Editorias
  1. AZ Esporte
  2. UFC opta encerrar divisão dos moscas e lutadores confirmam dispensa
Publicidade

UFC opta encerrar divisão dos moscas e lutadores confirmam dispensa

Após saída de Demetrious Johnson para o ONE Championship, UFC opta por acabar com a categoria peso-mosca e lutadores já confirmam demissão

A saída de Demetrious Johnson para o ONE Championship causou mudanças importantes no UFC. Dias depois da confirmação da ida do seu ex-campeão para a franquia asiática, a organização optou por dar um ponto final em sua categoria peso-mosca a partir de 2019.

De acordo com informações do Combate e do FloCombat, o Ultimate já está dispensando alguns lutadores da divisão e vem cortando outros atletas que não fazem parte dos planos para uma possível subida para a categoria peso-galo.

Até o momento, três lutadores se posicionaram publicamente anunciando suas respectivas saídas do UFC. Jose Torres, lutador que fez apenas duas lutas pela organização, foi um dos que confirmou a dispensa por parte da franquia, além de Jarred Brooks e Justin Scoggins.

- A divisão peso mosca está partindo. Infelizmente, não sou mais um lutador do UFC e sou um agente livre agora. É parte do esporte. Esse tipo de coisa acontece. Infelizmente não conseguimos ter muitos fãs no UFC e agradeço todas as oportunidades que me foram dadas. Então, quem quer me contratar? Estou atrás de uma luta - disse Torres em suas redes sociais.

Criada em 2011, a divisão peso-mosca do UFC teve Demetrious Johnson como campeão por anos. O americano, no entanto, foi derrotado por Henry Cejudo em sua última luta e perdeu o cinturão. Dias depois, além da ida do "Mighty Mouse" para o ONE, os rumores sobre o fim da divisão no Ultimate ganharam força com a notícia da possível luta entre Cejudo e TJ Dillashaw pelo título dos galos, algo que ainda não foi confirmado oficialmente pela companhia.