1. Colunas
  2. Cine Vício
  3. Amor e loucura
Publicidade

Amor e loucura

Um dia, uma amiga perguntou, por que só gosto de filmes históricos, realistas e um pouco violentos e  por que não gosto d e comédias românticas. Eu disse que gosto de umas quatro comédias românticas ( rs )mas também gosto de romances só que invariavelmente eles são bem violentos também, rs. Afinal, amor e loucura são bem parecidos.

E me lembrei de Perdas e Danos, filme franco inglês de 1992. Filme menor de Louis malle, assim a crítica falou, mas amigos, que filme, forte, seco e de um realismo entre relações acachapante. Assisti no antigo centro de vídeo que ficava na Praça do Liceu em 1993.

Stephen Flemming (Jeremy Irons, sempre espetacular) é um político inglês que acaba se envolvendo com a noiva do filho. Ela não está disposta a abandonar o seu relacionamento com o futuro marido, e ele não quer um escândalo na sua carreira. Ainda assim,os dois se envolvem sem freios na relação.

Anna (Juliette Binoche, belíssima aos 26 anos e que eternizou-se por Insustentável Leveza, Paciente Inglês, A Liberdade é Azul e tantos outros pequenos clássicos ) e o assustador slogan já diz tudo - Pessoas machucadas podem ser muito perigosas. A relação dos dois leva a um final angustiante. Mas no fundo que filme de amor, apesar de ser um amor anti -convencional...

Um dia, uma amiga perguntou, por que só gosto de filmes históricos, realistas e um pouco violentos e  por que não gosto d e comédias românticas. Eu disse que gosto de umas quatro comédias românticas ( rs )mas também gosto de romances só que invariavelmente eles são bem violentos também, rs. Afinal, amor e loucura são bem parecidos.

E me lembrei de Perdas e Danos, filme franco inglês de 1992. Filme menor de Louis malle, assim a crítica falou, mas amigos, que filme, forte, seco e de um realismo entre relações acachapante. Assisti no antigo centro de vídeo que ficava na Praça do Liceu em 1993.

Stephen Flemming (Jeremy Irons, sempre espetacular) é um político inglês que acaba se envolvendo com a noiva do filho. Ela não está disposta a abandonar o seu relacionamento com o futuro marido, e ele não quer um escândalo na sua carreira. Ainda assim,os dois se envolvem sem freios na relação.

Anna (Juliette Binoche, belíssima aos 26 anos e que eternizou-se por Insustentável Leveza, Paciente Inglês, A Liberdade é Azul e tantos outros pequenos clássicos ) e o assustador slogan já diz tudo - Pessoas machucadas podem ser muito perigosas. A relação dos dois leva a um final angustiante. Mas no fundo que filme de amor, apesar de ser um amor anti -convencional...

Kaluuya brilha em Judas e o Messias Negro MM2 é convincente apesar da pouca acão