1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Estética, vaidade e óbito
Publicidade

Estética, vaidade e óbito

Em recentes matérias veiculadas na mídia brasileira, tem-se uma assustadora quantidade de denúncias de pacientes que se submeteram a procedimentos estéticos e em seguida foram pegos de surpresa por alguma complicação ou, infelizmente, pela morte. Seria reflexo da “pressão” exercida em cima de padrões de beleza corporal? Bem, se sim, fica à disposição do público o resultado de ceder a tal pressão. É estarrecedor o que se é capaz de fazer em nome da beleza e da aceitação social, quase que uma obrigação a todos imposta, que leva vítimas dos médicos (leia-se: bacharéis desajuizados e gananciosos) a se prestarem a procedimento invasivo, cheio de risco, realizado em local impróprio e com produtos e técnicas sabidamente condenáveis. Corpo magro, cintura fina e bumbum grande, cabelo volumoso, pele bronzeada e unhas falsas, dentes falsos, lentes que mudam a cor dos olhos, batom tatuado na boca e sobrancelha escurecida, maquiagem corretiva e muita, muita gente disposta a pagar caro pela beleza valorizada aos olhos alheios porque, os olhos próprios não enxergam a desnecessidade de seguir padrão, de ser artificial e de ter medo da opinião externa. Naturalmente, vive-se em uma sociedade livre, mas não tão justa e menos ainda solidária. Sociedade capaz de desprezar a beleza natural da mulher que se permite viver independente da padronização criada e exercida em ordem de batalha. Tom Jobim, da melhor maneira possível nos esclarece – se ela soubesse – da graça que é ser uma mulher, da dádiva que torna o mundo mais lindo e cheio de amor, mas atenção: se ela soubesse! O que revela que ela ainda não sabe, e sem perder as esperanças, espera-se que ela, mesmo enganada pelo padrão, descubra e logo que é a coisa mais linda que já se viu passar, sem precisar da maquiagem. (A autora é a estudante de Direito Carolayne Alencar de Morais, 10° período do Centro Universitário Santo Agostinho).

Michel Temer visitará Parnaíba nessa sexta-feira. Na agenda, liberação de recursos para os tabuleiros litorâneos (Foto: Reprodução)

Michel no Piauí

Michel Temer vai a Parnaíba anunciar recursos para os Tabuleiros Litorâneos. 
Está aí a força do deputado federal Heráclito Fortes, que há pelo menos três semanas trouxe os ministros Moreira Franco e Antônio de Pádua Andrade para conhecer o espaço. 
Andrade anunciou a liberação de R$ 35 milhões.

Mão Santa

Quem está faturando com isso é o prefeito Mão Santa que ganhou de presente os recursos para tocar uma grande obra, aquela que se pode chamar ‘obra estruturante’, que parou a construção ainda no início. 
Os tabuleiros, produzindo o que se espera tirarão o Piauí da dependência de produtos hortifrutigranjeiros de outros Estados.

Tropeços cavalares

Como diria o filósofo Mão Santa, a ignorância é audaciosa. 
Volta e meia se vê na mídia (principalmente portais), tolices como: “TCE suspende licitação milionária da Setrans...”
TCE não tem poder algum para determinar, suspender, proibir, mandar...Apenas recomenda, aconselha, sugere.

Tropeços cavalares 2

Da mesma fonte dessa ignorância, volta e meia se lê “MP condena prefeito corrupto”.
MP não condena coisa nenhuma. Na sua função, investiga, denuncia, sugere, solicita a punição para o suposto culpado.

Eles se acham

Mas também tem procurador, promotor de Justiça bem atrevido que acham que mandam, numa total inversão de funções. 

É, né?

Tem sido desesperador para ouvidos atentos, os cacoetes, os vícios de linguagem, de certos repórteres, apresentadores, locutores, de noticiosos nos rádios. 
A apresentadora, quando comenta, deslancha no “É”, “né fulano!?”.

Aí, né!

