1. Blogs
  2. Surto Esportivo
  3. Clubes de futsal do Piauí fazem manifesto contra federação; reunião é marcada para esta terça
Publicidade

Clubes de futsal do Piauí fazem manifesto contra federação; reunião é marcada para esta terça

Por meio das redes socias, técnicos e dirigentes de clubes de futsal do Piauí apresentaram um manifesto afirmando que a modalidade estaria sem um posicionamento da Federação de Futsal do estado quanto a protocolos de retomada. Com a hashtag unidosdofutsalpiauiense, o movimento exige também uma maior transparência da federação para com os clubes. Ao Blog Surto Esportivo, o presidente da Federação, Marcos Said, afirmou que uma reunião está agendada para amanhã (30), onde serão apresentados aos times os protocolos e datas.  

Clubes e federação irão se reunir nesa terça - Foto: Jade Araujo / Portal AZ

Em entrevista ao blog, o Ed Costa, coordenador técnico do JES Futsal, deixou claro os motivos que levaram os setores do futsal piauiense a se manifestar. Segundo ele, os clubes vem sofrendo com o silenciamento dentro da federação, pois não estão encontrando nela um local de apoio. Por isso, as principais reinvindicações vão de encontro a uma maior necessidade de transparência e posicionamento da entidade estadual quanto aos protocolos. 

"A principal reivindicação dos clubes é que a federação cumpra seu realmpapel que é de atender o interesse dos clubes, coisa que a Federação não vem fazendo há muito tempo, há muito tempo mesmo. Então queremos que a federação escute os clubes, veja o que os clubes desejam, quais são as melhorias que tem que ser feitas. Em termos de organização, busca de parcerias, e que a federação seja um livro aberto. Queremos prestação de contas, saber do que é feito pelos clubes porque é uma função básica de todos a federação que é defender os interesses so clube. E não vemos isso no Piauí. Estamos com 17 anos ai com as mesmas pessoas no comando e não vemos abertura para os clubes. Outra coisa que exigimos é que eles trabalhem, pois so vieram se mexer depois do movimento. Todas as federações do Brasil estão se movimentando, criando protocolos, para que quando vierem ter a reabertura, eles estejam preparados. A gente não vê isso no futsal piauiense. A federação não faz nada"

Em postagem nas redes sociais, Ed Costa foi um dos responsáveis por ser voz da campanha - Foto: arquivo pessoal

Questionado sobre a expectativa dos clubes em relação a reunião, o afirmou que espera que os clubes sejam ouvidos e que melhorias realmente possam acontecer para a modalidade no estado.

"A expectativa é que eles possam ouvir os clubes. Que seja uma federação mais aberta, que escute os clubes e atenda o desejo dos clubes. A gente espera que a gente possa ter voz nessa reuniao e cobrar o que a gente quer, que é a melhoria do nosso futsal"

O que diz a Federação de Futsal do Piauí?

Em entrevista ao Blog Surto Esportivo, o presidente da Federação de Futsal do Piauí, Marcos Said, afirmou que uma reunião virtual está agendada para amanhã, às 10h, e que mais de 15 clubes já confirmaram participação. Sobre a não participação do estado em reuniões da Federação Nordestina e da Confederaçã Brasileira de Futsal, o presidente informou que no final de abril, o Piauí esteve presente em uma das reuniões da Federaçaõ Nordestina. 

Sobre isso, o gestor também argumentou que falta colaboração e que a federação aguardava uma melhor posição das autoridades locais para se manifestar.

"Nossa primeira reunião será amanhã. Porque a gente nao tinha nada, tanto das autoridades de saúde, como da confederação. A confedração colocou um calendário para o segundo semestre, do Sub-09 até 15 não vai haver competição esse ano. Amanhã vamos colocar todos os assuntos em dias e os clubes vão opiniar da forma como eles querem fazer, vamos dar sugestões e eles vão opinar. Agora o pessoal fica querendo que a gente faça de qualquer jeito, e a gente nunca fez nada sem ser de consenso. Principalmente em uma pandemia dessa, a gente não seria irresponsável em dizer qual dia a gente vai começar. (...). A questão é que o pessoal gosta muito de criticar. Tem muita gente para criticar e pouca gente para ajudar"

Manifesto dos clubes

A pandemia veio e trouxe uma série de problemas a toda população mundial. Isolamento, distanciamento, proibição às atividades esportivas, dentre tantos outros. Mesmo em meio a inúmeras adversidades, as mais variadas categorias tem se empenhado no planejamento e organização de suas atividades, para que quando a retomada seja autorizada,possam estar preparadas para implementar as medidas de higiene e saúde em prevenção da COVID-19.

