1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. O campo dá exemplo
Publicidade

O campo dá exemplo

O campo no Piauí começa a experimentar novas e boas ideias, técnicas de cultivo, criação e manejo que podem e devem mudar a vida das pessoas. Há um sem número de bons exemplos de uso mais adequado dos recursos disponíveis, mesmo onde existe muita escassez de água. O exemplo bem sucedido da Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos de Betânia do Piauí (Ascobetânia) deveria servir para replicação pelo Piauí, pois embora o município não esteja nem entre os dez maiores produtores de caprinos no Estado, lá encontram-se produtores com melhor desempenho e rendimento. Outro segmento que tem avançado com boas práticas e resultados positivos é a apicultura, que sofreu reveses por causa da seca, mas desde 2017 vem crescendo em faturamento. Naquele ano o Estado respondeu por quase 61,0% do valor das exportações nordestinas de mel. A receitas da exportações foi de US$ 17,7 milhões (R$ 58,7 milhões na cotação de 31 de dezembro de 2017). No ano passado, o Piauí recebeu o maior volume de recursos das linhas de financiamento do BNB para a apicultura, com R$ 6,2 milhões – um terço dos R$ 18 milhões mutuados pelo banco para o setor. Há muitos mais bons exemplos de como a economia rural vai dando um banho de competência no Piauí. Um recente exemplo vem de Oeiras, onde com ajuda da Prefeitura, agricultores de um assentamento (Malhada das Pedras) estão irrigando campos de milho com energia solar. O sol agora ajuda duplamente o crescimento das plantas: pela sua ação natural e pela energia que produz em painéis fotovoltaicos, elevando a renda de quem 22 famílias, que, como muito mais pessoas, começam a fazer parte de um Piauí que dá certo.

Assis Carvalho quer imposto maior sobre bebidas açucaradas, como os refrigerantes (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Tudo no chão

Depois do registro de ventos de até 130 km por hora, conforme dados da usina eólica instalada no local, a praia de Pedra do Sal segue no abandono de sempre. Um calçadão que faz parte de uma obra de urbanização da orla se transformou num amontoado de pedras.

Produtivos

Olha no que dá uma renovação, ao menos de nome no Parlamento: nos quatro primeiros dias de mandato, os novatos chegaram chegando, com a apresentação de 527 projetos de lei. Sabe-se que boa parte deles sequer passará pela CCJ. A maioria permanecerá no campo das boas intenções.

Margarete Coelho, Marcos Aurélio Sampaio e Marina Santos (Fotos: reprodução)

Pé no freio

Os estreantes piauienses na Câmara (Margarete Coelho, do Progressistas, Marcos Aurélio Sampaio, do MDB e Marina Santos, do PTC) não apresentaram projetos de lei. 
Mas dois veteranos, Assis Carvalho (PT) e Átila Lira (PSB), apresentaram propostas.

Amargo

O deputado Assis Carvalho quer botar quente contra as bebidas açucaradas – tipo refrigerantes. 
É de sua autoria o projeto de lei de número 250/2019, que “eleva a tributação aplicável às bebidas processadas adicionadas de açúcar, edulcorantes e aromatizantes a fim de estimular seu consumo consciente”.

Pesquisa

Outra proposição do petista, o PLC 251/2019, tem por objetivo a proteção aos pesquisadores em suas atividades de pesquisa científica. E parece vir a calhar nestes tempos em que a ciência anda sendo atacada por obsturantistas militantes.

Queima!

Esse Assis é fogo! Em poucos dias no atual mandato fez mais que em sua atuação nos outros dois. 
Se não apagarem esse fogo, ele vai incendiar a Câmara. 

Átila Lira (Foto: reprodução internet)

Fies

Átila Lira, que é sócio de faculdades no Piauí, propôs alterações na lei que instituiu o Fundo de Financiamento ao estudante do Ensino Superior (FIES), DE 2001. Pela proposta do deputado piauiense, as instituições de ensino superior que aderirem ao FIES e que mantiverem curso de graduação em Medicina, deverão destinar pelo menos 20% das novas vagas anuais nesse curso a estudantes contemplados com o FIES.

Pastelaria

Entre os deputados estaduais piauienses, os estreantes na Assembleia também não foram com sede ao pote. Mas um deputado de segundo mandato, Gessivaldo Isaías (PPR) apresentou seis dos nove projetos de lei em tramitação neste começo de legislatura.

