitos, além daqueles que motivaram diversos pedidos de busca e apreensão em escritórios e residências. Pelos teores das gravações divulgadas no Piauí TV da TV Clube, e pelas revelações do chefe do Gaeco, promotor de Justiça Rômulo Cordão, pode-se verificar que a questão avança bem além da dita organização criminosa e dos crimes de esbulho possessório, fraude em documentos, e outros equivalentes, como corrupção ativa e passiva. Os fatos graves apontados avançam também por violação de sigilo funcional, obstrução de justiça, prevaricação, dentre outros. Por exemplo, o secretário de segurança, deputado-capitão Fábio Abreu, precisa urgentemente vir a público esclarecer o envolvimento eventual de seu nome em acobertamento dos fatos, porque, pela conversa entre Luiz Neto, um dos acusados e Apoena Machado, um dos advogados envolvidos na trama, percebe-se claramente que esperam do secretário de segurança a transferência do delegado titular de Luís Correia, Maikon Kaestner, e a subsequente nomeação de outro delegado, no caso, Eduardo Ferreira, que viesse a favorecê-los com acobertamento de todas as investigações, encerrando-as sem indiciamento de nenhum deles. Pelo que se pode verificar, o Ministério Público, através do promotor comandante do Gaeco, Rômulo Cordão, muito mais trabalho existe, porque o aparelho policial parece contaminado de segmentos pouco confiáveis, tanto na parte das investigações, como, pelo que se pode comprovar, também na fase de aplicação de medidas coercitivas ou de coleta de provas, que bem podem macular todo o processo de investigação e de punição contra os responsáveis. Dentro dessa lógica, pelo desejo de Luiz Neto, marido da delegada Cassandra Morais Sousa, na conversa que teve com ela (recebendo a informação privilegiada de que sua prisão havia sido decretada), este seria somente mais um dos muitos crimes sem o castigo devido. 

Vereador Edson Melo propõe horários distintos para os discursos dos governistas e dos oposicionistas, na Câmara de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Lá vai!

Já se tem conhecimento de que os órgãos de controle têm pistas sobre o desvio de verbas do seguro defeso destinado aos pescadores da região norte.
O foco está nas cidades de Madeiro, Campo Largo, Nossa Senhora dos Remédios, Joca Marques, Morro do Chapeu, Matias Olimpio, São João do Arraial e Barras.
O cabeça do esquema teria vazado para Pernambuco. Hilário, não?

Não foi ele

Em nota à coluna, o juiz João Bittencourt informa que Wallison Jhonantan Rodrigues de Sousa foi condenado a uma pena de 5 anos e 4 meses, dia 19 de março de 2019, por roubo majorado, na 3ª Vara Criminal de Teresina. E, na decisão, o juiz diz que em nenhum momento determinou transferência do preso para a Colônia Agrícola Penal Major César.

E quem foi?

Na nota Bittencourt reforça, portanto, que este caso difere do processo relacionado ao assassinato do Major Mayron Moura Soares, no qual Wallinson foi condenado por latrocínio.
Afinal de contas, quem, então, transferiu o assassino do presídio em regime fechado para regime semiaberto?

Do nada...

Governador Wellington Dias autorizou a pavimentação da estrada que liga Cocal. Salvo erro por excesso de zeros, fala-se no investimento de R$ 16 milhões na obra. 
Uma estrada que vai do nada para lugar nenhum.

Visita indigesta

O secretário de Fazenda de Parnaíba Gil Borges recebeu inusitada visita, ontem: oficial de justiça cumpria mandado de busca e apreensão de seu aparelho celular, por suspeitar que Gil teria ligação com o delegado Eduardo Ferreira, alvo de investigações do Gaeco, sobre grilagem de terras.

Paraíso ecológico

Gil Borges chegou a dizer que sequer conhece Eduardo Ferreira e, portanto, não vê razão para o sequestro do seu telefone. 
Ironizando o fato, Gil diz que tem terras, mas é em Buriti dos Lopes, onde mantem uma grande reserva ecológica.
Que está grilada, mas por milhares de marrecos, patos, gansos, avoantes,  e outros tipos de animais silvestres.

Investigue

Está na hora de o corregedor geral de justiça dar uma passada pelo fórum bem ao lado do Tribunal de Justiça, parando em varas criminais e, de preferência, nas varas da família. 
Um simples pedido de liminar mofa na prateleira por meses.  

Caso de visita

E veja: trata-se de um caso de regulamentação de visita, onde a parte se vê privada de ver sua filha por imposição da outra. 
Rubem Barrichelo quando corria era mais célere. 

Segurança

O governo comemora: pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, em parceria com o Fórum Brasileira de Segurança Pública, confirmou redução de 10,9% da taxa de homicídios no Piauí. De 2016 para 2017, a taxa de homicídios no Estado passou de 21,8 para 19,4 para cada grupo de 100 mil habitantes. 
É o menor índice do Nordeste e o terceiro menor do Brasil, atrás de Santa Catarina e São Paulo.

