1. Editorias
  2. Polícia
  3. Professor é investigado por suposto abuso sexual de estudantes no Piauí
Publicidade

Professor é investigado por suposto abuso sexual de estudantes no Piauí

Marcílio Augusto já havia sido denunciado quando era diretor

Um professor da Unidade Escolar José Rodrigues de Melo, localizada na zona rural do município de Batalha, está sendo indiciado por suposto abuso sexual de estudantes. 

Escola Estadual Conselheiro Saraiva, onde indiciado era diretor e foi afastado ( Foto:reprodução internet)

A informação foi confirmada pelo delegado Denis Sampaio, da delegacia de Batalha, que ainda disse que várias vítimas foram ouvidas e que a polícia aguarda a conclusão do laudo pericial para finalizar as investigações. 

Delegado Denis Sampaio( Foto: divulgação) 

“Menores entre 14 e 17 foram ouvidos e contaram detalhes do crime. O professor convidava os estudantes para sair, pagava bebidas alcoólicas, lanche e às vezes oferecia até dinheiro. Já estamos em fase final das investigações, aguardamos a conclusão dos laudos periciais”, afirma o delegado. 

O prefeito de Batalha, João Messias Freitas Melo, assinou portaria no dia 24 de junho, determinando o afastamento do professor que,segundo o Portal AZ apurou, de nome Marcílio Augusto.

Ele já havia sido denunciado também por abuso sexual a menores. O crime teria ocorrido ainda no ano passado, quando o indiciado foi diretor da Escola Estadual Conselheiro Saraiva, no Centro de Batalha. 

O servidor foi afastado da direção da escola em fevereiro deste ano, conforme portaria publicada no Diário Oficial do Estado.  Com o seguimento das investigações, o pedido de prorrogação do afastamento foi assinado por mais 30 dias. 

O Ministério Público do Piauí acompanha o caso. 

Um professor da Unidade Escolar José Rodrigues de Melo, localizada na zona rural do município de Batalha, está sendo indiciado por suposto abuso sexual de estudantes. 

DDD

Escola Estadual Conselheiro Saraiva, onde indiciado era diretor e foi afastado ( Foto:reprodução internet)

A informação foi confirmada pelo delegado Denis Sampaio, da delegacia de Batalha, que ainda disse que várias vítimas foram ouvidas e que a polícia aguarda a conclusão do laudo pericial para finalizar as investigações. 

fff

Delegado Denis Sampaio( Foto: divulgação) 

“Menores entre 14 e 17 foram ouvidos e contaram detalhes do crime. O professor convidava os estudantes para sair, pagava bebidas alcoólicas, lanche e às vezes oferecia até dinheiro. Já estamos em fase final das investigações, aguardamos a conclusão dos laudos periciais”, afirma o delegado. 

O prefeito de Batalha, João Messias Freitas Melo, assinou portaria no dia 24 de junho, determinando o afastamento do professor que,segundo o Portal AZ apurou, de nome Marcílio Augusto.

ddd

Ele já havia sido denunciado também por abuso sexual a menores. O crime teria ocorrido ainda no ano passado, quando o indiciado foi diretor da Escola Estadual Conselheiro Saraiva, no Centro de Batalha. 

fff

O servidor foi afastado da direção da escola em fevereiro deste ano, conforme portaria publicada no Diário Oficial do Estado.  Com o seguimento das investigações, o pedido de prorrogação do afastamento foi assinado por mais 30 dias. 

O Ministério Público do Piauí acompanha o caso.