Gessivaldo Isaías (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Escola 1

Entre as propostas de Gessivaldo, uma determina que sejam afastados de sala de aula professores que “figurem no polo passivo de processos por pedofilia”. 
Ess é uma das ideias do tipo chove no molhado. Se uma criatura é processada por pedofilia, a sala de aula é o último lugar onde deve estar. 
Não precisa de uma lei para isso. Basta bom senso.

Escola 2

Outra proposta do deputado pastor é que os uniformes escolares tenham o fator RH dos estudantes. 
Uma boa ideia também, mas que precisa mais de bom senso e menos de lei para ser implementada.

Refresco

A Enel Green, que instala um gigantesco parque eólico em Queimada Nova e Lagoa do Barro, ganhou um refresco fiscal. Terá um tratamento diferenciado no ICMS incidente sobre os equipamentos e materiais para geração e transmissão de energia. O decreto com o regalo fiscal saiu no final do ano passado.

Ping-Pong

Colegas do batente

Festa de filiação partidária numa cidade de Zona Norte do Estado. De Teresina, as presenças de algumas autoridades e um publicitário que não esconde a sua condição gay. São feitas as apresentações.

O prefeito (para um vereador): "Olhe, esse aqui é um grande publicitário lá de Teresina..."
O vereador (desmunhecando todo): Ah! muito prazer..."
O publicitário (desmunhecando mais ainda): "O prazer é todo meu, colega..."
O vereador: "Colega? E você é vereador aonde?"
O publicitário (voz grossa e impostada): "Sou vereador, não! Sou só veado mesmo."

Publicado originalmente em 02 de outubro de 2001.

Expressas

O Detran resolveu dar uma mão de tinta em seu centro de atendimento no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.

O site da Assembleia Legislativa ainda está em 2018 em muitos pontos. Fotos das reuniões de comissões técnicas, só da legislatura passada.

Uma portaria laudatória publicada na semana passada disciplina o processo de licenciamento sanitário no Piauí. Empresas deveriam ficar de olho.

O campo no Piauí começa a experimentar novas e boas ideias, técnicas de cultivo, criação e manejo que podem e devem mudar a vida das pessoas. Há um sem número de bons exemplos de uso mais adequado dos recursos disponíveis, mesmo onde existe muita escassez de água. O exemplo bem sucedido da Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos de Betânia do Piauí (Ascobetânia) deveria servir para replicação pelo Piauí, pois embora o município não esteja nem entre os dez maiores produtores de caprinos no Estado, lá encontram-se produtores com melhor desempenho e rendimento. Outro segmento que tem avançado com boas práticas e resultados positivos é a apicultura, que sofreu reveses por causa da seca, mas desde 2017 vem crescendo em faturamento. Naquele ano o Estado respondeu por quase 61,0% do valor das exportações nordestinas de mel. A receitas da exportações foi de US$ 17,7 milhões (R$ 58,7 milhões na cotação de 31 de dezembro de 2017). No ano passado, o Piauí recebeu o maior volume de recursos das linhas de financiamento do BNB para a apicultura, com R$ 6,2 milhões – um terço dos R$ 18 milhões mutuados pelo banco para o setor. Há muitos mais bons exemplos de como a economia rural vai dando um banho de competência no Piauí. Um recente exemplo vem de Oeiras, onde com ajuda da Prefeitura, agricultores de um assentamento (Malhada das Pedras) estão irrigando campos de milho com energia solar. O sol agora ajuda duplamente o crescimento das plantas: pela sua ação natural e pela energia que produz em painéis fotovoltaicos, elevando a renda de quem 22 famílias, que, como muito mais pessoas, começam a fazer parte de um Piauí que dá certo.

Assis Carvalho quer imposto maior sobre bebidas açucaradas, como os refrigerantes (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Tudo no chão

Depois do registro de ventos de até 130 km por hora, conforme dados da usina eólica instalada no local, a praia de Pedra do Sal segue no abandono de sempre. Um calçadão que faz parte de uma obra de urbanização da orla se transformou num amontoado de pedras.

