1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Thaisa perto do milésimo ponto de bloqueio na Superliga
Publicidade

Thaisa perto do milésimo ponto de bloqueio na Superliga

Bicampeã olímpica soma 991 pontos e estará nos playoffs com o Hinode/Barueri

A central Thaisa, do Hinode Barueri, está próxima de uma nova marca na carreira. A jogadora soma 991 pontos de bloqueio na Superliga feminina e terá a chance de chegar ao milésimo acerto ainda nesta temporada, já que o time está classificado para os playoffs. Nesta sexta-feira, será disputada a última rodada do returno da competição. O Hinode Barueri, quarto colocado, será recebido pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 21h30 (horário de Brasília).


Thaisa em ação pelo Barueri (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

- Fico muito feliz com essa marca, mas sei que posso fazer melhor. Têm momentos que ainda estou girando um pouquinho, alguns detalhes de jogo. Chegar nessa marca é bom, mas ultrapassá-la é melhor ainda. Então, sempre vou em busca de melhorar - afirma Thaisa.

No primeiro turno, o Hinode venceu o São Caetano por 3 sets a 0. Se repetir o placar, ou ganhar por 3 a 1, e o Sesc RJ não conseguir superar o Dentil/Praia Clube (MG), também nesta sexta (15/3), por 3 a 0 ou 3 a 1, a equipe comandada por José Roberto Guimarães encerrará o returno na terceira posição. O Hinode soma 41 pontos, e o Sesc RJ, 42. Se terminar em terceiro lugar, o time de Thaisa enfrentará, nos playoffs, o Sesi Vôlei Bauru (SP), sexto colocado, ou Osasco/Audax (SP), atualmente, em quinto.

- Não estamos pensando em cruzamentos. Estamos buscando o tempo todo o nosso melhor e de nos classificarmos também na melhor colocação possível. Pra nossa equipe e patrocinador é muito importante estarmos entre os melhores. Em momento algum vamos ficar fazendo cálculos com quem cruzamos mais adiante. O foco é o time. Acho que, por isso, temos evoluindo tanto. O fundamental é focar nos nossos resultados e no que temos de fazer - completa Thaisa.

A central Thaisa, do Hinode Barueri, está próxima de uma nova marca na carreira. A jogadora soma 991 pontos de bloqueio na Superliga feminina e terá a chance de chegar ao milésimo acerto ainda nesta temporada, já que o time está classificado para os playoffs. Nesta sexta-feira, será disputada a última rodada do returno da competição. O Hinode Barueri, quarto colocado, será recebido pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 21h30 (horário de Brasília).


Thaisa em ação pelo Barueri (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

- Fico muito feliz com essa marca, mas sei que posso fazer melhor. Têm momentos que ainda estou girando um pouquinho, alguns detalhes de jogo. Chegar nessa marca é bom, mas ultrapassá-la é melhor ainda. Então, sempre vou em busca de melhorar - afirma Thaisa.

No primeiro turno, o Hinode venceu o São Caetano por 3 sets a 0. Se repetir o placar, ou ganhar por 3 a 1, e o Sesc RJ não conseguir superar o Dentil/Praia Clube (MG), também nesta sexta (15/3), por 3 a 0 ou 3 a 1, a equipe comandada por José Roberto Guimarães encerrará o returno na terceira posição. O Hinode soma 41 pontos, e o Sesc RJ, 42. Se terminar em terceiro lugar, o time de Thaisa enfrentará, nos playoffs, o Sesi Vôlei Bauru (SP), sexto colocado, ou Osasco/Audax (SP), atualmente, em quinto.

- Não estamos pensando em cruzamentos. Estamos buscando o tempo todo o nosso melhor e de nos classificarmos também na melhor colocação possível. Pra nossa equipe e patrocinador é muito importante estarmos entre os melhores. Em momento algum vamos ficar fazendo cálculos com quem cruzamos mais adiante. O foco é o time. Acho que, por isso, temos evoluindo tanto. O fundamental é focar nos nossos resultados e no que temos de fazer - completa Thaisa.