1. Blogs
  2. Jacobina
  3. Conheça a coluna Jacobina
Publicidade

Conheça a coluna Jacobina

Antes de iniciar a coluna denominada “Jacobina”, se faz necessário oferecer detalhes sobre o perfil da coluna, de conteúdo semanal, e sem papas na língua, e claro, por ser esta coluna por excelência, e por excelência precisa-se e oferece-se aos leitores, conteúdos ácidos e corrosivos, e de uma escrita de pouca piedade aos malfeitores que trabalham contra o Estado e à população do Estado do Piauí.

Jacobina estreia coluna no Portal AZ (Foto: reprodução)

Prometo chumbo e artilharia pesada e com total alinhamento ao editorial do próprio Portal AZ, pois quem escreve para agradar não é jornalista e sim marqueteiro.

“PERO NADA ME HARÁ TAN FELIZ COMO DOS MARGARITAS”! ESCREVER ESTÁ NO SANGUE! PRA CIMA DELES!!!!

Ademais, usa-se este pseudônimos de “A rainha Jacobina” por ser independente e apurar os fatos com verdade e para evitar represálias dos covardes e balas “perdidas” e “encontradas” e perseguições rasteiras, não escrevo para agradar, nem cultivar e alimentar o amor de ninguém, assim, precisa-se no mínimo manter a integridade física, JÁ QUE a mental é perfeita e certeira! No alvo!!

Por fim, para não cansar os leitores, paro por aqui! Mas já prometendo que na semana que vem iremos informar o caos  que se encontra à Delegacia De Proteção A Criança e ao Adolescente, na verdade, sobre a ilusória Segurança Pública do Estado do Piauí.

Acorda Fabio Abreu, mais serviço e menos Marketing! A rainha está de olho e o rei está NU! E QUE INICIE O XADREZ!

Sobre

Jacobina é baseado na rainha vermelha que governa tiranamente o País das Maravilhas, a personagem fica zangada porque tem uma cabeça enorme. Por isso, ela não para de pedir que cortem a cabeça das pessoas. Ela também não consegue parar de falar, além da coluna se basear, nos jacobinos, dos quais, faziam parte de uma organização política, criada em 1789 na França duranto processo da Revolução Francesa.

No princípio tinham uma posição moderada sobre os encaminhamentos revolucionários, porém, com a liderança de Robespierre, passaram a ter posições radicais. Ou seja, tudo com uma ironia fina e sútil.

Até breve, e que cortem as cabeças!!!!!

Antes de iniciar a coluna denominada “Jacobina”, se faz necessário oferecer detalhes sobre o perfil da coluna, de conteúdo semanal, e sem papas na língua, e claro, por ser esta coluna por excelência, e por excelência precisa-se e oferece-se aos leitores, conteúdos ácidos e corrosivos, e de uma escrita de pouca piedade aos malfeitores que trabalham contra o Estado e à população do Estado do Piauí.

Jacobina estreia coluna no Portal AZ (Foto: reprodução)

Prometo chumbo e artilharia pesada e com total alinhamento ao editorial do próprio Portal AZ, pois quem escreve para agradar não é jornalista e sim marqueteiro.

“PERO NADA ME HARÁ TAN FELIZ COMO DOS MARGARITAS”! ESCREVER ESTÁ NO SANGUE! PRA CIMA DELES!!!!

Ademais, usa-se este pseudônimos de “A rainha Jacobina” por ser independente e apurar os fatos com verdade e para evitar represálias dos covardes e balas “perdidas” e “encontradas” e perseguições rasteiras, não escrevo para agradar, nem cultivar e alimentar o amor de ninguém, assim, precisa-se no mínimo manter a integridade física, JÁ QUE a mental é perfeita e certeira! No alvo!!

Por fim, para não cansar os leitores, paro por aqui! Mas já prometendo que na semana que vem iremos informar o caos  que se encontra à Delegacia De Proteção A Criança e ao Adolescente, na verdade, sobre a ilusória Segurança Pública do Estado do Piauí.

Acorda Fabio Abreu, mais serviço e menos Marketing! A rainha está de olho e o rei está NU! E QUE INICIE O XADREZ!

Sobre

Jacobina é baseado na rainha vermelha que governa tiranamente o País das Maravilhas, a personagem fica zangada porque tem uma cabeça enorme. Por isso, ela não para de pedir que cortem a cabeça das pessoas. Ela também não consegue parar de falar, além da coluna se basear, nos jacobinos, dos quais, faziam parte de uma organização política, criada em 1789 na França duranto processo da Revolução Francesa.

No princípio tinham uma posição moderada sobre os encaminhamentos revolucionários, porém, com a liderança de Robespierre, passaram a ter posições radicais. Ou seja, tudo com uma ironia fina e sútil.

Até breve, e que cortem as cabeças!!!!!

Denúncia: alunos tornam-se faxineiros em escola pública! Diretor do Tribunal Regional Eleitoral fala sobre as horas extras