1. Editorias
  2. Municípios
  3. Moradores de Murici dos Portelas reclamam da qualidade do abastecimento de água na cidade
Publicidade

Moradores de Murici dos Portelas reclamam da qualidade do abastecimento de água na cidade

Vídeos enviados ao Portal AZ mostram que a água que a população da cidade tem acesso é turva

Moradores de Murici dos Portelas (Norte do Piauí), a 324 km de Teresina, reclamam da qualidade do abastecimento de água no município. Vídeos foram enviados ao Portal AZ denunciando a situação.

Água barrenta em Murici dos Portelas (Foto: divulgação)

As imagens mostram que a água que sai das torneiras é turva. Além disso, segundo Charlles Sales, o abastecimento acontece de forma irregular. “No conjunto habitacional Novo Murici, por exemplo, passa até 10 dias sem água. O serviço não é de qualidade, mas o talão chega direitinho nas casas”, reclamou.

A população teme contrair doença consumindo o líquido. “Temos medo de adoecer. Eu mesmo só uso a água que sai das torneiras para lavar roupa, louças, tomar banho, essas coisas. Para consumo próprio sou obrigado a usar água mineral”, disse Charles acrescentando ainda que o abastecimento piorou depois que o serviço de abastecimento ficou à cargo da Agespisa.

O órgão afirmou que irá apurar a denúncia. "A Agespisa informa que vai averiguar a situação e tomar as devidas providências para solucionar o problema, caso seja de responsabilidade da companhia".

Assista ao vídeo: 

Moradores de Murici dos Portelas (Norte do Piauí), a 324 km de Teresina, reclamam da qualidade do abastecimento de água no município. Vídeos foram enviados ao Portal AZ denunciando a situação.

Água barrenta em Murici dos Portelas (Foto: divulgação)

As imagens mostram que a água que sai das torneiras é turva. Além disso, segundo Charlles Sales, o abastecimento acontece de forma irregular. “No conjunto habitacional Novo Murici, por exemplo, passa até 10 dias sem água. O serviço não é de qualidade, mas o talão chega direitinho nas casas”, reclamou.

A população teme contrair doença consumindo o líquido. “Temos medo de adoecer. Eu mesmo só uso a água que sai das torneiras para lavar roupa, louças, tomar banho, essas coisas. Para consumo próprio sou obrigado a usar água mineral”, disse Charles acrescentando ainda que o abastecimento piorou depois que o serviço de abastecimento ficou à cargo da Agespisa.

O órgão afirmou que irá apurar a denúncia. "A Agespisa informa que vai averiguar a situação e tomar as devidas providências para solucionar o problema, caso seja de responsabilidade da companhia".

Assista ao vídeo: