1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Everaldo Cunha descarta possibilidade de concorrer à presidência do Flamengo: “passou meu tempo”
Publicidade

Everaldo Cunha descarta possibilidade de concorrer à presidência do Flamengo: “passou meu tempo”

Prazo para regularização dos associados está aberto e eleição acontece na segunda quinzena de agosto

O ano de 2019 para o Flamengo acabou em fevereiro deste ano quando o clube disputou a décima rodada da primeira fase do Campeonato Piauiense. Mas agora, o rubro negro enfrentará, fora dos gramados, uma fase decisiva. 


Everaldo Cunha (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Na segunda quinzena de agosto serão realizadas as eleições para presidência do clube. Atualmente, o time está sob o comando de Everaldo Cunha, que assumiu o clube em fevereiro de 2018 após renúncia do então presidente Tiago Vasconcelos.     

Em entrevista ao Portal AZ, Everaldo Cunha descartou a possibilidade de concorrer aos próximos quatro anos na presidência do clube.  

“Não. Passou meu tempo. Vou ficar ajudando, sou flamenguista. A chapa que ghanhar, se quiser minha ajuda estou aqui porque sou Flamengo, mas administrar não”

Até o dia 30 de julho estará aberto o prazo para regularização dos mais de 7 mil associados para estarem aptos a votar, segundo informou Everaldo Cunha. Além disso, os oito membros do conselhos, cinco deles ex-presidentes, devem se reunir na segunda-feira (15) para início do processo eleitoral. 

“Está aberto o prazo para regularização dos associados que segue até o dia 30 deste mês. Para não corrermos nenhum risco, vamos fazer uma convocação para regularizar para que depois não haja questionamentos de ter sido feito sem ninguém saber. Acredito que a partir de segunda, quem deu ok ou não, nós já iremos publicar e tocar a eleição”

Avaliação


Inicio da pré-temporada de 2019 (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Após assumir o cargo de presidente do clube com a renúncia de Tiago Vasconcelos, Everaldo Cunha assumiu o time durante a disputa do Estadual de 2018. Na época, o clube ficou na sexta posição geral. 

Este ano, foi seu primeiro no comando do time na pré-temporada, o que segundo ele, é considerado o ano em que assumiu o clube. Na competição Estadual, sob o comando de Paulo Vitor, o Flamengo empolgou e na última rodada perdeu a vaga para o Parnahyba. 

Com isso, o time ficou na quinta colocação do Estadual com três vitórias, um empate e seis derrotas. Avaliando a disputa do Estadual, Everaldo destacou que o time deste ano devolveu ao torcedor a autoestima. 

“Nesse campeonato de 2019, que foi o que eu assumi, porque no ano passado ele (Tiago) estava no cargo, acho que fizemos uma campanha boa. Infelizmente não chegamos as finais do campeonato, mas acho que pelas circunstâncias do clube, nossa campanha deu uma autoestima para o torcedor que estava muito para baixo. Para mim acho que foi bem positivo”

Seu mandato no clube segue até o dia 31 de dezembro, data em que encerra o quadrienio do ex-presidente Tiago Vasconcelos. Por ter descartado a reeleição, Everaldo Cunha antecipou o inicio da disputa eleitoral para que o próximo presidente possa organizar a equipe para disputa do Estadual de 2020. 

O ano de 2019 para o Flamengo acabou em fevereiro deste ano quando o clube disputou a décima rodada da primeira fase do Campeonato Piauiense. Mas agora, o rubro negro enfrentará, fora dos gramados, uma fase decisiva. 


Everaldo Cunha (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Na segunda quinzena de agosto serão realizadas as eleições para presidência do clube. Atualmente, o time está sob o comando de Everaldo Cunha, que assumiu o clube em fevereiro de 2018 após renúncia do então presidente Tiago Vasconcelos.     

Em entrevista ao Portal AZ, Everaldo Cunha descartou a possibilidade de concorrer aos próximos quatro anos na presidência do clube.  

“Não. Passou meu tempo. Vou ficar ajudando, sou flamenguista. A chapa que ghanhar, se quiser minha ajuda estou aqui porque sou Flamengo, mas administrar não”

Até o dia 30 de julho estará aberto o prazo para regularização dos mais de 7 mil associados para estarem aptos a votar, segundo informou Everaldo Cunha. Além disso, os oito membros do conselhos, cinco deles ex-presidentes, devem se reunir na segunda-feira (15) para início do processo eleitoral. 

“Está aberto o prazo para regularização dos associados que segue até o dia 30 deste mês. Para não corrermos nenhum risco, vamos fazer uma convocação para regularizar para que depois não haja questionamentos de ter sido feito sem ninguém saber. Acredito que a partir de segunda, quem deu ok ou não, nós já iremos publicar e tocar a eleição”

Avaliação


Inicio da pré-temporada de 2019 (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Após assumir o cargo de presidente do clube com a renúncia de Tiago Vasconcelos, Everaldo Cunha assumiu o time durante a disputa do Estadual de 2018. Na época, o clube ficou na sexta posição geral. 

Este ano, foi seu primeiro no comando do time na pré-temporada, o que segundo ele, é considerado o ano em que assumiu o clube. Na competição Estadual, sob o comando de Paulo Vitor, o Flamengo empolgou e na última rodada perdeu a vaga para o Parnahyba. 

Com isso, o time ficou na quinta colocação do Estadual com três vitórias, um empate e seis derrotas. Avaliando a disputa do Estadual, Everaldo destacou que o time deste ano devolveu ao torcedor a autoestima. 

“Nesse campeonato de 2019, que foi o que eu assumi, porque no ano passado ele (Tiago) estava no cargo, acho que fizemos uma campanha boa. Infelizmente não chegamos as finais do campeonato, mas acho que pelas circunstâncias do clube, nossa campanha deu uma autoestima para o torcedor que estava muito para baixo. Para mim acho que foi bem positivo”

Seu mandato no clube segue até o dia 31 de dezembro, data em que encerra o quadrienio do ex-presidente Tiago Vasconcelos. Por ter descartado a reeleição, Everaldo Cunha antecipou o inicio da disputa eleitoral para que o próximo presidente possa organizar a equipe para disputa do Estadual de 2020.