1. Blogs
  2. Opinião
  3. Focado, Neymar poderá fazer um grande Mundial
Publicidade

Focado, Neymar poderá fazer um grande Mundial

O Mundial de 2022 poderá ser o último de Neymar, que fez sua estreia na competição em 2014, no Brasil. Na ocasião, o torneio não acabou nada bem para ele – nem para a seleção. O craque do Paris Saint-Germain, à época no Barcelona, sofreu uma fratura, nas quartas de final, após receber uma entrada dura do colombiano Zúñiga. Com isso, ficou de fora da semifinal, contra a Alemanha, que terminou com um humilhante 7 a 1 para os europeus. Agora, aos 30 anos, o craque brasileiro poderá disputar sua última Copa. Os torcedores já estão especulando até onde o Brasil poderá chegar. Se você também gosta de previsões esportivas, confira os palpites de hoje.

Neymar, é claro, ainda pode continuar em atividade por alguns anos no futebol. Mas sua carreira já parece estar se encaminhando para a reta final, aquela fase em que o atleta deixa, gradativamente, seu auge. O brasileiro, aliás, poderá sair do PSG nesta temporada – a dispensa é um sinal de que ele já não é um jogador indiscutível.

O talento de Neymar sempre andou ao lado de seu comportamento mimado em campo. As simulações de falta na Copa da Rússia foram, talvez, um dos momentos mais risíveis da história do futebol. E tudo isso, infelizmente, fez muito mal para a carreira de Neymar, que, com a bola nos pés, é, indiscutivelmente, um grande jogador.

Mas seu comportamento acabou angariando muita antipatia. Até hoje o brasileiro é mal visto por parte da torcida do PSG e em várias ocasiões foi vaiado pelos fãs da equipe francesa. Além disso, o oba-oba de alguns cronistas brasileiros, que sempre falaram de Neymar como se ele estivesse em pé de igualdade com Messi e Ronaldo, resultou em uma das piores coisas para um profissional: crer-se superior ao seu verdadeiro nível.

Neymar é e sempre foi um excelente jogador, e não precisaria ser o melhor do mundo para ser lembrado para sempre pelos torcedores. Quantos grandes jogadores nunca receberam uma Bola de Ouro, mas foram craques indiscutíveis? Podemos citar vários nomes, de Bergkamp a Ibrahimovic, de Eto’o a Del Piero, de Klinsmann a Pirlo.

Portanto, se parte da mídia não tivesse colocado na cabeça de Neymar – e dos torcedores brasileiros – que ele é ou seria o melhor do mundo, e se ele não tivesse adotado um comportamento por vezes infantil em campo, estaríamos hoje diante de um jogador adorado por torcedores de todo o mundo. Porque Neymar sabe jogar futebol e, quando está disposto, é capaz de proporcionar lances incríveis. Tomara que, no Catar, ele esteja focado em fazer o seu trabalho.

O Mundial de 2022 poderá ser o último de Neymar, que fez sua estreia na competição em 2014, no Brasil. Na ocasião, o torneio não acabou nada bem para ele – nem para a seleção. O craque do Paris Saint-Germain, à época no Barcelona, sofreu uma fratura, nas quartas de final, após receber uma entrada dura do colombiano Zúñiga. Com isso, ficou de fora da semifinal, contra a Alemanha, que terminou com um humilhante 7 a 1 para os europeus. Agora, aos 30 anos, o craque brasileiro poderá disputar sua última Copa. Os torcedores já estão especulando até onde o Brasil poderá chegar. Se você também gosta de previsões esportivas, confira os palpites de hoje.

Neymar, é claro, ainda pode continuar em atividade por alguns anos no futebol. Mas sua carreira já parece estar se encaminhando para a reta final, aquela fase em que o atleta deixa, gradativamente, seu auge. O brasileiro, aliás, poderá sair do PSG nesta temporada – a dispensa é um sinal de que ele já não é um jogador indiscutível.

O talento de Neymar sempre andou ao lado de seu comportamento mimado em campo. As simulações de falta na Copa da Rússia foram, talvez, um dos momentos mais risíveis da história do futebol. E tudo isso, infelizmente, fez muito mal para a carreira de Neymar, que, com a bola nos pés, é, indiscutivelmente, um grande jogador.

Mas seu comportamento acabou angariando muita antipatia. Até hoje o brasileiro é mal visto por parte da torcida do PSG e em várias ocasiões foi vaiado pelos fãs da equipe francesa. Além disso, o oba-oba de alguns cronistas brasileiros, que sempre falaram de Neymar como se ele estivesse em pé de igualdade com Messi e Ronaldo, resultou em uma das piores coisas para um profissional: crer-se superior ao seu verdadeiro nível.

Neymar é e sempre foi um excelente jogador, e não precisaria ser o melhor do mundo para ser lembrado para sempre pelos torcedores. Quantos grandes jogadores nunca receberam uma Bola de Ouro, mas foram craques indiscutíveis? Podemos citar vários nomes, de Bergkamp a Ibrahimovic, de Eto’o a Del Piero, de Klinsmann a Pirlo.

Portanto, se parte da mídia não tivesse colocado na cabeça de Neymar – e dos torcedores brasileiros – que ele é ou seria o melhor do mundo, e se ele não tivesse adotado um comportamento por vezes infantil em campo, estaríamos hoje diante de um jogador adorado por torcedores de todo o mundo. Porque Neymar sabe jogar futebol e, quando está disposto, é capaz de proporcionar lances incríveis. Tomara que, no Catar, ele esteja focado em fazer o seu trabalho.

Todas as finais de copa do mundo! Aposta na Libertadores: É um bom começo?