1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Adeus ao fundão!
Publicidade

Adeus ao fundão!

Essas eleições de primeiro turno, além de tirarem mandatos, estão também provocando verdadeira reviravolta nos partidos e, como se pode dizer, tirando o doce da ‘boca das crianças’. Quem estava vivendo da verba do milionário fundo partidário, vai ficar a pão e água. O partido que for extinto, não mais receberá esse fabuloso óbolo. Então, vejamos: 14 dos 33 partidos estão ameaçados de desaparecerem porque ficaram abaixo da cláusula de barreira, mesmo elegendo um governador, nove deputados em vários Estados, como o histórico PCdoB, e ainda que tenha cinco deputados federais, como é o caso do Patriota, do candidato Cabo Daciolo. Aqui no Piauí, apesar de eleger um deputado estadual, Evaldo Gomes e um federal, a doutora Marina, o PTC terá que se fundir a outra legenda, porque vai sumir no mapa, da mesma forma o PRTB, que tem uma cadeira na Assembleia Legislativa, com a reeleição do deputado Fernando Monteiro.  Portanto, além de PTC, PRTB, Patriota e PCdoB, vão sumir PHS, PRP, PMN, PTC, Rede, PPL, DC, PMB, PCB, PSTU e PCO. A dor grande, para todos esses políticos, é que eles não terão mais acesso ao milionário fundo partidário e ficarão sem direito ao horário na TV. Esse fundo, de mais de R$ 1 bilhão, derramou dinheiro para os espertos dirigentes desses partidos ditos nanicos que gastaram mais em beneficio próprio, comprando carrões importados, apartamentos, do que investindo no próprio interesse partidário. Realmente, esses dirigentes vão sentir falta dessa preciosa fonte de recursos.

Deputado José Santana vai ser senador por um mês (Foto: Portal AZ)

Pegue légua!

De hoje para alguns dias é tempo de urubu voar baixo e da casa de uma deputada federal correr o risco de cair.
O Ministério Público está requerendo medidas cautelares para, quem sabe, fazer alguma investigação em órgãos governistas. 
Lá vem. 

Virou moda

Depois do partido ‘Progressistas’, a maioria dos partidos – os grandes, principalmente – está anunciando que vai manter ‘neutralidade’ no segundo turno, mas liberando seus filiados para votarem em quem quiserem. 
Assim é bom. Ao final, todos estarão no governo. Seja quem for o vitorioso. 

Bolsonaro

Os irmãos Eduardo Bolsonaro e Flávio Bolsonaro estarão no Piauí fazendo campanha para o pai, Jair, à presidência da República. 
Mas, ao contrário do que se anunciou, que seria dia 20, a data ainda está por ser definida. 

Estratégia

Essa é uma questão de estratégia, deixar em aberto o dia da visita dos irmãos Bolsonaro. 
Por um detalhe muito simples: para evitar que chegue aqui gente do mundo todo, sequiosa para ajudar, de olho num lugar à sombra do poder. 
Óbvio. Óbvio. 

Barreira

O ex-deputado federal Osmar Jr vai a hoje a Brasília para, na cúpula do PCdoB, decidir a qual partido a legenda comunista será fundida. 
Porque o partido tende a desaparecer, apesar de ter um governador, o maranhense Flávio Dino e nove deputados federais, por não ter atingido a clausula de desempenho.

Fora de foco

Osmar Jr lamenta, hoje, o fim do PCdoB, uma legenda histórica. Até justifica que isso pode ter ocorrido porque tanto ele como os demais dirigentes do partido se preocuparam mais com a eleição presidencial. 

Comando

No Piauí, o PCdoB nem tinha candidato às eleições proporcionais. Mas Osmar Jr estava muito engajado na campanha como um dos influentes coordenadores da eleição de Wellington Dias. 

Falta do que fazer 

O procurador eleitoral Patrício Noé está requerendo na Justiça Eleitoral a impugnação da 486ª seção eleitoral. Aquela onde Dr. Pessoa fez uma confusão danada ao dizer que não viu o seu número na hora de votar. 
Ou seja, ele sequer soube votar. 

Preciosismo

O procurador eleitoral labora num preciosismo sem tamanho: a patuscada do candidato não violou o sigilo da votação até porque na urna eletrônica se você não digita os números dos candidatos, ninguém sabe em quem votou. 
E ninguém vê, dali da cabine de votação, os votos dos que já votaram. Perda de tempo, Noé.

Devassidão

O procurador eleitoral alega que na hora do voto (ou não voto) de Pessoa, o cantor Frank Aguiar e vários repórteres se encontravam dentro da cabine. Um absurdo de afirmação.  A cabine mal cabe uma pessoa. 
Noé devia poupar o contribuinte de tanto gasto com suas peças jurídicas. 

Senador Zé

Com a eleição de Regina Sousa para vice-governadora do Piauí abre-se a possibilidade de o segundo suplente, Zé Santana (MDB) assumir o mandato por um mês. Regina precisa renunciar ao mandato até 31 de dezembro para assumir sua nova função.

30 dias

Zé Santana vai precisar renunciar ao mandato de deputado estadual conquistado 2014 para ficar um mês no Senado, entre 1º de janeiro e 1º de fevereiro de 2019. Para ele não será prejuízo, porque no dia 1º de fevereiro começa o seu novo mandato na Assembleia.

Quem é?

E aí o suplente de Santana na Assembleia Legislativa pode se apresentar. Vai ganhar um mês de salário. 

Ping-Pong

Deputada novata 

Eleita deputada estadual no domingo, na segunda-feira às 5h30 a vereadora Teresa Britto já estava na frente da Assembleia Legislativa. Eis que vai passando o Miguel, olheiro e fiel escudeiro de Themístocles Filho.
Miguel: “Deputada, a senhora já veio tomar posse?”
Teresa: “Não, eu vim dar entrevista pra TV Clube, mas daqui a pouco eu vou dar uma olhadinha no plenário, me espere aí...”.

Expressas 

Dividida em duas etapas, a 63ª rodada de leilão de biodiesel arrecadou R$ 2,71 bilhões, informou a Agência Nacional do Petróleo (ANP). 

A avenida Frei Serafim será interditada amanhã, a partir das 6h, no sentido centro/zona Leste por causa da celebração eucarística, na Praça da Liberdade, ao lado do Convento São Benedito.

A Polícia Federal deflagrou ontem três ações simultâneas para investigar e coibir crimes relacionados às eleições de 2018. 

Bem na foto Estratégias de cada um

Mais lidas desse blog