Editorias
  1. AZ Esporte
  2. Agora vai! Dupla piauiense disputa pela primeira vez Troféu Brasil de Atletismo
Publicidade

Agora vai! Dupla piauiense disputa pela primeira vez Troféu Brasil de Atletismo

Piauienses estreiam no sábado e domingo em suas provas

Dupla que treina junta compete junta. Essa tem sido a saga de Luis Fabio e Francisco Kaio nos últimos anos. Os dois atletas, mais o treinador Alberto Sobrinho, embarcaram na madrugada de hoje (13) com destino a Bragança Paulista, São Paulo, para disputar o Troféu Brasil de Atletismo. E para disputar a maior competição da modalidade na América Latina os dois levaram muitas coisas na bagagem. Ambos serão os únicos piauienses a disputar a competição e além dos desafios enfrentados, os dois poderão desfrutar do momento ao lado de seus ídolos. 

Francisco Kaio, aos 20 anos, disputa o Troféu no lançamento do dardo. Com boas marcas e treinos regulares, ele conquistou mais recentemente a medalha de prata no Norte Nordeste Adulto. Os erros da competição foram corrigidos e Kaio espera melhores marcas e quem sabe um tão sonhado pódio. 

- Estou me sentindo bem. Apenas com um pouco de nervosismo, mas creio eu que seja por conta de ser meu primeiro Troféu Brasil. Mas quando eu chegar lá, quando entrar no ritmo de competição eu acho que vou estar em páreo com ele e isso não vai ser um problema. Em relação a treinos a gente focou mais nos meus erros no Norte Nordeste. Então creio eu que vou chegar lá com menos erros e se eu conseguir acertar um, que acho que vou conseguir, pelo menos no treino está saindo, acho que eu consigo fica entre os quatro primeiros e quem sabe a tão sonhada medalha. 

Francisco Kaio (Foto: Jade Araujo)

Luis Fábio vai disputar a competição nas provas de lançamento do dardo, lançamento de disco e arremesso de peso. Dentro do que vem desempenhando em 2018, Luís acredita que terá um melhor rendimento no lançamento de disco. Assim como Kaio, Luís também vem de um bom ano no Norte Nordeste quando subiu ao pódio nessas três provas.

- Psicologicamente eu estou um pouco tenso por ser o meu primeiro Troféu Brasil. Vou competir com atletas que admiro, até um dia desse eu era muito, muito fã, e agora vou estar no meio deles.  Estou um pouco tenso, mas estou com a cabeça em medalha e vou dar o meu melhor. Fisicamente estou me sentindo bem. Quero fazer minha melhor marca e se Deus quiser vai sair a medalha ou uma colocação boa. Ano que vem quero ir de novo e não pegar segundo e nem terceiro, quero pegar primeiro lugar. 

Luis Fabio (Foto: Jade Araujo)

Para disputar o Troféu Brasil os atletas precisam conseguir os índices estabelecidos em cada prova e depois disso, arcar com as despesas para disputar a competição. Tanto Luis Fabio quanto Francisco Kaio tiveram outras barreiras para chegar à competição: a idade. Kaio inicialmente não pensava em ir tão longe. Já Luis precisou superar frustrações até receber o sim. 

- Não. Quando eu iniciei a carreira de atleta no atletismo eu sempre sonhei em parar na categoria menor. Quando eu sair do menor eu entrei no Sub20, já fui conseguindo fazer marca para o Troféu só que nunca tive oportunidade de ir. Agora que eu tenho, e bem no mês do meu aniversário, já é uma responsabilidade a mais. Quero trazer a medalha, quero me presentear com ela, destacou Francisco Kaio.

- Em 2016, quando comecei no atletismo, já estava com aquela cabeça de Troféu Brasil. Só que eu não podia ir, pois eu era muito novo e devido o peso dos implementos eu não poderia entrar. Ano passado eu estava na luta para disputar o Troféu Brasil, mas eu desanimei porque me falaram que eu não podia de novo ir por ser muito novo. Agora sim eu posso ir. Finalmente, narrou Luis Fábio. 

Com a vaga nas mãos, os dois serão os representantes do Piauí na competição. Para quem está acostumado a fazer das dificuldades a sua maior força, a ideia de pressão serve para Luis Fabio como um fator motivacional a mais. 

- Vai ser uma responsabilidade grande. Porém uma motivação a mais. Um pouco de pressão sempre é bom. Não é quando faz a gente ficar com medo da gente mesmo, mas um pouquinho ali sempre é bom. Isso vai servir para chegar lá, dar meu melhor e me superar em todos os aspectos e ter mais experiência. Realmente estou indo para ganhar mais experiência. O pódio é consequência do que eu fizer dentro da pista.

Cruz Nonata, Cristiane dos Santos, Joelma das Neves e Suynara da Silva foram as únicas piauienses a conquistar medalhas no Troféu Brasil. A meta esse ano para Luis Fábio e Francisco Kaio não é tão grande. Ambos chegam para o seu primeiro ano na competição e assim o treinador Alberto Sobrinho vem com expectativas de que os dois possam ficar entre os cinco melhores em suas provas. 

- Por serem os únicos representantes do Piauí, a responsabilidade cresce nas costas ele. Em cima disso, eu acho que eles vão dar o melhor deles. Eu espero que eles fiquem pelo menos entre os cinco. Nós estamos trabalhando para isso. Já que é a primeira competição deles, eles são atletas novos e a expectativa é essa. Pódio é um sonho. Por enquanto longe, mas se eles ficarem entre os cinco ficarei satisfeito e eles também. Acho que esse é o grande sonho para eles e eu acho que eles vão dar o melhor deles na competição, avaliou o treinador. 

O Troféu Brasil acontece entre os dias 14 e 16 de setembro em São Paulo, no Estádio do Centro Nacional do Desenvolvimento de Atletismo (CNDA). Segundo o cronograma divulgado Luis deve competir no sábado (15) nas provas de lançamento de disco e arremesso de peso. No domingo (16) Luis Fabio e Francisco Kaio competem no lançamento do dardo.