Publicidade

Pantomima

O grave acidente ocorrido nas primeiras horas da manhã de ontem, vitimando o conceituado médico Tovar Luz, poderia não ter acontecido, se as duplicações das BRs que dão acesso a Teresina fossem uma realidade. 

Quantas vezes ao longo dos ultimo 16 anos essas duplicações não foram objeto de liberação de uma montanha de recursos públicos desviados, e a não realização dessas obras, continuam a provocar a dor em famílias que perdem os seus entes queridos, em acidentes brutais, que poderiam ter sido evitados, caso as duplicações das BRs 343 e 116 existissem. 

Como o acidente que vitimou o médico Tovar Luz comoveu a população Piauiense, o governador Wellington Dias visitou um trecho da BRs 343 e 316 e deitou falação, segundo noticia o jornalista Arimateia Azevedo nesta quarta-feira na sua coluna no Portal AZ

“ A BR 316 será duplicada em 8,4 km de extensão. Terá quatro viadutos, duas faixas de 7,2 m, acostamento e faixa de segurança. 
Disse mais o governador : A via central terá duas faixas de trãfego em cada sentido. As pistas marginais terão duas vidas, ciclovia de três metros e calçadas de dois. Também serão feitas duas passagens de nível e duas passarelas para pedestres. Wellington Dias, conclui o seu rosário de promessas, ao dizer que , a duplicação da BR 343 possui 9,67 quilômetros e começa no final da Avenida João XXIII( em frente à estação rodoviária) e vai até 2 km após o posto da Polícia Rodoviária Federal em direção ao município de Altos. Ao todo, serão investidos nas obras R$ 105 milhões, sendo R$ 66 milhões para a 316 e R$ 39 milhões para a 343.”

Quanto despautério! 

Wellington Dias teve mandatos coincidentes de oito anos - 2003-2010 - com o presidente Lula, e nada de duplicação.

O ex-governador Wilson Martins - 2011-2014- endividou o Estado do Piauí em mais de R$ 200 milhões, para duplicação das BRs, e nada aconteceu. 

Wellington Dias ainda governou o Estado, concomitantemente, com a ex-presidente Dilma no exercício do mandato durante 15 meses, e nada de duplicação.   

Será agora, com o país na banca rota e o Piauí na pior situação financeira de sua história, que essas obras serão feitas?

A população espera dos seus governantes um pouco mais de seriedade e menos, muito menos, pantomimas. 

É isso.

O grave acidente ocorrido nas primeiras horas da manhã de ontem, vitimando o conceituado médico Tovar Luz, poderia não ter acontecido, se as duplicações das BRs que dão acesso a Teresina fossem uma realidade. 

Quantas vezes ao longo dos ultimo 16 anos essas duplicações não foram objeto de liberação de uma montanha de recursos públicos desviados, e a não realização dessas obras, continuam a provocar a dor em famílias que perdem os seus entes queridos, em acidentes brutais, que poderiam ter sido evitados, caso as duplicações das BRs 343 e 116 existissem. 

Como o acidente que vitimou o médico Tovar Luz comoveu a população Piauiense, o governador Wellington Dias visitou um trecho da BRs 343 e 316 e deitou falação, segundo noticia o jornalista Arimateia Azevedo nesta quarta-feira na sua coluna no Portal AZ

“ A BR 316 será duplicada em 8,4 km de extensão. Terá quatro viadutos, duas faixas de 7,2 m, acostamento e faixa de segurança. 
Disse mais o governador : A via central terá duas faixas de trãfego em cada sentido. As pistas marginais terão duas vidas, ciclovia de três metros e calçadas de dois. Também serão feitas duas passagens de nível e duas passarelas para pedestres. Wellington Dias, conclui o seu rosário de promessas, ao dizer que , a duplicação da BR 343 possui 9,67 quilômetros e começa no final da Avenida João XXIII( em frente à estação rodoviária) e vai até 2 km após o posto da Polícia Rodoviária Federal em direção ao município de Altos. Ao todo, serão investidos nas obras R$ 105 milhões, sendo R$ 66 milhões para a 316 e R$ 39 milhões para a 343.”

Quanto despautério! 

Wellington Dias teve mandatos coincidentes de oito anos - 2003-2010 - com o presidente Lula, e nada de duplicação.

O ex-governador Wilson Martins - 2011-2014- endividou o Estado do Piauí em mais de R$ 200 milhões, para duplicação das BRs, e nada aconteceu. 

Wellington Dias ainda governou o Estado, concomitantemente, com a ex-presidente Dilma no exercício do mandato durante 15 meses, e nada de duplicação.   

Será agora, com o país na banca rota e o Piauí na pior situação financeira de sua história, que essas obras serão feitas?

A população espera dos seus governantes um pouco mais de seriedade e menos, muito menos, pantomimas. 

É isso.

Capacitando gerações Até parece birra