1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Aceitando o inaceitável
Publicidade

Aceitando o inaceitável

Nessas últimas vinte e quatro horas, o país vem sendo posto de ponta-cabeça motivado por uma série de postagens nas redes sociais, de prováveis diálogos mantidos entre o chefe da Operação Lava Jato em Curitiba, o procurador da República Deltan Dalagnol e o então juiz federal Sérgio Moro, por meio de interceptações telefônicas realizadas clandestinamente pelo site The Intercept Brasil, de propriedade do jornalista americano, radicado desde 2005 no Brasil, de nome Green Greenwald.  

Como toda moeda tem dois lados, divaguemos um pouco a respeito deste imbróglio: imaginemos pois, um jornalista brasileiro qualquer, fazendo esse tipo de “jornalismo investigativo “ de forma clandestina, e em seguida passasse a editar e a divulgar trechos dos diálogos ao seu talante, em países da velha Europa, dos Estados Unidos ou de qualquer nação civilizada, é de se questionar, o que poderia acontecer a esse profissional da imprensa? 

Uma parcela da população brasileira passa a coadunar com essa prática criminosa e inaceitável sob todos os aspectos, da maneira mais bovina possível.

Lamentável.  

Nessas últimas vinte e quatro horas, o país vem sendo posto de ponta-cabeça motivado por uma série de postagens nas redes sociais, de prováveis diálogos mantidos entre o chefe da Operação Lava Jato em Curitiba, o procurador da República Deltan Dalagnol e o então juiz federal Sérgio Moro, por meio de interceptações telefônicas realizadas clandestinamente pelo site The Intercept Brasil, de propriedade do jornalista americano, radicado desde 2005 no Brasil, de nome Green Greenwald.  

Como toda moeda tem dois lados, divaguemos um pouco a respeito deste imbróglio: imaginemos pois, um jornalista brasileiro qualquer, fazendo esse tipo de “jornalismo investigativo “ de forma clandestina, e em seguida passasse a editar e a divulgar trechos dos diálogos ao seu talante, em países da velha Europa, dos Estados Unidos ou de qualquer nação civilizada, é de se questionar, o que poderia acontecer a esse profissional da imprensa? 

Uma parcela da população brasileira passa a coadunar com essa prática criminosa e inaceitável sob todos os aspectos, da maneira mais bovina possível.

Lamentável.  

Até helicóptero pode ser comprado com dinheiro do Fundo eleitoral O que fizeram com Lampião é pouco