1. Editorias
  2. Data AZ
  3. DATA AZ indica vitória de Wellington Dias por estreita margem no 1º turno
Publicidade

DATA AZ indica vitória de Wellington Dias por estreita margem no 1º turno

O petista tem 51,21% dos votos válidos contra 48,79% dos outros concorrentes

A última pesquisa do Instituto Data AZ, realizada entre o dia 29 de setembro a 02 de outubro, antes do primeiro turno das eleições, indica uma vitória do governador Wellington Dias por uma margem de 2,42% sobre a soma das intenções de voto de todos os demais candidatos. O petista tem 51,21% dos votos válidos contra 48,79% dos outros concorrentes.

Wellington Dias, Dr Pessoa, Luciano Nunes e Fábio Sérvio (Fotos: Portal AZ) 

Como margem de erro da pesquisa (2,77% para mais ou para menos) é superior à diferença entre o percentual das intenções de votos de Wellington Dias e a soma dos demais concorrentes, há uma possibilidade de a decisão da escolha do governador ser empurrada para o segundo turno.

Votos válidos para Governador (Reprodução Data AZ)

Na sondagem estimulada, o governador tem 44,16% das intenções de voto ou 51,21%  de votos válidos quando se excluem os indecisos (não sabe, não opina), que somam 8,32%, os votos nulos, brancos e nenhum dos candidatos, que chegam a 5,44%.

O candidato do Solidariedade, Dr. Pessoa, tem metade das intenções de voto do governador: 22,16% na estimulada (25,70% dos válidos), seguido por Luciano Nunes (PSDB), com 12,96% (15,03% dos válidos), Fábio Sérvio (PSL), com 2,80% (3,25% votos válidos), Elmano Férrer (Podemos),  com 2,08% (2,41% dos válidos ), Valter Alencar (PSC), com 1.44% (1,67% dos válidos), Professora Sueli (PSOL), com 0,32% (0,37% dos válidos ), Lourdes Melo (PCO), com 0,16% (0,19% dos validos ), Luciane Santos (PSTU) e Romualdo Seno (DC), com 0,08% (0,09% válidos).

Os três principais concorrentes avançaram nas intenções de voto

Entre os três principais concorrentes ao governo do Piauí, todos apresentaram uma variação positiva com a pesquisa Data AZ, anterior, realizada entre os dias 14 e 17 de setembro.

Evolução dos quatro candidatos melhor situados nas pesquisas (Foto: reprodução/ Data AZ)

Wellington  Dias saiu de 41,84% para 44,16%- variando dentro da margem de erro de 2,77%

O candidato Dr. Pessoa saiu de 19,04% para 22,16%, crescendo 3,12%, acima da margem de erro.

Luciano Nunes também variou dentro da margem de erro, em 1,36%, saindo de 11,60% para 12,96%.

Elmano Férrer está estacionado na casa de dois pontos percentuais e a pesquisa indicou que seu quarto lugar pode ser tomado pelo estreante Fabio Servo, que pontuou agora acima dele, com 2,80% contra 2,08% do senador.

Wellington tem mais que o dobro do segundo na pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, o governador Wellington Dias tem uma posição bastante confortável de liderança, com 36,72% das intenções de votos – mais que o dobro do índice atingido pelo segundo colocado, Dr. Pessoa, que aparece com 15,28%.

Luciano Nunes é o terceiro colocado, com 11,28%, seguido por Fabio Sérvio, com 2,24% e Elmano Férrer, com 1,04%.

Depois vêm com menos de meio ponto percentual os candidatos Professora Sueli e Valter Alencar (0,32%), Lourdes Melo e Romualdo Seno (0,08%).

A candidata Luciane Santos, do PSTU, não pontuou na sondagem espontânea, na qual os indecisos somaram 26,32% e os que dizem não votar em nenhum candidato somaram 6,32%.

Rejeição a Wellington é duas vezes maior que a soma de dois principais adversários

Com 29,36% de rejeição, Wellington Dias tem mais que o dobro da soma dos índices de rejeição de seus dois principais concorrentes Luciano Nunes (6,96%) e Dr. Pessoa (6,56%).

Elmano Férrer é o quarto mais rejeitado: 4,16% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum.

Valter Alencar é rejeitado por 1,52% dos entrevistados, enquanto Lourdes Melo  (PCO) tem rejeição de 1,04%.

