1. Blogs
  2. Josenildo Melo
  3. Nefasta incredulidade
Publicidade

Nefasta incredulidade

Você já perdeu sono preocupado com as coisas espirituais? Seja sincero! Dificilmente. E o que mais o preocupa? Aspectos relacionados à vida material. Isso não devia acontecer. Isso gera ansiedade. E o que é a “ansiedade”? A nefasta incredulidade. Incredulidade no meio dos gentios é algo comum; já no meio dos “eleitos” é algo realmente muito perigoso e significa, sobretudo falta de fé. Veja o que diz a Sagrada Escritura a respeito do que os homens se preocupam cotidianamente: Mt 6, 25 – 34 “ Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustentam. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?” A NEFASTA incredulidade é grave!

O que é algo nefasto? É o que significa mau agouro, que provoca desgraça ou referente à um período de luto e tristeza. A palavra se origina do latim nefastus, que na Roma antiga era utilizado para os chamados dies nefastus, dia em que o tribunal era fechado e seria ilegal despachar assuntos jurídicos. Na contemporaneidade, a palavra nefasto sempre foi associada com as trevas ou algo que é mau. Normalmente, dizemos que algo ou alguém é nefasto quando desperta sensações de tristeza, luto ou pensamentos relacionados à morte e ao que é fúnebre. O nefasto também está relacionado com o desconhecido, maléfico ou diabólico. Tudo que causa azar, consequências negativas ou prejuízos para as pessoas. E de onde advém a incredulidade? Do Incrédulo; que é a qualidade de quem não acredita em algo, por norma utilizado para se referir ao indivíduo que não tem fé religiosa. Uma pessoa incrédula também pode ser aquela que é cética, ou seja, não acredita com facilidade nas outras pessoas ou em novas informações. No âmbito religioso, os incrédulos são aqueles que não aceitam e não acreditam na existência e poder de Deus. Veja logo abaixo o que as sagradas escrituras novamente dizem sobre a falta de fé!

“Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas. Buscais, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal”. Calvinisticamente você não deve acordar e ir trabalhar? Nada disso! Você não deve é andar ansioso; pois estará dando exemplo de comportamento cristão inadequado. João Calvino também diz: “Enquanto todos os homens buscam a felicidade, apenas um em cem a busca em Deus”. Trabalhar é importante. Acreditar na providência de Deus mais importante ainda! Peça a Cristo Jesus a graça de afastar de você a NEFASTA INCREDULIDADE!

Você já perdeu sono preocupado com as coisas espirituais? Seja sincero! Dificilmente. E o que mais o preocupa? Aspectos relacionados à vida material. Isso não devia acontecer. Isso gera ansiedade. E o que é a “ansiedade”? A nefasta incredulidade. Incredulidade no meio dos gentios é algo comum; já no meio dos “eleitos” é algo realmente muito perigoso e significa, sobretudo falta de fé. Veja o que diz a Sagrada Escritura a respeito do que os homens se preocupam cotidianamente: Mt 6, 25 – 34 “ Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustentam. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?” A NEFASTA incredulidade é grave!

O que é algo nefasto? É o que significa mau agouro, que provoca desgraça ou referente à um período de luto e tristeza. A palavra se origina do latim nefastus, que na Roma antiga era utilizado para os chamados dies nefastus, dia em que o tribunal era fechado e seria ilegal despachar assuntos jurídicos. Na contemporaneidade, a palavra nefasto sempre foi associada com as trevas ou algo que é mau. Normalmente, dizemos que algo ou alguém é nefasto quando desperta sensações de tristeza, luto ou pensamentos relacionados à morte e ao que é fúnebre. O nefasto também está relacionado com o desconhecido, maléfico ou diabólico. Tudo que causa azar, consequências negativas ou prejuízos para as pessoas. E de onde advém a incredulidade? Do Incrédulo; que é a qualidade de quem não acredita em algo, por norma utilizado para se referir ao indivíduo que não tem fé religiosa. Uma pessoa incrédula também pode ser aquela que é cética, ou seja, não acredita com facilidade nas outras pessoas ou em novas informações. No âmbito religioso, os incrédulos são aqueles que não aceitam e não acreditam na existência e poder de Deus. Veja logo abaixo o que as sagradas escrituras novamente dizem sobre a falta de fé!

“Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas. Buscais, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal”. Calvinisticamente você não deve acordar e ir trabalhar? Nada disso! Você não deve é andar ansioso; pois estará dando exemplo de comportamento cristão inadequado. João Calvino também diz: “Enquanto todos os homens buscam a felicidade, apenas um em cem a busca em Deus”. Trabalhar é importante. Acreditar na providência de Deus mais importante ainda! Peça a Cristo Jesus a graça de afastar de você a NEFASTA INCREDULIDADE!

Você é seguidor de Cristo Jesus? Avassaladora força evangélica