1. Editorias
  2. Polícia
  3. Polinter prende policial militar por adulterar placa de veículo
Publicidade

Polinter prende policial militar por adulterar placa de veículo

Prisão aconteceu na tarde deste domingo (14), no bairro Cristo Rei, na zona Sul

Um policial militar do 16ºBPM da cidade de José de Freitas, identificado apenas como Soldado Napoleão, foi preso na tarde deste domingo (14) por policiais da Delegacia de Polícia Interestadual do Piauí (Polinter), no bairro Cristo Rei, zona Sul de Teresina.

De acordo com informações do delegado Ewerton Férrer, a Polinter recebeu informações de que havia um veículo Mercedes com a placa adulterada em um condomínio no bairro Cristo Rei. Chegando ao local, um dos policiais constatou que os números “6 e 9” da placa estavam coberto com fitas adesivas, fazendo com que virassem os números “8 e 8”.

Sede da Polinter. (Foto: Divulgação/ SSP-PI)

De acordo com o delegado, o reforço foi chamado e o dono do veículo, o policial militar, foi conduzido para a Central de Flagrantes de Teresina, onde foi autuado no artigo 311, que consiste em adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento. De acordo com o delegado, ao crime não cabe fiança.

“Não sei qual a explicação que ele deu pra essas fitas na placa, mas vamos aguardar para que possamos seguir na investigação para saber o porquê dessas fitas”, explica o delegado.

Segundo o Código Penal Brasileiro, a pena para esse crime é de reclusão de três a seis anos, e multa.

O Portal AZ procurou a Polícia Militar do Piauí para comentar o caso, mas a corporação ainda estava colhendo informações sobre o fato. 

Um policial militar do 16ºBPM da cidade de José de Freitas, identificado apenas como Soldado Napoleão, foi preso na tarde deste domingo (14) por policiais da Delegacia de Polícia Interestadual do Piauí (Polinter), no bairro Cristo Rei, zona Sul de Teresina.

De acordo com informações do delegado Ewerton Férrer, a Polinter recebeu informações de que havia um veículo Mercedes com a placa adulterada em um condomínio no bairro Cristo Rei. Chegando ao local, um dos policiais constatou que os números “6 e 9” da placa estavam coberto com fitas adesivas, fazendo com que virassem os números “8 e 8”.

Sede da Polinter. (Foto: Divulgação/ SSP-PI)

De acordo com o delegado, o reforço foi chamado e o dono do veículo, o policial militar, foi conduzido para a Central de Flagrantes de Teresina, onde foi autuado no artigo 311, que consiste em adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento. De acordo com o delegado, ao crime não cabe fiança.

“Não sei qual a explicação que ele deu pra essas fitas na placa, mas vamos aguardar para que possamos seguir na investigação para saber o porquê dessas fitas”, explica o delegado.

Segundo o Código Penal Brasileiro, a pena para esse crime é de reclusão de três a seis anos, e multa.

O Portal AZ procurou a Polícia Militar do Piauí para comentar o caso, mas a corporação ainda estava colhendo informações sobre o fato.