1. Colunas
  2. Airton Franco
  3. Chico Xavier, o Apóstolo da Paz!
Publicidade

Chico Xavier, o Apóstolo da Paz!

Chico Xavier, o Apóstolo da Paz!
...
 
O humanista Manuel Quintão pontuou:

“Quem foi Francisco Cândido Xavier?

Teria sido um rapaz culto, um bacharel formado, um acadêmico?

Nada disso!

Foi um rapaz que, aos 21 anos de idade, filho de pais pobres, não pôde ir além do curso primário, e não foi, também, em tese, muito além das quatro operações e da leitura corrida.”.

Mas,

Psicografou, humildemente, inconfundíveis estilos literários de renomados Escritores Pátrios.

Em minha modesta perspectiva, 

Dentre as lindíssimas poesias que Chico Xavier psicografou, uma há - de Auta de Sousa - que me fascina deveras e que a leio, amiúde, como prece.

Ei-la:

“Meu irmão,
Tuas preces mais singelas
São ouvidas no espaço ilimitado,
Mas sei que as vezes choras, consternado,
Ao silêncio da força que interpelas.
Volve ao teu templo interno abandonado,
- a mais alta de todas as capelas-
E as respostas mais lúcidas e belas
Hão de trazer-te alegre e deslumbrado.
Ouve o teu coração em cada prece.
DEUS responde em ti mesmo e te esclarece.”.

Airton Franco, “Começa o dia pensando / No que o dever determina / E roga, em prece, o roteiro / Da Providência Divina.”.

Chico Xavier, o Apóstolo da Paz!
...
 
O humanista Manuel Quintão pontuou:

“Quem foi Francisco Cândido Xavier?

Teria sido um rapaz culto, um bacharel formado, um acadêmico?

Nada disso!

Foi um rapaz que, aos 21 anos de idade, filho de pais pobres, não pôde ir além do curso primário, e não foi, também, em tese, muito além das quatro operações e da leitura corrida.”.

Mas,

Psicografou, humildemente, inconfundíveis estilos literários de renomados Escritores Pátrios.

Em minha modesta perspectiva, 

Dentre as lindíssimas poesias que Chico Xavier psicografou, uma há - de Auta de Sousa - que me fascina deveras e que a leio, amiúde, como prece.

Ei-la:

“Meu irmão,
Tuas preces mais singelas
São ouvidas no espaço ilimitado,
Mas sei que as vezes choras, consternado,
Ao silêncio da força que interpelas.
Volve ao teu templo interno abandonado,
- a mais alta de todas as capelas-
E as respostas mais lúcidas e belas
Hão de trazer-te alegre e deslumbrado.
Ouve o teu coração em cada prece.
DEUS responde em ti mesmo e te esclarece.”.

Airton Franco, “Começa o dia pensando / No que o dever determina / E roga, em prece, o roteiro / Da Providência Divina.”.

Belezas interiores! Ecio Otto, um Espírito Imortal!