1. Blogs
  2. Blog da Cris
  3. Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível?
Publicidade

Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível?

Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível? 

O que o empregador mais sonha é contratar empregados gastando apenas pela produtividade do mesmo, sem ter um horário rígido de trabalho, diminuindo assim sua carga tributária. Será que isso é possível? Como fazer para contratar empregados só esporadicamente?

Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível? (Foto: reprodução/Internet)

Você sabia que é possível? O trabalho intermitente, também conhecido como contrato “zero horas” ou contrato ultraflexível, é uma das novidades da reforma trabalhista. Nessa modalidade contratual, o empregado poderá prestar serviços à qualquer hora que o empregador convocar, por exemplo, trabalhar hoje pela manhã, outro dia à tarde, outro à noite no fim de semana. Para isso, basta apenas chamar o empregado para o trabalho com a antecedência mínima de 03 dias, tendo o empregado 01 dia útil para dar sua resposta, podendo inclusive recusar o chamado. 

Por ocasião de cada período trabalhado deverá haver o pagamento do valor das férias proporcionais, décimo terceiro salário, repouso semanal remunerado e adicionais legais. 
A lei dispõe ainda que o tempo que o empregado estiver em inatividade não será considerado tempo à disposição do empregado, sendo facultado a prestação de serviço a outros empregadores.

As incertezas causadas pela prestação de serviço e os horários não especificados levam o empregado a prestar serviços à vários empregadores, muitas vezes trabalhando por horas no mesmo dia, já que comumente as necessidades dessas categorias são nos mesmos dias, o que ocasionaria cansaço mental e físico. Um bom exemplo é o dos garçons que passarão a semana sem trabalho e no final de semana trabalharão por mais de oito horas.

O que você acha desse contrato?

Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível? 

O que o empregador mais sonha é contratar empregados gastando apenas pela produtividade do mesmo, sem ter um horário rígido de trabalho, diminuindo assim sua carga tributária. Será que isso é possível? Como fazer para contratar empregados só esporadicamente?

Quer contratar empregado para trabalhar apenas no dia que necessita? Já ouviu falar em Contrato ultraflexível? (Foto: reprodução/Internet)

Você sabia que é possível? O trabalho intermitente, também conhecido como contrato “zero horas” ou contrato ultraflexível, é uma das novidades da reforma trabalhista. Nessa modalidade contratual, o empregado poderá prestar serviços à qualquer hora que o empregador convocar, por exemplo, trabalhar hoje pela manhã, outro dia à tarde, outro à noite no fim de semana. Para isso, basta apenas chamar o empregado para o trabalho com a antecedência mínima de 03 dias, tendo o empregado 01 dia útil para dar sua resposta, podendo inclusive recusar o chamado. 

Por ocasião de cada período trabalhado deverá haver o pagamento do valor das férias proporcionais, décimo terceiro salário, repouso semanal remunerado e adicionais legais. 
A lei dispõe ainda que o tempo que o empregado estiver em inatividade não será considerado tempo à disposição do empregado, sendo facultado a prestação de serviço a outros empregadores.

As incertezas causadas pela prestação de serviço e os horários não especificados levam o empregado a prestar serviços à vários empregadores, muitas vezes trabalhando por horas no mesmo dia, já que comumente as necessidades dessas categorias são nos mesmos dias, o que ocasionaria cansaço mental e físico. Um bom exemplo é o dos garçons que passarão a semana sem trabalho e no final de semana trabalharão por mais de oito horas.

O que você acha desse contrato?

Posso faltar o emprego para fazer a prova do Enem? Como identificar assédio moral no trabalho?