O repórter de rádio de Teresina, quando relata um crime, por exemplo, abunda no aí. 
“foi assassinado aí em Picos (olha só, Picos, a mais de 300km, é bem aí!), um sujeito pego roubando. Aí na investigação, o delegado fez o relatório, aí ele informou o caso, aí disse que aí na cidade a bandidagem anda solta, aí”.

Olha aí, Teté

Marcelo Castro prometeu, segundo a mídia, destinar seus ‘colégios’ eleitorais, os feudos, dos votos de cabresto, nos grotões, para Marco Aurélio, filho de Themistocles. Uma compensação à trairagem feita ao pai do menino, rifado da vaga de vice-governador. 
Mas na vida real, já destinou João Melancia (Varzea Branca) e Edilberto (de Flores), para Mainha.
Acaba não, mundão!

Greve? Onde?

Há pelo menos dois meses que os professores da rede estadual de ensino paralisaram suas atividades. Isto é, não há aula nas escolas públicas, com risco de já ter comprometido o ano letivo. 
Das duas uma: ou o ensino público estadual não vale nada, sem qualquer importância ou há um grande desleixo quanto à busca da solução para tal problema.

Avestruz

Enquanto isso, com o governador já em plena campanha por um quarto mandato, tem gente fazendo que nem a avestruz, enterrando a cabeça na areia, fingindo que esse drama da educação não é aqui. 
Filho de pobre sofre. E como sofre. 

Pouca vergonha

Você quer saber o exemplo inacabado de descaso, verdadeira irresponsabilidade, no tocante a uma obra pública?
Veja o caso dos reparos iniciados tempos atrás, na ponte que liga Parnaíba a cidade de Ilha Grande. E hoje, paralisados, criando problemas para o tráfego na área. 
Aquilo lá é a essência de tudo aquilo que não deve ser feito.

TCE-PI no litoral

Está tudo preparado para, dia 25 de agosto, o presidente do TCE-PI, Olavo Rebelo, inaugurar a sede da Regional do TCE-PI de Parnaíba. 
A regional funciona hoje em um espaço provisório no Shopping Parnaíba.

Coisa nova

É a primeira das três regionais que o Tribunal está colocando em funcionamento no interior do Estado. 
As outras duas estão sendo instaladas em Picos e em Bom Jesus.

Fiscalização

A Regional de Parnaíba já atua desde janeiro no atendimento a gestores e cidadãos e na fiscalização e acompanhamento de obras, licitações e outros serviços nos municípios da região da Planície Litorânea.

Área de atuação

São fiscalizados por essa regional, Parnaíba, Luís Correia, Ilha Grande, Buriti dos Lopes, Bom Princípio do Piauí, Cajueiro da Praia, Murici dos Portelas, Caraúbas do Piauí, Caxingó, Cocal, Joaquim Pires e Cocal dos Alves.
A Regional de Picos, segundo Olavo Rebelo, começa a funcionar em agosto.

Ping-Pong 

A cara de dor

Wellington Dias fala, em vídeo, sobre a chapa majoritária. Enquanto ele fala, o deputado Marcelo Castro dá a impressão de que está sentindo alguma coisa de ruim ou estaria tentando segurar a gargalhada. Abelardo chama a atenção de Feitosão.
Abelardo: “Eu pensei que o Marcelo ia se derreter numa gargalhada quando o Wellington disse que ele será o primeiro senador e o Ciro o segundo...”
Feitosão: “Pois com aquela cara de dor eu acho que ele estava rezando pro Wellington terminar para ganhar o banheiro”.

Expressas 

O Veículo Leve Sobre Trilhos de Teresina parou de funcionar quando passava sobre os trilhos na estrutura da avenida Maranhão, ontem. 

A Setrans (Secretaria de Estado dos Transportes) e a CMTP (Companhia Metropolitana de Transporte Público) esclareceram, por meio de nota, que o veículo está dentro do prazo para testes estabelecido em contrato. 

O vereador R.Silva (Progressistas) e Nilson Cavalcante (Avante) apresentaram na Câmara Municipal de Teresina uma proposta para que seja proibida a venda e o consumo de bebida alcóolica nos postos de combustíveis da capital. 

Um passo atrás O campo envelhece

Mais lidas desse blog


Publicidade