1. Blogs
  2. Josenildo Melo
  3. Os meios justificam os meios?
Publicidade

Os meios justificam os meios?

De acordo com a formação Jesuítica; não tenha dúvidas disso. O Bem Maior será capaz de derrotar o Mal maior? Não tenha a mínima dúvida disso. Afinal, ninguém agüenta mais; Eles já não possuem noções e muito menos limites. Eles quem? Pra bons entendedores meias palavras não bastam? Pra derrotar o demônio não é necessário alguém sem medo e maior ainda que o satanás? Os meios neste caso justificam realmente os fins! Uni-vos homens de Bem; chegou o momento!

Olha só este anúncio de uma Bíblia Apologética. O anúncio diz o seguinte A Bíblia de Estudo Apologia Cristã ajudará os cristãos de hoje a entender, defender e proclamar sua fé em meio a um tempo de crescente relativismo moral e espiritual. Mais de uma centena de artigos e questões sobre fé e ciência fornecem uma experiência recompensadora a cada estudo. Ainda apresenta como diferencial uma introdução para cada livro da Bíblia focada nos elementos inerentes à apologética e perfis históricos de apologistas desde Justino a C.S.Lweis. Também apresenta valiosas contribuições dos mais consagrados apologistas modernos como: Charles Colson, Norman Geisler, Hank Hanegraaff, Josh Mc Dowell e mais de 90 outros colaboradores. Esta valiosa ferramenta constitui um recurso singular para declarar as razões de nossa fé, respondendo às grandes questões da vida.

Fazendo apologia cristã na política nobre escritor? Pare, pense e reflita. O que fazem a mais de 16 (dezesseis anos) anos no poder? Só aumentam o quinhão de poder a cada dia? O que afinal é a etimologia da palavra política? Coletividade não para alguns; mas em benefício de todos. Calculem o patrimônio não declarado de alguns e vejam se estão agindo em nome da política com P maiúsculo. Mas quem é capaz de derrotá-los não usa das mesmas e ainda piores “armas”? Neste caso a máxima jesuítica deve entrar em ação e é a única saída. Já que os ricos cristãos são medrosos que atue quem os desígnios de Deus estão enviando. Ninguém agüenta mais mentira dia e noite; noite e dia. Manhã, tarde e noite são mentiras proferidas e quem devia punir os mentirosos; compactua com Eles. Porque a Igreja de Cristo permanece até os dias de hoje? Luta com as armas?

Os céticos de plantão neste momento já se perguntam; o quer que é isso? Os atos de escritas do século XXI devem refletir a verdade. O que é a verdade? Cristo Jesus. O diabo é o pai da mentira e muitos que deviam pregar a verdade compactuam com a mentira dia e noite e noite e dia; e o que rola em troca? Construções de “Igrejas”? Ajudas “materiais por fora”? Não pensem que na Igreja de Cristo o diabo também não tem os seus? Ora se tem; mas a verdade os libertará? Os Reverendos e os Padres são sempre os últimos a saberem? As raposas gostam de atuar discretamente e em cima da necessidade do povão? Cuidado com lobos em peles de cordeiros!

Sabia que a frase "Os fins justificam os meios" jamais chegou a ser proferida pelo italiano Nicolau Maquiavel, embora freqüentemente a citação seja associada a ele. A oração pode até ser considerada uma síntese redutora do tratado político O príncipe, escrito pelo pensador, mas a verdade é que o intelectual jamais redigiu tal oração. Oração? A frase "Os fins justificam os meios" sugere que, com o intuito de se alcançar determinado objetivo, seria aceitável tomar qualquer atitude. No universo da política, muitas vezes a frase atribuída a Maquiavel é utilizada para caracterizar autoridades que, para cumprirem suas vontades pessoais, tecem acordos e alianças questionáveis. Apesar de a frase ser atribuída a Maquiavel, é um consenso entre os estudiosos da obra do pensador italiano que tal oração jamais foi escrita pelo autor. O que Maquiavel faz em seu tratado O príncipe é recomendar que os governantes usem meios justos, mas, caso seja necessário, façam uso de recursos injustos para se manterem no poder. O termos os meios justificam os fins surgiu de onde menos imagina? Certo mesmo é que inimigo à altura SURGIU?

