1. Blogs
  2. Opinião
  3. Atualizar o Cadastro Único de forma Online: É possível?
Publicidade

Atualizar o Cadastro Único de forma Online: É possível?

O Cadastro Único (CadÚnico) é uma plataforma de coleta de dados com o objetivo de identificar as famílias brasileiras que vivem em situação de vulnerabilidade social. 

Atualização sobre o Cadastro Único / Ministério da Cidadania 

As informações do sistema são utilizadas pelo Governo Federal, Estados e municípios para inclusão desses grupos em programas de assistência social e redistribuição de renda.

Por isso é importante estar sempre com as informações do cadastro atualizadas. Em algumas situações, a não atualização resulta na suspensão de recursos recebidos pelo poder público. 

No entanto, mesmo que o registro no CadÚnico seja um pré-requisito para fazer parte dos programas sociais, não garante a inclusão dentro deles. Antes disso, é feita uma avaliação de todos os critérios exigidos. 

Mas aí vem uma dúvida sobre o Cadastro Único: posso atualizar o CadÚnico de forma online? Esse é um ponto que requer muita atenção.

Consigo atualizar meu CadÚnico online?

Este serviço ainda não é disponibilizado aos cidadãos registrados no CadÚnico. É necessário se dirigir a um ponto de atendimento responsável pelo cadastro, sendo a prefeitura municipal ou Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A atualização deve ser feita a cada dois anos ou mediante ao momento de mudança de alguma informação, como número de telefone e endereço de residência. 

Como me registrar no CadÚnico?

A inscrição também deve ser feita em um ponto de atendimento físico, por apenas uma pessoa da família, que irá se responsabilizar em levar todos os documentos solicitados. Esse integrante não pode ter menos que 16 anos e precisa possuir CPF ou título de eleitor.

No momento do cadastro, é importante levar pelo menos um documento de identificação para cada pessoa da família. Veja alguns exemplos:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • CPF;
  • RG;
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor.

Caso a pessoa por indígena, é preciso apresentar Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani).

Quem pode se inscrever no Cadastro Único?

Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550);

Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);

Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo;

Pessoas que moram sozinhas - constituem as chamadas famílias unipessoais;

Pessoas que vivem em situação de rua - sozinhas ou com a família.

Todas as dúvidas e informações sobre a atualização do Cadastro Único devem ser direcionadas às prefeituras, responsáveis pela gestão municipal do Cadastro Único.

O Cadastro Único (CadÚnico) é uma plataforma de coleta de dados com o objetivo de identificar as famílias brasileiras que vivem em situação de vulnerabilidade social. 

Atualização sobre o Cadastro Único / Ministério da Cidadania 

As informações do sistema são utilizadas pelo Governo Federal, Estados e municípios para inclusão desses grupos em programas de assistência social e redistribuição de renda.

Por isso é importante estar sempre com as informações do cadastro atualizadas. Em algumas situações, a não atualização resulta na suspensão de recursos recebidos pelo poder público. 

No entanto, mesmo que o registro no CadÚnico seja um pré-requisito para fazer parte dos programas sociais, não garante a inclusão dentro deles. Antes disso, é feita uma avaliação de todos os critérios exigidos. 

Mas aí vem uma dúvida sobre o Cadastro Único: posso atualizar o CadÚnico de forma online? Esse é um ponto que requer muita atenção.

Consigo atualizar meu CadÚnico online?

Este serviço ainda não é disponibilizado aos cidadãos registrados no CadÚnico. É necessário se dirigir a um ponto de atendimento responsável pelo cadastro, sendo a prefeitura municipal ou Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A atualização deve ser feita a cada dois anos ou mediante ao momento de mudança de alguma informação, como número de telefone e endereço de residência. 

Como me registrar no CadÚnico?

A inscrição também deve ser feita em um ponto de atendimento físico, por apenas uma pessoa da família, que irá se responsabilizar em levar todos os documentos solicitados. Esse integrante não pode ter menos que 16 anos e precisa possuir CPF ou título de eleitor.

No momento do cadastro, é importante levar pelo menos um documento de identificação para cada pessoa da família. Veja alguns exemplos:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • CPF;
  • RG;
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor.

Caso a pessoa por indígena, é preciso apresentar Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani).

Quem pode se inscrever no Cadastro Único?

Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550);

Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300);

Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo;

Pessoas que moram sozinhas - constituem as chamadas famílias unipessoais;

Pessoas que vivem em situação de rua - sozinhas ou com a família.

Todas as dúvidas e informações sobre a atualização do Cadastro Único devem ser direcionadas às prefeituras, responsáveis pela gestão municipal do Cadastro Único.

Quem são os maiores produtores de droga do mundo? O que é preciso para fazer um inventário no cartório?