1. Blogs
  2. Ajuspi
  3. Os cuidados para comprar seu primeiro imóvel
Publicidade

Os cuidados para comprar seu primeiro imóvel

A compra do primeiro imóvel é uma importante decisão na vida de toda pessoa. Seja com intuito de morar ou investir, o momento é revestido dos mais ambíguos sentimentos de euforia, entusiasmo e alegria, mas também de dúvida, ansiedade e comprometimento emocional e financeiro. Muitas vezes, envoltos nesses sentimentos, acabamos por não fazer a melhor escolha.

Nesse sentido, é importante ter em mente que a compra do primeiro imóvel deve ser uma atitude que tente ao máximo excluir o lado emocional da negociação, fixando-se em um comportamento detidamente racional.

Para nortear essa difícil tarefa, elencamos três passos que podem facilitar em muito na tomada de decisões: 1) Faça visitas aos conselhos de classe; 2) Busque assessoria de profissionais que atuem no mercado e que possuam boas referências; 3) Faça uma investigação pessoal.

Os conselhos de classe, tais como o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECI, regulam e fiscalizam as atividades das pessoas físicas e jurídicas que trabalham com a construção e comercialização dos imóveis, logo esses conselhos de classe detêm informações privilegiadas sobra a regularidade das empresas e profissionais que atuam no mercado, sobre a legalidade dos empreendimentos e, de uma forma geral, sobre a segurança física e jurídicas dos imóveis.

Outro passo importantíssimo é buscar aconselhamento com os profissionais da área imobiliária, dos quais destacamos os advogados e corretores de imóveis. Com esses profissionais é possível obter informações de mercado, saber do histórico judicial e comercial das construtoras, obter dados sobre a situação fiscal das mesmas, saber da regularidade e prazo de entrega das obras e empreendimentos e inúmeras informações que garantam mais segurança e confiança para tomar a decisão mais acertada, rentável, dentro dos ditames legais, contratualmente equilibrada e financeiramente mais relevante. 

Por fim, junte todas as informações obtidas e faça sua análise pessoal, procure conhecer a fundo o produto que está adquirindo, conheça pessoalmente o local do imóvel, de preferência em diferentes épocas do ano, visite com regularidade o local da sua obra, mantenha contato permanente com aqueles que venderam ou que estão a construir seu imóvel, enfim, fique vigilante, mantenha-se participativo e colaborativo.

Sem dúvida, seguindo as etapas acima detalhadas, a compra do seu primeiro imóvel será motivo de momentos tranquilos e felizes, que certamente trará qualidade de vida, conforto e provavelmente ganhos financeiros.

Escrito por Rafael Correia
Advogado. Graduado em Direito pela UFPI. Pós-Graduado em Direito Tributário pelo CEUT. Pós-Graduado em Direito Imobiliário, Urbanístico e Condominial pela FAST. Advogado por 12 anos do grupo empresarial João Santos. Militante na área do Direito Patrimonial. Membro fundador da AJUSPI.

A compra do primeiro imóvel é uma importante decisão na vida de toda pessoa. Seja com intuito de morar ou investir, o momento é revestido dos mais ambíguos sentimentos de euforia, entusiasmo e alegria, mas também de dúvida, ansiedade e comprometimento emocional e financeiro. Muitas vezes, envoltos nesses sentimentos, acabamos por não fazer a melhor escolha.

Nesse sentido, é importante ter em mente que a compra do primeiro imóvel deve ser uma atitude que tente ao máximo excluir o lado emocional da negociação, fixando-se em um comportamento detidamente racional.

Para nortear essa difícil tarefa, elencamos três passos que podem facilitar em muito na tomada de decisões: 1) Faça visitas aos conselhos de classe; 2) Busque assessoria de profissionais que atuem no mercado e que possuam boas referências; 3) Faça uma investigação pessoal.

Os conselhos de classe, tais como o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECI, regulam e fiscalizam as atividades das pessoas físicas e jurídicas que trabalham com a construção e comercialização dos imóveis, logo esses conselhos de classe detêm informações privilegiadas sobra a regularidade das empresas e profissionais que atuam no mercado, sobre a legalidade dos empreendimentos e, de uma forma geral, sobre a segurança física e jurídicas dos imóveis.

Outro passo importantíssimo é buscar aconselhamento com os profissionais da área imobiliária, dos quais destacamos os advogados e corretores de imóveis. Com esses profissionais é possível obter informações de mercado, saber do histórico judicial e comercial das construtoras, obter dados sobre a situação fiscal das mesmas, saber da regularidade e prazo de entrega das obras e empreendimentos e inúmeras informações que garantam mais segurança e confiança para tomar a decisão mais acertada, rentável, dentro dos ditames legais, contratualmente equilibrada e financeiramente mais relevante. 

Por fim, junte todas as informações obtidas e faça sua análise pessoal, procure conhecer a fundo o produto que está adquirindo, conheça pessoalmente o local do imóvel, de preferência em diferentes épocas do ano, visite com regularidade o local da sua obra, mantenha contato permanente com aqueles que venderam ou que estão a construir seu imóvel, enfim, fique vigilante, mantenha-se participativo e colaborativo.

Sem dúvida, seguindo as etapas acima detalhadas, a compra do seu primeiro imóvel será motivo de momentos tranquilos e felizes, que certamente trará qualidade de vida, conforto e provavelmente ganhos financeiros.

Escrito por Rafael Correia
Advogado. Graduado em Direito pela UFPI. Pós-Graduado em Direito Tributário pelo CEUT. Pós-Graduado em Direito Imobiliário, Urbanístico e Condominial pela FAST. Advogado por 12 anos do grupo empresarial João Santos. Militante na área do Direito Patrimonial. Membro fundador da AJUSPI.

Advogado Augusto Filho destaca função das Subseções da OAB-PI AJUSPI realiza confraternização e celebra conquistas do ano 2021