De acordo com a formação Jesuítica; não tenha dúvidas disso. O Bem Maior será capaz de derrotar o Mal maior? Não tenha a mínima dúvida disso. Afinal, ninguém agüenta mais; Eles já não possuem noções e muito menos limites. Eles quem? Pra bons entendedores meias palavras não bastam? Pra derrotar o demônio não é necessário alguém sem medo e maior ainda que o satanás? Os meios neste caso justificam realmente os fins! Uni-vos homens de Bem; chegou o momento!

Olha só este anúncio de uma Bíblia Apologética. O anúncio diz o seguinte A Bíblia de Estudo Apologia Cristã ajudará os cristãos de hoje a entender, defender e proclamar sua fé em meio a um tempo de crescente relativismo moral e espiritual. Mais de uma centena de artigos e questões sobre fé e ciência fornecem uma experiência recompensadora a cada estudo. Ainda apresenta como diferencial uma introdução para cada livro da Bíblia focada nos elementos inerentes à apologética e perfis históricos de apologistas desde Justino a C.S.Lweis. Também apresenta valiosas contribuições dos mais consagrados apologistas modernos como: Charles Colson, Norman Geisler, Hank Hanegraaff, Josh Mc Dowell e mais de 90 outros colaboradores. Esta valiosa ferramenta constitui um recurso singular para declarar as razões de nossa fé, respondendo às grandes questões da vida.

Fazendo apologia cristã na política nobre escritor? Pare, pense e reflita. O que fazem a mais de 16 (dezesseis anos) anos no poder? Só aumentam o quinhão de poder a cada dia? O que afinal é a etimologia da palavra política? Coletividade não para alguns; mas em benefício de todos. Calculem o patrimônio não declarado de alguns e vejam se estão agindo em nome da política com P maiúsculo. Mas quem é capaz de derrotá-los não usa das mesmas e ainda piores “armas”? Neste caso a máxima jesuítica deve entrar em ação e é a única saída. Já que os ricos cristãos são medrosos que atue quem os desígnios de Deus estão enviando. Ninguém agüenta mais mentira dia e noite; noite e dia. Manhã, tarde e noite são mentiras proferidas e quem devia punir os mentirosos; compactua com Eles. Porque a Igreja de Cristo permanece até os dias de hoje? Luta com as armas?

Os céticos de plantão neste momento já se perguntam; o quer que é isso? Os atos de escritas do século XXI devem refletir a verdade. O que é a verdade? Cristo Jesus. O diabo é o pai da mentira e muitos que deviam pregar a verdade compactuam com a mentira dia e noite e noite e dia; e o que rola em troca? Construções de “Igrejas”? Ajudas “materiais por fora”? Não pensem que na Igreja de Cristo o diabo também não tem os seus? Ora se tem; mas a verdade os libertará? Os Reverendos e os Padres são sempre os últimos a saberem? As raposas gostam de atuar discretamente e em cima da necessidade do povão? Cuidado com lobos em peles de cordeiros!

Sabia que a frase "Os fins justificam os meios" jamais chegou a ser proferida pelo italiano Nicolau Maquiavel, embora freqüentemente a citação seja associada a ele. A oração pode até ser considerada uma síntese redutora do tratado político O príncipe, escrito pelo pensador, mas a verdade é que o intelectual jamais redigiu tal oração. Oração? A frase "Os fins justificam os meios" sugere que, com o intuito de se alcançar determinado objetivo, seria aceitável tomar qualquer atitude. No universo da política, muitas vezes a frase atribuída a Maquiavel é utilizada para caracterizar autoridades que, para cumprirem suas vontades pessoais, tecem acordos e alianças questionáveis. Apesar de a frase ser atribuída a Maquiavel, é um consenso entre os estudiosos da obra do pensador italiano que tal oração jamais foi escrita pelo autor. O que Maquiavel faz em seu tratado O príncipe é recomendar que os governantes usem meios justos, mas, caso seja necessário, façam uso de recursos injustos para se manterem no poder. O termos os meios justificam os fins surgiu de onde menos imagina? Certo mesmo é que inimigo à altura SURGIU?

O tiro saiu pela culatra? Jornal Diário do Povo