Editorias
  1. AZ Esporte
  2. 'Garantido' na abertura da Copa América, São Paulo reformará Morumbi
Publicidade

'Garantido' na abertura da Copa América, São Paulo reformará Morumbi

Estadio ganhará novos vestiários, túneis de acesso, iluminação… (Luis Moura/Gazeta Press)

 

O anúncio oficial só ocorrerá na próxima terça-feira, mas o São Paulo garante que já foi avisado pela Conmebol que o Morumbi será palco da partida de abertura da Copa América, no dia 7 de junho do ano que vem – essa possibilidade havia sido revelada com exclusividade pelo Blog em 16 de agosto.

Para convencer a Conmebol, o Tricolor prometeu uma série de reformas em seu estádio. A começar pela modernização do sistema de iluminação. O Morumbi também terá melhorias nos dois vestiários, além da criação de um saguão para os atletas dos dois times.

O projeto para o novo Morumbi ainda prevê um novo túnel de acesso ao gramado e investimento em infraestrutura de tecnologia da informação e distribuição de cabos para internet sem fim. Tudo para garantir um ar mais moderno ao estádio que foi inaugurado em 1960, há 57 anos.

O São Paulo já tem a promessa da Brahma de que os vestiários e os túneis serão bancados por um fundo criado para melhorias dos estádios brasileiros. O restante ficará sob responsabilidade do próprio clube.

Até o jogo de abertura da Copa América, também existe a expectativa de que a estação de metrô São Paulo-Morumbi já esteja inaugurada, facilitando o acesso ao estádio – a distância será inferior a dois quilômetros.

Conselheiro do São Paulo e ex-funcionário do clube, Rogério Caboclo teve papel decisivo na escolha do Morumbi. Vale lembrar que Caboclo foi eleito presidente da CBF – toma posse no ano que vem – e ocupa o cargo de CEO da Copa América.

Casa alviverde: O Morumbi receberá apenas o jogo de abertura da Copa América, porque o Allianz Parque ficará com as outras partidas da sede paulista do torneio. Isso porque a Arena Corinthians, que recebeu a Copa do Mundo, abriu mão de abrigar o torneio do ano que vem.

A Copa América contará com 12 seleções – as dez da América do Sul, além de Japão e Qatar – e contará com cinco sedes: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador.

Publicidade