1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Saúde versus faturamento
Publicidade

Saúde versus faturamento

No instante em que o mundo vive o seu maior flagelo, em que nações como a maior potência econômico-militar, com sistema de saneamento básico e rede hospitalar melhor do mundo, os Estados Unidos da América estão a contar as mortes dos seus filhos às centenas de milhares e os infectados aos milhões, aqui no Brasil, sem saneamento básico negado que é, à maioria de sua população uma rede hospitalar sucateada para fazer face a essa Pandemia do Coronavírus, aqui no Estado do Piauí, setores das classes empresariais, se unem contra o decreto de isolamento do prefeito e do governador do Estado. 

Ainda ontem, atendendo a uma ação impetrada pelas maiores redes de supermercados de Teresina, obtiveram acolhimento de um juiz de direito de primeira instância que, de imediato decidiu contra os decretos governamentais e monocraticamente determinou que os supermercados funcionem normalmente neste sábado. 

O prefeito Firmino Filho, ao tomar conhecimento da decisão judicial, disse numa publicação nas redes sociais, que irá recorrer da decisão.

Leiam:

No instante em que o mundo vive o seu maior flagelo, em que nações como a maior potência econômico-militar, com sistema de saneamento básico e rede hospitalar melhor do mundo, os Estados Unidos da América estão a contar as mortes dos seus filhos às centenas de milhares e os infectados aos milhões, aqui no Brasil, sem saneamento básico negado que é, à maioria de sua população uma rede hospitalar sucateada para fazer face a essa Pandemia do Coronavírus, aqui no Estado do Piauí, setores das classes empresariais, se unem contra o decreto de isolamento do prefeito e do governador do Estado. 

Ainda ontem, atendendo a uma ação impetrada pelas maiores redes de supermercados de Teresina, obtiveram acolhimento de um juiz de direito de primeira instância que, de imediato decidiu contra os decretos governamentais e monocraticamente determinou que os supermercados funcionem normalmente neste sábado. 

O prefeito Firmino Filho, ao tomar conhecimento da decisão judicial, disse numa publicação nas redes sociais, que irá recorrer da decisão.

Leiam:

País conflagrado? Um reconhecimento