1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A batalha que Ciro perdeu
Publicidade

A batalha que Ciro perdeu

Na disputa política, mesmo sem voto (não se reelegeu), Heráclito consegue derrotar o poderoso senador Ciro Nogueira e, no apagar das luzes de 2018, tirar do senador o gostinho de ver no TRE um amigo seu e, emplacar também, o juiz substituto do TRE-PI. Além de Thiago Férrer, para juiz, o presidente Michel Temer nomeou o advogado Alessandro Lopes, para juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. No que pese o bom currículo de cada um dos advogados candidatos, a questão política foi a que mais influenciou, como sempre. Hábil articulador, Heráclito foi, dos três padrinhos, o mais forte junto ao Palácio do Planalto a ponto de dar uma ‘mãozinha’ a Elmano Férrer para conseguir a nomeação de Thiago, sobrinho do senador. Foi ai a esparrela de Ciro Nogueira. Ele perdeu a indicação de Mário Roberto, porque Heráclito preferiu apoiar o nome de Thiago Férrer. Além de Thiago, Heráclito também emplacou o nome do advogado Alessandro Lopes, para juiz substituto. Tido como todo poderoso no governo Michel Temer, para conseguir liberações de verbas durante e depois da campanha eleitoral, Ciro Nogueira sai pequeno dessa disputa. Ele queria que o juiz titular do TRE fosse Mário Roberto Araújo, conhecido e um dos bons advogados de Teresina. Mas o que se diz nos corredores do Palácio do Planalto é que Heráclito, que poderia indicar Raimundo Carneiro, terminou se aliando a Elmano Férrer em favor de Thiago Férrer. Sem Heráclito, Elmano não conseguiria a vaga para o sobrinho. Como Heráclito e Ciro são inimigos, e vendo que Raimundo Carneiro não ganhou a simpatia do ministro da Justiça Torquato Jardim, por já estar juiz na justiça eleitoral do Piauí há alguns anos, Heráclito preferiu aliar-se a Elmano e terminou conseguindo as duas vagas. O juiz substituto Alessandro Lopes é um jovem, porém experiente e conhecido advogado piauiense, com bom transito nos tribunais do Piauí e de Brasília. Age silenciosamente, mas sempre se ouviu com honestidade. 

Thiago Férrer e Alessandro Lopes são os dois novos juízes titular e substituto do TRE-PI (Fotos: reprodução internet)

O peru do senador

Ou melhor, o peru que serviram ao senador Ciro Nogueira nessa passagem de ano, assou além da conta. 
Transformou-se num prato indigesto, em cuja mesa, ele não deve ter contado com a companhia do amigo Mário Roberto.

Sem poder 

Ciro lutou como pode em Brasilia para que Michel Temer nomeasse Mario Roberto juiz do TRE do Piauí. Viu, depois que leu o diário oficial do dia 28 último, que nem sempre pode tudo.
A culpa foi do Heráclito Fortes. 

A vingança

Como se diz nas rodas do Bom de Bola que Ciro tirou votos de Heráclito Fortes para deputado federal, chegou a vez de Fortes lhe dar o troco. 
Tirou-lhe um cargo no TRE que, seguramente, lhe fará falta no futuro.

Triste destino 

O capixaba Gerson Camata quando era congressista foi o autor da lei do desarmamento. 
Morreu atingido por uma bala. 

Segurança doida 

Parece que a turma que faz a guarda do governador Wellington Dias surtou. 
Porque pelo esquema de segurança para hoje, na posse do homem, até parece que ele (e não Bolsonaro) é que está sendo ameaçado.

Bônus

A pequena cidade de Madeiro (8,2 mil moradores) pagará no 1º dia útil de 2019 um bônus de R$ 1 mil aos seus professores. É uma espécie de 14º salário, segundo explicou o prefeito local, Zé Neto, do Progressistas.

Bônus dobrado 

Mais exagerado é o prefeito de Marcolandia, o Chico Pitu. 
Em decreto ele bota pra quebrar. Para professor 40 horas, o abono é de 9.579.36. Já o professor de 20 horas ganhará 6.089,36.Esse é mais que um 14o salário?

Desespero 

Enquanto isso a maioria dos prefeitos está fugindo de suas cidades por não poder pagar nem o salário normal. 

Calote

Na Universidade Estadual servidores terceirizados não têm a mesma sorte. Desde agosto que o pessoal da Limpel não vê a cor do dinheiro dos salários. E não existe sequer previsão de quando vão receber.

Classificados

O governador Wellington Dias, em um de seus últimos atos do seu terceiro mandato, assinou a nomeação de 91 candidatos aprovados em concurso para agente penitenciário do Estado. A nomeação foi no dia 27 de dezembro.

Ping Pong

O Réveillon da Lourdes 

Paulo Henrique, de Sigefredo Pacheco, telefona para professor Apurian Braga. 

PH: “Eu soube que a Lourdes Melo foi passar o Réveillon com o Lula em Curitiba?”
Apurian: “Foi e ainda levou todos os militantes do PcO num Uno Miller...”
PH: “E coube”. 
Apurian: “Todos muito bem acomodados”. 

Expressas

A partir de janeiro os piauienses poderão quitar multas de trânsito e demais débitos vinculados ao veículo com cartão de crédito e débito. 

Encerram-se nessa quinta-feira as inscrições para a seleção de contratação de professor substituto para área de Análises Clínicas para o IFPI. 

A Defesa Civil de Teresina realizou, neste fim de 2018, a entrega de casas a duas famílias vítimas das últimas chuvas na capital.

Na disputa política, mesmo sem voto (não se reelegeu), Heráclito consegue derrotar o poderoso senador Ciro Nogueira e, no apagar das luzes de 2018, tirar do senador o gostinho de ver no TRE um amigo seu e, emplacar também, o juiz substituto do TRE-PI. Além de Thiago Férrer, para juiz, o presidente Michel Temer nomeou o advogado Alessandro Lopes, para juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. No que pese o bom currículo de cada um dos advogados candidatos, a questão política foi a que mais influenciou, como sempre. Hábil articulador, Heráclito foi, dos três padrinhos, o mais forte junto ao Palácio do Planalto a ponto de dar uma ‘mãozinha’ a Elmano Férrer para conseguir a nomeação de Thiago, sobrinho do senador. Foi ai a esparrela de Ciro Nogueira. Ele perdeu a indicação de Mário Roberto, porque Heráclito preferiu apoiar o nome de Thiago Férrer. Além de Thiago, Heráclito também emplacou o nome do advogado Alessandro Lopes, para juiz substituto. Tido como todo poderoso no governo Michel Temer, para conseguir liberações de verbas durante e depois da campanha eleitoral, Ciro Nogueira sai pequeno dessa disputa. Ele queria que o juiz titular do TRE fosse Mário Roberto Araújo, conhecido e um dos bons advogados de Teresina. Mas o que se diz nos corredores do Palácio do Planalto é que Heráclito, que poderia indicar Raimundo Carneiro, terminou se aliando a Elmano Férrer em favor de Thiago Férrer. Sem Heráclito, Elmano não conseguiria a vaga para o sobrinho. Como Heráclito e Ciro são inimigos, e vendo que Raimundo Carneiro não ganhou a simpatia do ministro da Justiça Torquato Jardim, por já estar juiz na justiça eleitoral do Piauí há alguns anos, Heráclito preferiu aliar-se a Elmano e terminou conseguindo as duas vagas. O juiz substituto Alessandro Lopes é um jovem, porém experiente e conhecido advogado piauiense, com bom transito nos tribunais do Piauí e de Brasília. Age silenciosamente, mas sempre se ouviu com honestidade. 

Thiago Férrer e Alessandro Lopes são os dois novos juízes titular e substituto do TRE-PI (Fotos: reprodução internet)

O peru do senador

Ou melhor, o peru que serviram ao senador Ciro Nogueira nessa passagem de ano, assou além da conta. 
Transformou-se num prato indigesto, em cuja mesa, ele não deve ter contado com a companhia do amigo Mário Roberto.

Sem poder 

Ciro lutou como pode em Brasilia para que Michel Temer nomeasse Mario Roberto juiz do TRE do Piauí. Viu, depois que leu o diário oficial do dia 28 último, que nem sempre pode tudo.
A culpa foi do Heráclito Fortes. 

A vingança

Como se diz nas rodas do Bom de Bola que Ciro tirou votos de Heráclito Fortes para deputado federal, chegou a vez de Fortes lhe dar o troco. 
Tirou-lhe um cargo no TRE que, seguramente, lhe fará falta no futuro.

Triste destino 

O capixaba Gerson Camata quando era congressista foi o autor da lei do desarmamento. 
Morreu atingido por uma bala. 

Segurança doida 

Parece que a turma que faz a guarda do governador Wellington Dias surtou. 
Porque pelo esquema de segurança para hoje, na posse do homem, até parece que ele (e não Bolsonaro) é que está sendo ameaçado.

Bônus

A pequena cidade de Madeiro (8,2 mil moradores) pagará no 1º dia útil de 2019 um bônus de R$ 1 mil aos seus professores. É uma espécie de 14º salário, segundo explicou o prefeito local, Zé Neto, do Progressistas.

Bônus dobrado 

Mais exagerado é o prefeito de Marcolandia, o Chico Pitu. 
Em decreto ele bota pra quebrar. Para professor 40 horas, o abono é de 9.579.36. Já o professor de 20 horas ganhará 6.089,36.Esse é mais que um 14o salário?

Desespero 

Enquanto isso a maioria dos prefeitos está fugindo de suas cidades por não poder pagar nem o salário normal. 

Calote

Na Universidade Estadual servidores terceirizados não têm a mesma sorte. Desde agosto que o pessoal da Limpel não vê a cor do dinheiro dos salários. E não existe sequer previsão de quando vão receber.

Classificados

O governador Wellington Dias, em um de seus últimos atos do seu terceiro mandato, assinou a nomeação de 91 candidatos aprovados em concurso para agente penitenciário do Estado. A nomeação foi no dia 27 de dezembro.

Ping Pong

O Réveillon da Lourdes 

Paulo Henrique, de Sigefredo Pacheco, telefona para professor Apurian Braga. 

PH: “Eu soube que a Lourdes Melo foi passar o Réveillon com o Lula em Curitiba?”
Apurian: “Foi e ainda levou todos os militantes do PcO num Uno Miller...”
PH: “E coube”. 
Apurian: “Todos muito bem acomodados”. 

Expressas

A partir de janeiro os piauienses poderão quitar multas de trânsito e demais débitos vinculados ao veículo com cartão de crédito e débito. 

Encerram-se nessa quinta-feira as inscrições para a seleção de contratação de professor substituto para área de Análises Clínicas para o IFPI. 

A Defesa Civil de Teresina realizou, neste fim de 2018, a entrega de casas a duas famílias vítimas das últimas chuvas na capital.

A água vira moeda de troca Feliz ano velho

Mais lidas desse blog