Editorias
  1. Polícia
  2. Polícia solta mulher acusada de matar os próprios filhos no interior do Piauí
Publicidade

Polícia solta mulher acusada de matar os próprios filhos no interior do Piauí

A suspeita foi presa liberada nesta quinta-feira (08), um dia depois da prisão

Acusada de matar os próprios filhos – um casal de gêmeos recém-nascidos, na cidade de Curralinhos, Hildelene de Sousa Lima foi solta por falta de provas. A mulher foi liberada nesta quinta-feira (08), um dia depois da apreensão.

Hildelene de Sousa Lima (Foto: Divulgação)

Hildelene foi detida ainda no hospital da cidade de Demerval Lobão, onde foi atendida quando o caso veio a público e, logo depois, encaminhada à Central de Flagrantes, em Teresina, para prestar depoimento. 

“O delegado de plantão [na Central de Flagrantes] não teve elementos para fazer o auto de prisão dela porque não havia o laudo cadavérico com o resultado das mortes e nem testemunhas. Mas isso aí não impede que a gente investigue não. Se for comprovado que ela praticou o crime será pedida a prisão preventiva da acusada.”, informou ao Portal AZ o delegado Anchieta Pontes, do 18° Distrito Policial (responsável pela região de Curralinhos). 

Segundo informações, em depoimento Hildelene negou que tenha matado os recém-nascidos e disse que seu “único erro foi não ter contado a verdade para minha família sobre sua gravidez”.

O crime

As crianças foram encontradas abandonadas em um matagal e já sem vida. O crime aconteceu na noite terça-feira (06).

Ainda de acordo com informações, a mulher praticou o crime para ocultar gravidez. O fato foi descoberto pela própria família da suspeita.

Hildelene teria dado à luz no próprio local onde abandonou as crianças. Ao voltar para casa e entrar no banheiro ainda ensaguentada, a mulher teria levantado suspeita da mãe.

O crime foi denunciado ao Conselho Tutelar da cidade de Monsehor Gil pelo irmão da acusada.

Com informações do Portal Tribunal 316