Empréstimo

A Câmara Municipal de Teresina aprovou autorização para que a prefeitura de Teresina contraia empréstimo de R$ 92 milhões juntos à Caixa Econômica Federal.
Serão investidos em obras de drenagem e saneamento na capital.

Empréstimo 2

Vereadores que todo dia subiam à tribuna para criticar os empréstimos de Wellington Dias para fazer calçamento se calaram.

Manobra boba

A oposição ao prefeito Firmino Filho na Câmara Municipal acusou a base governista de realizar manobra para impedi-los de falar durante sessão que autorizou empréstimo para o município.
Cinco vereadores se inscreveram para falar e na hora de tomarem a palavra, desistiram.

Mudança no regimento

O vereador Edson Melo já se adiantou e vai propor mudança no regimento interno da casa para acabar com o chamado “madrugadão”, como são chamados os vereadores que chegam por lá cinco horas  da manhã para se inscrever para o discurso.
Meio esquisito, mas a ideia do vereador é fixar momento de fala para base e para oposição.

Vendendo Inteligência

Após audiência pública que se discutiu o corte de verbas para a educação, o deputado Francisco Limma, do PT, informou que vai solicitar do MEC informações a respeito de faculdades piauienses que foram vendidas para grupos estrangeiros.
Limma diz estar desconfiado de que Bolsonaro está sucateando a educação pública para privilegiar grupos do exterior. “Estão entregando a nossa Inteligência”, disse o deputado.
Esse voou alto na imaginação.  

Ping-Pong
Festa de graça

Marcos Damasceno comparece à festa do Demerci. Festa pequena, povo pouco, mas tudo bem organizado. E de graça.

Demerci: “Obrigado pela sua presença...”
Damasceno: “Adoro estas festas que a gente não paga para entrar e ainda não gasta com nada”.

Expressas

A Secretaria de Saúde do Piauí investiga 40 casos suspeitos de malária no município de Joca Marques, distante 254 km de Teresina.

Na próxima segunda-feira (10), chega em Teresina o espetáculo Teatro Eu Consigo, um teatro móvel que leva cultura e arte a várias partes do Brasil.

As sessões são gratuitas até o dia 14 e serão realizadas no Parque da Cidadania em quatro horários: 8h30, 10h, 14h e 15h30.

O caso dos envolvidos com a grilagem de terra em Luís Correia vai muito além dos fatos que foram postos até aqui, nas investigações iniciais, e colocadas na imprensa. Só por isso mesmo, nos pedidos de prisão do empresário Luiz Neto, e de outros envolvidos, pode esconder outros fatos ilícitos, além daqueles que motivaram diversos pedidos de busca e apreensão em escritórios e residências. Pelos teores das gravações divulgadas no Piauí TV da TV Clube, e pelas revelações do chefe do Gaeco, promotor de Justiça Rômulo Cordão, pode-se verificar que a questão avança bem além da dita organização criminosa e dos crimes de esbulho possessório, fraude em documentos, e outros equivalentes, como corrupção ativa e passiva. Os fatos graves apontados avançam também por violação de sigilo funcional, obstrução de justiça, prevaricação, dentre outros. Por exemplo, o secretário de segurança, deputado-capitão Fábio Abreu, precisa urgentemente vir a público esclarecer o envolvimento eventual de seu nome em acobertamento dos fatos, porque, pela conversa entre Luiz Neto, um dos acusados e Apoena Machado, um dos advogados envolvidos na trama, percebe-se claramente que esperam do secretário de segurança a transferência do delegado titular de Luís Correia, Maikon Kaestner, e a subsequente nomeação de outro delegado, no caso, Eduardo Ferreira, que viesse a favorecê-los com acobertamento de todas as investigações, encerrando-as sem indiciamento de nenhum deles. Pelo que se pode verificar, o Ministério Público, através do promotor comandante do Gaeco, Rômulo Cordão, muito mais trabalho existe, porque o aparelho policial parece contaminado de segmentos pouco confiáveis, tanto na parte das investigações, como, pelo que se pode comprovar, também na fase de aplicação de medidas coercitivas ou de coleta de provas, que bem podem macular todo o processo de investigação e de punição contra os responsáveis. Dentro dessa lógica, pelo desejo de Luiz Neto, marido da delegada Cassandra Morais Sousa, na conversa que teve com ela (recebendo a informação privilegiada de que sua prisão havia sido decretada), este seria somente mais um dos muitos crimes sem o castigo devido. 

Vereador Edson Melo propõe horários distintos para os discursos dos governistas e dos oposicionistas, na Câmara de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Lá vai!

Já se tem conhecimento de que os órgãos de controle têm pistas sobre o desvio de verbas do seguro defeso destinado aos pescadores da região norte.
O foco está nas cidades de Madeiro, Campo Largo, Nossa Senhora dos Remédios, Joca Marques, Morro do Chapeu, Matias Olimpio, São João do Arraial e Barras.
O cabeça do esquema teria vazado para Pernambuco. Hilário, não?

Não foi ele

Em nota à coluna, o juiz João Bittencourt informa que Wallison Jhonantan Rodrigues de Sousa foi condenado a uma pena de 5 anos e 4 meses, dia 19 de março de 2019, por roubo majorado, na 3ª Vara Criminal de Teresina. E, na decisão, o juiz diz que em nenhum momento determinou transferência do preso para a Colônia Agrícola Penal Major César.

E quem foi?

Na nota Bittencourt reforça, portanto, que este caso difere do processo relacionado ao assassinato do Major Mayron Moura Soares, no qual Wallinson foi condenado por latrocínio.
Afinal de contas, quem, então, transferiu o assassino do presídio em regime fechado para regime semiaberto?

Do nada...

Governador Wellington Dias autorizou a pavimentação da estrada que liga Cocal. Salvo erro por excesso de zeros, fala-se no investimento de R$ 16 milhões na obra. 
Uma estrada que vai do nada para lugar nenhum.

Visita indigesta

O secretário de Fazenda de Parnaíba Gil Borges recebeu inusitada visita, ontem: oficial de justiça cumpria mandado de busca e apreensão de seu aparelho celular, por suspeitar que Gil teria ligação com o delegado Eduardo Ferreira, alvo de investigações do Gaeco, sobre grilagem de terras.

Paraíso ecológico

Gil Borges chegou a dizer que sequer conhece Eduardo Ferreira e, portanto, não vê razão para o sequestro do seu telefone. 
Ironizando o fato, Gil diz que tem terras, mas é em Buriti dos Lopes, onde mantem uma grande reserva ecológica.
Que está grilada, mas por milhares de marrecos, patos, gansos, avoantes,  e outros tipos de animais silvestres.

Investigue

Está na hora de o corregedor geral de justiça dar uma passada pelo fórum bem ao lado do Tribunal de Justiça, parando em varas criminais e, de preferência, nas varas da família. 
Um simples pedido de liminar mofa na prateleira por meses.  

Caso de visita

E veja: trata-se de um caso de regulamentação de visita, onde a parte se vê privada de ver sua filha por imposição da outra. 
Rubem Barrichelo quando corria era mais célere. 

Segurança

O governo comemora: pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, em parceria com o Fórum Brasileira de Segurança Pública, confirmou redução de 10,9% da taxa de homicídios no Piauí. De 2016 para 2017, a taxa de homicídios no Estado passou de 21,8 para 19,4 para cada grupo de 100 mil habitantes. 
É o menor índice do Nordeste e o terceiro menor do Brasil, atrás de Santa Catarina e São Paulo.

Empréstimo

A Câmara Municipal de Teresina aprovou autorização para que a prefeitura de Teresina contraia empréstimo de R$ 92 milhões juntos à Caixa Econômica Federal.
Serão investidos em obras de drenagem e saneamento na capital.

Empréstimo 2

Vereadores que todo dia subiam à tribuna para criticar os empréstimos de Wellington Dias para fazer calçamento se calaram.

Manobra boba

A oposição ao prefeito Firmino Filho na Câmara Municipal acusou a base governista de realizar manobra para impedi-los de falar durante sessão que autorizou empréstimo para o município.
Cinco vereadores se inscreveram para falar e na hora de tomarem a palavra, desistiram.

Mudança no regimento

O vereador Edson Melo já se adiantou e vai propor mudança no regimento interno da casa para acabar com o chamado “madrugadão”, como são chamados os vereadores que chegam por lá cinco horas  da manhã para se inscrever para o discurso.
Meio esquisito, mas a ideia do vereador é fixar momento de fala para base e para oposição.

Vendendo Inteligência

Após audiência pública que se discutiu o corte de verbas para a educação, o deputado Francisco Limma, do PT, informou que vai solicitar do MEC informações a respeito de faculdades piauienses que foram vendidas para grupos estrangeiros.
Limma diz estar desconfiado de que Bolsonaro está sucateando a educação pública para privilegiar grupos do exterior. “Estão entregando a nossa Inteligência”, disse o deputado.
Esse voou alto na imaginação.  

Ping-Pong
Festa de graça

Marcos Damasceno comparece à festa do Demerci. Festa pequena, povo pouco, mas tudo bem organizado. E de graça.

Demerci: “Obrigado pela sua presença...”
Damasceno: “Adoro estas festas que a gente não paga para entrar e ainda não gasta com nada”.

Expressas

A Secretaria de Saúde do Piauí investiga 40 casos suspeitos de malária no município de Joca Marques, distante 254 km de Teresina.

Na próxima segunda-feira (10), chega em Teresina o espetáculo Teatro Eu Consigo, um teatro móvel que leva cultura e arte a várias partes do Brasil.

As sessões são gratuitas até o dia 14 e serão realizadas no Parque da Cidadania em quatro horários: 8h30, 10h, 14h e 15h30.

O concurso de promotor 2 Confusão desnecessária

Mais lidas desse blog