O mesmo não pode se falar do Comando do Futsal Piauiense. Após mais de 100 dias de paralisação das competições, a inatividade não acontece somente dentro de quadra, mas, principalmente,fora dela. Até hoje, não há informações oficiais da Federação Piauiense de Futsal aos clubes, não há esclarecimentos, propostas, abertura a sugestões e ideias.

A Confederação Brasileira de Futsal – CBFS e várias Federações Estaduais,movimentaram-se,definiram um novo calendário para a conclusão da temporada 2020,implementaram medidas, planejaram-se. Durante esses 100 dias aconteceram reuniões (online) para a definição do futuro do Futsal e não sabemos se a FPIFS participou(se participou, nenhuma informação foi repassada aos clubes).

Diante da inércia da Federação, nós,CLUBES PIAUIENSES, viemos, por meio desta carta, manifestar o nosso descontentamento e preocupação com a situação atual. Queremos respostas e mais do que isso,queremos participar ativamente das decisões sobre o futsal no Estado.

Reiteramos que NÃO PEDIMOS O RETORNO IMEDIATO das competições. Queremos PLANEJAR, ORGANIZAR, OFERECER SUGESTÕES, CRIAR OPÇÕES.

Desta forma,quando a retomada for autorizada pelas autoridades e órgãos competentes,estaremos realmente preparados para fazer o que amamos, em segurança e cuidando da saúde dos atletas,comissão técnica, familiares,torcedores e de todos que apoiam e valorizam o nosso esporte!

Estamos convictos que podemos contribuir para o crescimento do nosso futsal e que os problemas trazidos pela pandemia, podem ser vencidos,através de ações e planejamento. Os clubes piauienses estão UNIDOS nesta batalha!

Por meio das redes socias, técnicos e dirigentes de clubes de futsal do Piauí apresentaram um manifesto afirmando que a modalidade estaria sem um posicionamento da Federação de Futsal do estado quanto a protocolos de retomada. Com a hashtag unidosdofutsalpiauiense, o movimento exige também uma maior transparência da federação para com os clubes. Ao Blog Surto Esportivo, o presidente da Federação, Marcos Said, afirmou que uma reunião está agendada para amanhã (30), onde serão apresentados aos times os protocolos e datas.  

Clubes e federação irão se reunir nesa terça - Foto: Jade Araujo / Portal AZ

Em entrevista ao blog, o Ed Costa, coordenador técnico do JES Futsal, deixou claro os motivos que levaram os setores do futsal piauiense a se manifestar. Segundo ele, os clubes vem sofrendo com o silenciamento dentro da federação, pois não estão encontrando nela um local de apoio. Por isso, as principais reinvindicações vão de encontro a uma maior necessidade de transparência e posicionamento da entidade estadual quanto aos protocolos. 

"A principal reivindicação dos clubes é que a federação cumpra seu realmpapel que é de atender o interesse dos clubes, coisa que a Federação não vem fazendo há muito tempo, há muito tempo mesmo. Então queremos que a federação escute os clubes, veja o que os clubes desejam, quais são as melhorias que tem que ser feitas. Em termos de organização, busca de parcerias, e que a federação seja um livro aberto. Queremos prestação de contas, saber do que é feito pelos clubes porque é uma função básica de todos a federação que é defender os interesses so clube. E não vemos isso no Piauí. Estamos com 17 anos ai com as mesmas pessoas no comando e não vemos abertura para os clubes. Outra coisa que exigimos é que eles trabalhem, pois so vieram se mexer depois do movimento. Todas as federações do Brasil estão se movimentando, criando protocolos, para que quando vierem ter a reabertura, eles estejam preparados. A gente não vê isso no futsal piauiense. A federação não faz nada"

Em postagem nas redes sociais, Ed Costa foi um dos responsáveis por ser voz da campanha - Foto: arquivo pessoal

Questionado sobre a expectativa dos clubes em relação a reunião, o afirmou que espera que os clubes sejam ouvidos e que melhorias realmente possam acontecer para a modalidade no estado.

"A expectativa é que eles possam ouvir os clubes. Que seja uma federação mais aberta, que escute os clubes e atenda o desejo dos clubes. A gente espera que a gente possa ter voz nessa reuniao e cobrar o que a gente quer, que é a melhoria do nosso futsal"

O que diz a Federação de Futsal do Piauí?

Em entrevista ao Blog Surto Esportivo, o presidente da Federação de Futsal do Piauí, Marcos Said, afirmou que uma reunião virtual está agendada para amanhã, às 10h, e que mais de 15 clubes já confirmaram participação. Sobre a não participação do estado em reuniões da Federação Nordestina e da Confederaçã Brasileira de Futsal, o presidente informou que no final de abril, o Piauí esteve presente em uma das reuniões da Federaçaõ Nordestina. 

Sobre isso, o gestor também argumentou que falta colaboração e que a federação aguardava uma melhor posição das autoridades locais para se manifestar.

"Nossa primeira reunião será amanhã. Porque a gente nao tinha nada, tanto das autoridades de saúde, como da confederação. A confedração colocou um calendário para o segundo semestre, do Sub-09 até 15 não vai haver competição esse ano. Amanhã vamos colocar todos os assuntos em dias e os clubes vão opiniar da forma como eles querem fazer, vamos dar sugestões e eles vão opinar. Agora o pessoal fica querendo que a gente faça de qualquer jeito, e a gente nunca fez nada sem ser de consenso. Principalmente em uma pandemia dessa, a gente não seria irresponsável em dizer qual dia a gente vai começar. (...). A questão é que o pessoal gosta muito de criticar. Tem muita gente para criticar e pouca gente para ajudar"

Manifesto dos clubes

A pandemia veio e trouxe uma série de problemas a toda população mundial. Isolamento, distanciamento, proibição às atividades esportivas, dentre tantos outros. Mesmo em meio a inúmeras adversidades, as mais variadas categorias tem se empenhado no planejamento e organização de suas atividades, para que quando a retomada seja autorizada,possam estar preparadas para implementar as medidas de higiene e saúde em prevenção da COVID-19.

O mesmo não pode se falar do Comando do Futsal Piauiense. Após mais de 100 dias de paralisação das competições, a inatividade não acontece somente dentro de quadra, mas, principalmente,fora dela. Até hoje, não há informações oficiais da Federação Piauiense de Futsal aos clubes, não há esclarecimentos, propostas, abertura a sugestões e ideias.

A Confederação Brasileira de Futsal – CBFS e várias Federações Estaduais,movimentaram-se,definiram um novo calendário para a conclusão da temporada 2020,implementaram medidas, planejaram-se. Durante esses 100 dias aconteceram reuniões (online) para a definição do futuro do Futsal e não sabemos se a FPIFS participou(se participou, nenhuma informação foi repassada aos clubes).

Diante da inércia da Federação, nós,CLUBES PIAUIENSES, viemos, por meio desta carta, manifestar o nosso descontentamento e preocupação com a situação atual. Queremos respostas e mais do que isso,queremos participar ativamente das decisões sobre o futsal no Estado.

Reiteramos que NÃO PEDIMOS O RETORNO IMEDIATO das competições. Queremos PLANEJAR, ORGANIZAR, OFERECER SUGESTÕES, CRIAR OPÇÕES.

Desta forma,quando a retomada for autorizada pelas autoridades e órgãos competentes,estaremos realmente preparados para fazer o que amamos, em segurança e cuidando da saúde dos atletas,comissão técnica, familiares,torcedores e de todos que apoiam e valorizam o nosso esporte!

Estamos convictos que podemos contribuir para o crescimento do nosso futsal e que os problemas trazidos pela pandemia, podem ser vencidos,através de ações e planejamento. Os clubes piauienses estão UNIDOS nesta batalha!

River retoma treinos e preparador físico quer reduzir risco de lesão contra o Náutico Sarah Menezes é convocada para período de treinos em Portugal