1. Blogs
  2. Opinião
  3. Inflexão do Brasil
Publicidade

Inflexão do Brasil

Apenas uma indagação: ora, se o aparato policial-judicial nacional, em desabalada carreira e mesmo sem provas e sem a observância de impostergáveis pressupostos constitucionais, foi capaz de investigar, processar, condenar e prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por que não desvendaria os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes? Evidentemente que não existe justificativa plausível. E a quem interessaria esses crimes? Não se sabe, mas uma coisa é certa: a alguém ou grupo muito influente, a julgar-se pela informação na coluna da jornalista Mônica Bergamo da Folha de São Paulo sobre obstrução da investigação. Entretanto, sabe-se também que as injustiças perpetradas contra Lula, Marielle e Anderson foram depois do golpe parlamentar-constitucional-judicial de 31 de agosto de 2016. O que denota que esses casos estão vinculados ao destroçamento do Estado Democrático de Direito pelo golpismo. E só isso já leva a imaginar o quanto o Brasil involuiu, retrocedeu, depois da ruptura institucional que vem sorrateiramente prejudicando toda estrutura organizacional do País. E demanda muito tempo para reparar os prejuízos causados à Pátria.

Apenas uma indagação: ora, se o aparato policial-judicial nacional, em desabalada carreira e mesmo sem provas e sem a observância de impostergáveis pressupostos constitucionais, foi capaz de investigar, processar, condenar e prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por que não desvendaria os assassinatos da vereadora Marielle Franco e do seu motorista Anderson Gomes? Evidentemente que não existe justificativa plausível. E a quem interessaria esses crimes? Não se sabe, mas uma coisa é certa: a alguém ou grupo muito influente, a julgar-se pela informação na coluna da jornalista Mônica Bergamo da Folha de São Paulo sobre obstrução da investigação. Entretanto, sabe-se também que as injustiças perpetradas contra Lula, Marielle e Anderson foram depois do golpe parlamentar-constitucional-judicial de 31 de agosto de 2016. O que denota que esses casos estão vinculados ao destroçamento do Estado Democrático de Direito pelo golpismo. E só isso já leva a imaginar o quanto o Brasil involuiu, retrocedeu, depois da ruptura institucional que vem sorrateiramente prejudicando toda estrutura organizacional do País. E demanda muito tempo para reparar os prejuízos causados à Pátria.

Estava tudo muito calmo e tranquilo? Governo tosco, rude e indigente