1. Blogs
  2. Murilo Noleto
  3. Ciro e Rodrigo Maia "disputam"presidência da Câmara
Publicidade

Ciro e Rodrigo Maia "disputam"presidência da Câmara

O senador piauiense Ciro Nogueira do PP e o atual presidente da Câmara dos deputados Rodrigo Maia, estão a frente das duas candidaturas para a presidencia da Câmara dos Deputados para o biênio 2021-2022.

Ciro Nogueira, lidera um agrupamento de mais de dez partidos, que dizem estarem alinhados com a candidatura do depurado federal por Alagoas Artur de Lira.

O bloco partidário liderado pelo depurado do Democratas Rodrigo Maia,  é composto de uma variedade ideológica jamais vista,  já que, o referido espectro vai da extrema direita- Democratas à dita extrema esquerda como o  PSOL .

Como ter consistência ideológica no Brasil não está no horizonte de nenhuma agremiação, esses partidos , quase todos siglas de aluguel, se unem quando os seus interesses próprios, príncipalmente aqueles nem um pouco republicanos estão em jogo.

O deputado Rodrigo Maia, esteve hoje em Teresina acompanhado do seu candidato Baleia Rossi do MDB de São Paulo, chegando à capital piauiense à bordo de um jatinho da FAB, já que ele Rodrigo Maia, é o presidente da Câmara dos Deputados que mais utilizou os jatinhos da frota da FAB, custeado com os impostos que pagamos, para "apresentar " o seu candidato que deverá receber três votos da bancada piauiense, votos sobre os quais o governadora Welington Dias tem influência direta.

Nos próximos dias, Ciro Nogueira deverá fazer o mesmo, trazendo à Teresina o alagoano Artur de Lira do partido que preside nacionalmente o Progressitas,  dando demonstração de força política,  já que , dos dez deputados federais da bancada piauiense, Artur de Lira deverá ter sete deles sufragando o seu nome nos primeiros dias de fevereiro. 

É por demais evidente que,  Artur de Lira está nessa disputa, apoiado pelo presidente Bolsonaro, por indicação direta do senador Ciro Nogueira,  dono dos Progressistas, partido ao qual Bolsonaro foi filiado por mais de dez anos.

Agora, esse arco de aliança que junta -se a Rodrigo Maia, preceptor da candidatura de Baleia Rossi,  tem prazo de validade em decorrência da perspectiva de um candidatura do ex-presidente Lula em 2022, realidade que  nunca saiu do horizonte do PT,  e agora,  mais do que nunca, vide o desmonte da Lava Jato, onde o príncipal beneficiado será o próprio Lula,  ao ser inocentado de todas as condenações até aqui recebidas.

Artur de Lira, candidato de Ciro Nogueira, se eleito,  significará o verdadeiro céu de brigadeiro para Bolsonaro e familiares nesses dois anos que ainda lhe restam. 

Baleia Rossi, sendo o escolhido pela metade mais um dos Deputados federais, deverá difilcutar um pouco a turbulência administrativa praticada pelo presidente Bolsonaro.

É isso o que está em jogo nessa pantomima presentemente encenada.

*Este artigo é de responsabilidade de Murilo Noleto, não reflete, necessariamente, a opinião do Portal AZ.

O senador piauiense Ciro Nogueira do PP e o atual presidente da Câmara dos deputados Rodrigo Maia, estão a frente das duas candidaturas para a presidencia da Câmara dos Deputados para o biênio 2021-2022.

Ciro Nogueira, lidera um agrupamento de mais de dez partidos, que dizem estarem alinhados com a candidatura do depurado federal por Alagoas Artur de Lira.

O bloco partidário liderado pelo depurado do Democratas Rodrigo Maia,  é composto de uma variedade ideológica jamais vista,  já que, o referido espectro vai da extrema direita- Democratas à dita extrema esquerda como o  PSOL .

Como ter consistência ideológica no Brasil não está no horizonte de nenhuma agremiação, esses partidos , quase todos siglas de aluguel, se unem quando os seus interesses próprios, príncipalmente aqueles nem um pouco republicanos estão em jogo.

O deputado Rodrigo Maia, esteve hoje em Teresina acompanhado do seu candidato Baleia Rossi do MDB de São Paulo, chegando à capital piauiense à bordo de um jatinho da FAB, já que ele Rodrigo Maia, é o presidente da Câmara dos Deputados que mais utilizou os jatinhos da frota da FAB, custeado com os impostos que pagamos, para "apresentar " o seu candidato que deverá receber três votos da bancada piauiense, votos sobre os quais o governadora Welington Dias tem influência direta.

Nos próximos dias, Ciro Nogueira deverá fazer o mesmo, trazendo à Teresina o alagoano Artur de Lira do partido que preside nacionalmente o Progressitas,  dando demonstração de força política,  já que , dos dez deputados federais da bancada piauiense, Artur de Lira deverá ter sete deles sufragando o seu nome nos primeiros dias de fevereiro. 

É por demais evidente que,  Artur de Lira está nessa disputa, apoiado pelo presidente Bolsonaro, por indicação direta do senador Ciro Nogueira,  dono dos Progressistas, partido ao qual Bolsonaro foi filiado por mais de dez anos.

Agora, esse arco de aliança que junta -se a Rodrigo Maia, preceptor da candidatura de Baleia Rossi,  tem prazo de validade em decorrência da perspectiva de um candidatura do ex-presidente Lula em 2022, realidade que  nunca saiu do horizonte do PT,  e agora,  mais do que nunca, vide o desmonte da Lava Jato, onde o príncipal beneficiado será o próprio Lula,  ao ser inocentado de todas as condenações até aqui recebidas.

Artur de Lira, candidato de Ciro Nogueira, se eleito,  significará o verdadeiro céu de brigadeiro para Bolsonaro e familiares nesses dois anos que ainda lhe restam. 

Baleia Rossi, sendo o escolhido pela metade mais um dos Deputados federais, deverá difilcutar um pouco a turbulência administrativa praticada pelo presidente Bolsonaro.

É isso o que está em jogo nessa pantomima presentemente encenada.

*Este artigo é de responsabilidade de Murilo Noleto, não reflete, necessariamente, a opinião do Portal AZ.

A logística do Pazuello sobrou para nós Templo sagrado conspurcado