1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Comparações administrativas
Publicidade

Comparações administrativas

Firmino Filho (PSDB) tem afinado seu discurso para mostrar uma administração ágil e capaz de fazer investimentos públicos, mesmo em tempos de crise – a dele própria. O posicionamento do prefeito claramente obedece um roteiro em que ele tanto se credencia para ser o mais importante protagonista na sua própria sucessão, como para estar entre os atores mais importantes em uma sucessão mais distante, a do atual governador do Piauí, Wellington Dias (PT) que cumpre seu quarto mandato. Se a ideia é estabelecer comparativos, o tucano tem um melhor portfólio que o petista, considerando que as amarguras fiscais levaram Wellington Dias a cumprir um terceiro mandato sem muito brilho, tendo chegando ao quarto mandato sem que se possam ter expectativas muito positivas de grandes investimentos. Firmino conta com uma conjuntura melhor, de melhor situação fiscal e capacidade para contrair financiamentos e atrair investimentos através de convênios. O governador precisará contar com a eficiência de uma reforma administrativa que o livre do peso de despesas crescentes, capaz de gerar algum excedente orçamentário para lhe dar capacidade de investir em obras tirem seu governo do rame-rame de conseguir um frágil equilíbrio das despesas, com investimentos cada vez mais baixos, comprometidos por déficits que não conseguem ser debelados.

Na pretensão de candidatar-se à PMT Georgiano Neto critica até o fechamento dos retornos nas ruas de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Pijamas

Segue em vigor, agora com nova lei que o institui, o Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) na Assembleia Legislativa. O nome cai bem, porque quem pedir para ir à inatividade ganha como incentivo até seis meses de salários.

Turismo

Ciro Nogueira e toda a cúpula do Progressistas no Piauí estavam ontem na UPPI em um seminário sobre turismo. O tema é relevante, sobretudo considerando que no Piauí faz tempo que não se trata turismo como tal. É mais calçamento e menos uma atividade econômica fundamental.

Degola

Em Brasília se diz que a primeira degola nos cargos federais do Piauí será o do diretor do DNOCS, Djalma Policarpo. 
O general Santos Cruz, chefe da Secretaria de Governo do Palácio do Planalto, não está em nada satisfeito com a atuação do moço, que estaria fazendo o jogo político do senador Ciro Nogueira, principalmente na questão de assinar autorização para serviços, quando nem sempre o dinheiro está assegurado pelo governo federal.

Esforço

O general Santos Cruz desconfia que o senador quer desmoralizá-lo, fazendo parecer aos eleitores, principalmente no interior do Piauí, de que tem poder junto ao governo federal.

Chuva boa

Depois de um veranico (período sem chuvas ou com chuvas irregulares) que pode reduzir em 15% ou mais a safra, produtores do Sudoeste do Piauí estão mais aliviados com a volta das chuvas agora em fevereiro.

Doce deleite 

Guilhermano Pires, secretário de Transportes, vai passar 11 dias fora do Piauí, entre 27 de fevereiro e 8 de março, em viagem particular à França.

Esquisitices

Os prédios onde funcionam a Universidade Estadual em Floriano, Piripiri, Corrente e Uruçuí não devem ser reformados e melhorados tão cedo. Além dessa má notícia, um fato que causa uma certa estranheza é que a licitação para as obras seria feita pelo Instituto de Desenvolvimento do Piauí.
Aí tem!

Barragem 1

O mesmo Idepi vai licitar obra para recuperação, prevenção e correção de anomalias do maciço terroso, construção do sangradouro e tomada d’água da barragem do Bezerro, em  José de Freitas.
Rezem os governistas para que dê tempo.

Barragem 2

Outra licitação marcada pelo Idepi se destina à recuperação do sangradouro da barragem de Emparedado, em Campo Maior, que está sob risco e vulnerabilidade. Mas neste caso, a concorrência já está com duas empresas habilitadas, a Hidros e a Jurema.

Ah, tá!