Produtivos

Olha no que dá uma renovação, ao menos de nome no Parlamento: nos quatro primeiros dias de mandato, os novatos chegaram chegando, com a apresentação de 527 projetos de lei. Sabe-se que boa parte deles sequer passará pela CCJ. A maioria permanecerá no campo das boas intenções.

Margarete Coelho, Marcos Aurélio Sampaio e Marina Santos (Fotos: reprodução)

Pé no freio

Os estreantes piauienses na Câmara (Margarete Coelho, do Progressistas, Marcos Aurélio Sampaio, do MDB e Marina Santos, do PTC) não apresentaram projetos de lei. 
Mas dois veteranos, Assis Carvalho (PT) e Átila Lira (PSB), apresentaram propostas.

Amargo

O deputado Assis Carvalho quer botar quente contra as bebidas açucaradas – tipo refrigerantes. 
É de sua autoria o projeto de lei de número 250/2019, que “eleva a tributação aplicável às bebidas processadas adicionadas de açúcar, edulcorantes e aromatizantes a fim de estimular seu consumo consciente”.

Pesquisa

Outra proposição do petista, o PLC 251/2019, tem por objetivo a proteção aos pesquisadores em suas atividades de pesquisa científica. E parece vir a calhar nestes tempos em que a ciência anda sendo atacada por obsturantistas militantes.

Queima!

Esse Assis é fogo! Em poucos dias no atual mandato fez mais que em sua atuação nos outros dois. 
Se não apagarem esse fogo, ele vai incendiar a Câmara. 

Átila Lira (Foto: reprodução internet)

Fies

Átila Lira, que é sócio de faculdades no Piauí, propôs alterações na lei que instituiu o Fundo de Financiamento ao estudante do Ensino Superior (FIES), DE 2001. Pela proposta do deputado piauiense, as instituições de ensino superior que aderirem ao FIES e que mantiverem curso de graduação em Medicina, deverão destinar pelo menos 20% das novas vagas anuais nesse curso a estudantes contemplados com o FIES.

Pastelaria

Entre os deputados estaduais piauienses, os estreantes na Assembleia também não foram com sede ao pote. Mas um deputado de segundo mandato, Gessivaldo Isaías (PPR) apresentou seis dos nove projetos de lei em tramitação neste começo de legislatura.

Gessivaldo Isaías (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Escola 1

Entre as propostas de Gessivaldo, uma determina que sejam afastados de sala de aula professores que “figurem no polo passivo de processos por pedofilia”. 
Ess é uma das ideias do tipo chove no molhado. Se uma criatura é processada por pedofilia, a sala de aula é o último lugar onde deve estar. 
Não precisa de uma lei para isso. Basta bom senso.

Escola 2

Outra proposta do deputado pastor é que os uniformes escolares tenham o fator RH dos estudantes. 
Uma boa ideia também, mas que precisa mais de bom senso e menos de lei para ser implementada.

Refresco

A Enel Green, que instala um gigantesco parque eólico em Queimada Nova e Lagoa do Barro, ganhou um refresco fiscal. Terá um tratamento diferenciado no ICMS incidente sobre os equipamentos e materiais para geração e transmissão de energia. O decreto com o regalo fiscal saiu no final do ano passado.

Ping-Pong

Colegas do batente

Festa de filiação partidária numa cidade de Zona Norte do Estado. De Teresina, as presenças de algumas autoridades e um publicitário que não esconde a sua condição gay. São feitas as apresentações.

O prefeito (para um vereador): "Olhe, esse aqui é um grande publicitário lá de Teresina..."
O vereador (desmunhecando todo): Ah! muito prazer..."
O publicitário (desmunhecando mais ainda): "O prazer é todo meu, colega..."
O vereador: "Colega? E você é vereador aonde?"
O publicitário (voz grossa e impostada): "Sou vereador, não! Sou só veado mesmo."

Publicado originalmente em 02 de outubro de 2001.

Expressas

O Detran resolveu dar uma mão de tinta em seu centro de atendimento no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.

O site da Assembleia Legislativa ainda está em 2018 em muitos pontos. Fotos das reuniões de comissões técnicas, só da legislatura passada.

Uma portaria laudatória publicada na semana passada disciplina o processo de licenciamento sanitário no Piauí. Empresas deveriam ficar de olho.

A fritura de Sérgio Moro Comparações administrativas

Mais lidas desse blog