1. Editorias
  2. Polícia
  3. Polícia cumpre mandados contra facção criminosa que atua em presídios
Publicidade

Polícia cumpre mandados contra facção criminosa que atua em presídios

Além de tráfico de drogas, os alvos são suspeitos de roubos e assassinatos

A Polícia Civil iniciou, na manhã desta segunda-feira (15), uma operação que envolve 300 policiais, para combater uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios. A operação é realizada no Tocantins, Goiás e Piauí. A ação foi chamada de operação Intramuros e cumpre 75 mandados de prisão e 72 de busca e apreensão.

Suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas foram presos (Foto: Wherbert Araújo/SSP/Divulgação)

Segundo informações da policia as investigações começaram após agentes prisionais encontrarem celulares dentro da Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, na região central do estado. No Piauí há uma ordem de prisão em Marcolândia e em Goiás são quatro mandados sendo cumpridos em Aparecida de Goiânia. 

Durante as investigações foram confirmados pelo menos três assassinatos. Essas mortes, de integrantes de facções rivais, faziam com que os integrantes ganhassem pontos para serem promovidos na hierarquia da organização criminosa.

Além de tráfico de drogas, os alvos são suspeitos de roubos e assassinatos. De todos os alvos, pelo menos, 30 estão dentro do sistema prisional. Eles são apontados como chefes da facção e comandam o tráfico de dentro da cadeia. Até às 8h, cerca de 50 mandados foram cumpridos.

Ainda de acordo com a polícia, os mandados de prisão em Goiás e Piauí são para parentes de integrantes da facção que emprestavam contas bancárias para a quadrilha movimentar e lavar o dinheiro. A Justiça também determinou o bloqueio das contas destes suspeitos.

*Com informações do G1 - Tocantins

A Polícia Civil iniciou, na manhã desta segunda-feira (15), uma operação que envolve 300 policiais, para combater uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios. A operação é realizada no Tocantins, Goiás e Piauí. A ação foi chamada de operação Intramuros e cumpre 75 mandados de prisão e 72 de busca e apreensão.

Suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas foram presos (Foto: Wherbert Araújo/SSP/Divulgação)

Segundo informações da policia as investigações começaram após agentes prisionais encontrarem celulares dentro da Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, na região central do estado. No Piauí há uma ordem de prisão em Marcolândia e em Goiás são quatro mandados sendo cumpridos em Aparecida de Goiânia. 

Durante as investigações foram confirmados pelo menos três assassinatos. Essas mortes, de integrantes de facções rivais, faziam com que os integrantes ganhassem pontos para serem promovidos na hierarquia da organização criminosa.

Além de tráfico de drogas, os alvos são suspeitos de roubos e assassinatos. De todos os alvos, pelo menos, 30 estão dentro do sistema prisional. Eles são apontados como chefes da facção e comandam o tráfico de dentro da cadeia. Até às 8h, cerca de 50 mandados foram cumpridos.

Ainda de acordo com a polícia, os mandados de prisão em Goiás e Piauí são para parentes de integrantes da facção que emprestavam contas bancárias para a quadrilha movimentar e lavar o dinheiro. A Justiça também determinou o bloqueio das contas destes suspeitos.

*Com informações do G1 - Tocantins