Gilmar Mendes e sua esposa, Guiomar, estão sob investigação da Receita Federal por fraude fiscal e lavagem de dinheiro. Conhecido pela generosidade com que dá liminares para soltar pessoas ou trancar investigações, o ministro do Supremo agora fala em abuso de poder.

Audiência

Os vereadores de Teresina querem realizar uma audiência pública, ainda sem data marcada, para discutir os serviços prestados pela Cepisa na capital.
O requerimento será apresentado pela vereadora Teresinha Medeiros (PSL) e subscrito por Ítalo Barros (PTC).

Exonera

Seguem os pedidos pela exoneração do diretor da maternidade Evangelina Rosa, Francisco Macêdo, o Chico Mala Velha. Nesta semana, quem pediu a cabeça dele foi o vereador Joaquim do Arroz, em discurso na Câmara Municipal de Teresina.

Padrinho poderoso

Na visão do vereador não se justifica manter o diretor no cargo, diante de tantas críticas e da situação da maternidade nunca ter sido resolvida, o local continua interditado pelo CRM.  Ele acha que o diretor é apadrinhado de gente muito poderosa no Estado. 
E ele ainda tem é dúvida?

Sou “candidato”

O ex-deputado estadual Doutor Pessoa disse que se engana quem pensa que ele saiu da política.  Agora sem partido, após a desfiliação do Solidariedade, de onde saiu chamando de crápula o presidente Paulinho da Força, Pessoa se lançou pré-candidato a prefeito de Teresina. A candidatura de Pessoa, tida por muitos como caricata faz um rebuliço e grande.

Eu também

Outro que já é candidato a prefeito de Teresina é o deputado estadual Georgiano Neto (PSD), que se ocupa em dar entrevistadas com opiniões sobre coisas como o fechamento de retornos nas avenidas Miguel Rosa e Principal do Dirceu, na visão dele, a causa da queda de vendas no comércio das duas vias.
Alguém precisa avisar ao ouriçado deputado que decisão sobre transito tem que ser dada por especialistas. 
E o papel de deputado é outro.

Ah...

Um especialista, ao invés de dizer besteiras, informaria que fechamento de retorno nas principais vias, é próprio de cidade que está evoluindo no fluxo de veículos nas suas prncipais vias. 

Requerimento

Georgiano, o candidato, vai atuar como deputado estadual para requerer que a Strans dê explicações sobre as razões pelas quais a mobilidade urbana na cidade de Teresina não está boa.

Busca

Em atendimento a pedido do deputado federal Júlio Cesar, o juiz da 8ª vara criminal de Teresina, Washington Luiz Gonçalves Correia, determinou busca e apreensão na residência de um ex-candidato a deputado federal pelo PSL.

Terras

Júlio César se diz atacado pelas constantes acusações do ex-candidato que o acusa de se apropriar de terras alheias e vender para a construção de conjuntos habitacionais da Caixa.

Ping-Pong

Colegas do batente

Festa de filiação partidária numa cidade de Zona Norte do Estado. De Teresina, as presenças de algumas autoridades e um publicitário que não esconde a sua condição gay. São feitas as apresentações.

O prefeito (para um vereador): "Olhe, esse aqui é um grande publicitário lá de Teresina...''
O vereador (desmunhecando todo): ''Ah! muito prazer...
O publicitário (desmunhecando mais ainda): "O prazer é todo meu, colega..."
O vereador: "Colega? E você é vereador aonde?"
O publicitário (voz grossa e impostada): "Sou vereador, não! Sou só veado mesmo."

Publicado originalmente em 02 de outubro de 2001.

Expressas

Formados no mês passado, somente na semana passada foram nomeados os novos soldados para Corpo de Bombeiros.

O orçamento do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí para este ano é um pouco superior a R$ 3 milhões.

A Prefeitura de Barra D’Alcântara deverá fazer um concurso este ano, mas em data ainda a ser marcada.

Firmino Filho (PSDB) tem afinado seu discurso para mostrar uma administração ágil e capaz de fazer investimentos públicos, mesmo em tempos de crise – a dele própria. O posicionamento do prefeito claramente obedece um roteiro em que ele tanto se credencia para ser o mais importante protagonista na sua própria sucessão, como para estar entre os atores mais importantes em uma sucessão mais distante, a do atual governador do Piauí, Wellington Dias (PT) que cumpre seu quarto mandato. Se a ideia é estabelecer comparativos, o tucano tem um melhor portfólio que o petista, considerando que as amarguras fiscais levaram Wellington Dias a cumprir um terceiro mandato sem muito brilho, tendo chegando ao quarto mandato sem que se possam ter expectativas muito positivas de grandes investimentos. Firmino conta com uma conjuntura melhor, de melhor situação fiscal e capacidade para contrair financiamentos e atrair investimentos através de convênios. O governador precisará contar com a eficiência de uma reforma administrativa que o livre do peso de despesas crescentes, capaz de gerar algum excedente orçamentário para lhe dar capacidade de investir em obras tirem seu governo do rame-rame de conseguir um frágil equilíbrio das despesas, com investimentos cada vez mais baixos, comprometidos por déficits que não conseguem ser debelados.

Na pretensão de candidatar-se à PMT Georgiano Neto critica até o fechamento dos retornos nas ruas de Teresina (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Pijamas

Segue em vigor, agora com nova lei que o institui, o Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) na Assembleia Legislativa. O nome cai bem, porque quem pedir para ir à inatividade ganha como incentivo até seis meses de salários.

Turismo

Ciro Nogueira e toda a cúpula do Progressistas no Piauí estavam ontem na UPPI em um seminário sobre turismo. O tema é relevante, sobretudo considerando que no Piauí faz tempo que não se trata turismo como tal. É mais calçamento e menos uma atividade econômica fundamental.

Degola

Em Brasília se diz que a primeira degola nos cargos federais do Piauí será o do diretor do DNOCS, Djalma Policarpo. 
O general Santos Cruz, chefe da Secretaria de Governo do Palácio do Planalto, não está em nada satisfeito com a atuação do moço, que estaria fazendo o jogo político do senador Ciro Nogueira, principalmente na questão de assinar autorização para serviços, quando nem sempre o dinheiro está assegurado pelo governo federal.

Esforço

O general Santos Cruz desconfia que o senador quer desmoralizá-lo, fazendo parecer aos eleitores, principalmente no interior do Piauí, de que tem poder junto ao governo federal.

Chuva boa

Depois de um veranico (período sem chuvas ou com chuvas irregulares) que pode reduzir em 15% ou mais a safra, produtores do Sudoeste do Piauí estão mais aliviados com a volta das chuvas agora em fevereiro.

Doce deleite 

Guilhermano Pires, secretário de Transportes, vai passar 11 dias fora do Piauí, entre 27 de fevereiro e 8 de março, em viagem particular à França.

Esquisitices

Os prédios onde funcionam a Universidade Estadual em Floriano, Piripiri, Corrente e Uruçuí não devem ser reformados e melhorados tão cedo. Além dessa má notícia, um fato que causa uma certa estranheza é que a licitação para as obras seria feita pelo Instituto de Desenvolvimento do Piauí.
Aí tem!

Barragem 1

O mesmo Idepi vai licitar obra para recuperação, prevenção e correção de anomalias do maciço terroso, construção do sangradouro e tomada d’água da barragem do Bezerro, em  José de Freitas.
Rezem os governistas para que dê tempo.

Barragem 2

Outra licitação marcada pelo Idepi se destina à recuperação do sangradouro da barragem de Emparedado, em Campo Maior, que está sob risco e vulnerabilidade. Mas neste caso, a concorrência já está com duas empresas habilitadas, a Hidros e a Jurema.

Ah, tá!

Gilmar Mendes e sua esposa, Guiomar, estão sob investigação da Receita Federal por fraude fiscal e lavagem de dinheiro. Conhecido pela generosidade com que dá liminares para soltar pessoas ou trancar investigações, o ministro do Supremo agora fala em abuso de poder.

Audiência

Os vereadores de Teresina querem realizar uma audiência pública, ainda sem data marcada, para discutir os serviços prestados pela Cepisa na capital.
O requerimento será apresentado pela vereadora Teresinha Medeiros (PSL) e subscrito por Ítalo Barros (PTC).

Exonera

Seguem os pedidos pela exoneração do diretor da maternidade Evangelina Rosa, Francisco Macêdo, o Chico Mala Velha. Nesta semana, quem pediu a cabeça dele foi o vereador Joaquim do Arroz, em discurso na Câmara Municipal de Teresina.

Padrinho poderoso

Na visão do vereador não se justifica manter o diretor no cargo, diante de tantas críticas e da situação da maternidade nunca ter sido resolvida, o local continua interditado pelo CRM.  Ele acha que o diretor é apadrinhado de gente muito poderosa no Estado. 
E ele ainda tem é dúvida?

Sou “candidato”

O ex-deputado estadual Doutor Pessoa disse que se engana quem pensa que ele saiu da política.  Agora sem partido, após a desfiliação do Solidariedade, de onde saiu chamando de crápula o presidente Paulinho da Força, Pessoa se lançou pré-candidato a prefeito de Teresina. A candidatura de Pessoa, tida por muitos como caricata faz um rebuliço e grande.

Eu também

Outro que já é candidato a prefeito de Teresina é o deputado estadual Georgiano Neto (PSD), que se ocupa em dar entrevistadas com opiniões sobre coisas como o fechamento de retornos nas avenidas Miguel Rosa e Principal do Dirceu, na visão dele, a causa da queda de vendas no comércio das duas vias.
Alguém precisa avisar ao ouriçado deputado que decisão sobre transito tem que ser dada por especialistas. 
E o papel de deputado é outro.

Ah...

Um especialista, ao invés de dizer besteiras, informaria que fechamento de retorno nas principais vias, é próprio de cidade que está evoluindo no fluxo de veículos nas suas prncipais vias. 

Requerimento

Georgiano, o candidato, vai atuar como deputado estadual para requerer que a Strans dê explicações sobre as razões pelas quais a mobilidade urbana na cidade de Teresina não está boa.

Busca

Em atendimento a pedido do deputado federal Júlio Cesar, o juiz da 8ª vara criminal de Teresina, Washington Luiz Gonçalves Correia, determinou busca e apreensão na residência de um ex-candidato a deputado federal pelo PSL.

Terras

Júlio César se diz atacado pelas constantes acusações do ex-candidato que o acusa de se apropriar de terras alheias e vender para a construção de conjuntos habitacionais da Caixa.

Ping-Pong

Colegas do batente

Festa de filiação partidária numa cidade de Zona Norte do Estado. De Teresina, as presenças de algumas autoridades e um publicitário que não esconde a sua condição gay. São feitas as apresentações.

O prefeito (para um vereador): "Olhe, esse aqui é um grande publicitário lá de Teresina...''
O vereador (desmunhecando todo): ''Ah! muito prazer...
O publicitário (desmunhecando mais ainda): "O prazer é todo meu, colega..."
O vereador: "Colega? E você é vereador aonde?"
O publicitário (voz grossa e impostada): "Sou vereador, não! Sou só veado mesmo."

Publicado originalmente em 02 de outubro de 2001.

Expressas

Formados no mês passado, somente na semana passada foram nomeados os novos soldados para Corpo de Bombeiros.

O orçamento do Conselho Regional de Contabilidade do Piauí para este ano é um pouco superior a R$ 3 milhões.

A Prefeitura de Barra D’Alcântara deverá fazer um concurso este ano, mas em data ainda a ser marcada.

A angústia no trânsito Onde cortar

Mais lidas desse blog