Nenhum outro candidato teve mais que meio ponto percentual de rejeição, enquanto 41,92% disseram não saber ou não opinar sobre o tema e 14,80% não rejeitam nenhum dos candidatos.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Período da realização – 29 de setembro a 2 de outubro de 2018
Número de entrevistas – 1.250
Margem de erro – 2,77%, com nível de confiança de 95%
Registros – PI-08368/2018 e BR-02651/2018
Contratante: Instituto Data AZ
Estatístico responsável: Laércio de Sousa Araujo (CONRE 9356)

Veja abaixo todos os gráficos da pesquisa:

 

A última pesquisa do Instituto Data AZ, realizada entre o dia 29 de setembro a 02 de outubro, antes do primeiro turno das eleições, indica uma vitória do governador Wellington Dias por uma margem de 2,42% sobre a soma das intenções de voto de todos os demais candidatos. O petista tem 51,21% dos votos válidos contra 48,79% dos outros concorrentes.

Wellington Dias, Dr Pessoa, Luciano Nunes e Fábio Sérvio (Fotos: Portal AZ) 

Como margem de erro da pesquisa (2,77% para mais ou para menos) é superior à diferença entre o percentual das intenções de votos de Wellington Dias e a soma dos demais concorrentes, há uma possibilidade de a decisão da escolha do governador ser empurrada para o segundo turno.

Votos válidos para Governador (Reprodução Data AZ)

Na sondagem estimulada, o governador tem 44,16% das intenções de voto ou 51,21%  de votos válidos quando se excluem os indecisos (não sabe, não opina), que somam 8,32%, os votos nulos, brancos e nenhum dos candidatos, que chegam a 5,44%.

O candidato do Solidariedade, Dr. Pessoa, tem metade das intenções de voto do governador: 22,16% na estimulada (25,70% dos válidos), seguido por Luciano Nunes (PSDB), com 12,96% (15,03% dos válidos), Fábio Sérvio (PSL), com 2,80% (3,25% votos válidos), Elmano Férrer (Podemos),  com 2,08% (2,41% dos válidos ), Valter Alencar (PSC), com 1.44% (1,67% dos válidos), Professora Sueli (PSOL), com 0,32% (0,37% dos válidos ), Lourdes Melo (PCO), com 0,16% (0,19% dos validos ), Luciane Santos (PSTU) e Romualdo Seno (DC), com 0,08% (0,09% válidos).

Os três principais concorrentes avançaram nas intenções de voto

Entre os três principais concorrentes ao governo do Piauí, todos apresentaram uma variação positiva com a pesquisa Data AZ, anterior, realizada entre os dias 14 e 17 de setembro.

Evolução dos quatro candidatos melhor situados nas pesquisas (Foto: reprodução/ Data AZ)

Wellington  Dias saiu de 41,84% para 44,16%- variando dentro da margem de erro de 2,77%

O candidato Dr. Pessoa saiu de 19,04% para 22,16%, crescendo 3,12%, acima da margem de erro.

Luciano Nunes também variou dentro da margem de erro, em 1,36%, saindo de 11,60% para 12,96%.

Elmano Férrer está estacionado na casa de dois pontos percentuais e a pesquisa indicou que seu quarto lugar pode ser tomado pelo estreante Fabio Servo, que pontuou agora acima dele, com 2,80% contra 2,08% do senador.

Wellington tem mais que o dobro do segundo na pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, o governador Wellington Dias tem uma posição bastante confortável de liderança, com 36,72% das intenções de votos – mais que o dobro do índice atingido pelo segundo colocado, Dr. Pessoa, que aparece com 15,28%.

Luciano Nunes é o terceiro colocado, com 11,28%, seguido por Fabio Sérvio, com 2,24% e Elmano Férrer, com 1,04%.

Depois vêm com menos de meio ponto percentual os candidatos Professora Sueli e Valter Alencar (0,32%), Lourdes Melo e Romualdo Seno (0,08%).

A candidata Luciane Santos, do PSTU, não pontuou na sondagem espontânea, na qual os indecisos somaram 26,32% e os que dizem não votar em nenhum candidato somaram 6,32%.

Rejeição a Wellington é duas vezes maior que a soma de dois principais adversários

Com 29,36% de rejeição, Wellington Dias tem mais que o dobro da soma dos índices de rejeição de seus dois principais concorrentes Luciano Nunes (6,96%) e Dr. Pessoa (6,56%).

Elmano Férrer é o quarto mais rejeitado: 4,16% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum.

Valter Alencar é rejeitado por 1,52% dos entrevistados, enquanto Lourdes Melo  (PCO) tem rejeição de 1,04%.

Nenhum outro candidato teve mais que meio ponto percentual de rejeição, enquanto 41,92% disseram não saber ou não opinar sobre o tema e 14,80% não rejeitam nenhum dos candidatos.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Período da realização – 29 de setembro a 2 de outubro de 2018
Número de entrevistas – 1.250
Margem de erro – 2,77%, com nível de confiança de 95%
Registros – PI-08368/2018 e BR-02651/2018
Contratante: Instituto Data AZ
Estatístico responsável: Laércio de Sousa Araujo (CONRE 9356)

Veja abaixo todos os gráficos da pesquisa: