1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Apagão na segurança
Publicidade

Apagão na segurança

Um estudo do Ipea divulgado há uma semana dá conta de que mais de metade dos policiais militares nos Estados deve passar à inatividade nos próximos 11 anos. Os estudos sobre a situação de policiais militares e bombeiros mostram que uma reforma nas regras de passagem para a reserva pode levar os estados a economizar R$ 91 bilhões em 20 anos. Em pouco mais de uma década, mantendo-se as regras previdenciárias atuais nas Unidades da Federação, 52% do contingente de 456.600 militares estaduais em atividade no Brasil (policiais militares e bombeiros) estarão na inatividade. As simulações feitas apontam que o número de inativos deve dobrar em aproximadamente 25 anos, atingindo a marca de 500 mil indivíduos. As contas não incluem o Distrito Federal, pois sua folha de pagamento é de responsabilidade constitucional da União. Além desses ativos, existem no país aproximadamente 250 mil militares inativos e cerca de 135 mil pensionistas. Isso significa uma bomba fiscal difícil de ser desarmada. O desarme se daria, segundo o Ipea, com aprovação de medida legal que amplia o tempo de serviço mínimo para a passagem dos militares à reserva, que implicaria em redução dos gastos dos estados com pessoal militar de R$ 29 bilhões nos 10 primeiros anos e de R$ 91 bilhões em 20 anos.

De base familiar, Margarete Coelho forma poderoso grupo político de apoio ao governo (Foto: Divulgação)

Ajuda amiga

Polícia do Piauí teve o apoio do governo do Ceará na matança dos cinco assaltantes de bancos, ontem, em Cocal. O helicóptero da polícia cearense foi primordial na localização deles.
Aqui mal se tem dinheiro para gasolina das viaturas. 

Faturando

Fábio Abreu aparece nas fotos da caçada aos bandidos. Depois de mortos.
E sem dar um tiro.

Cadê o dinheiro? 

E o produto do assalto, ninguém fala? 
Se existem alguns mortos e outros tantos presos, é normal se falar em números, sobre quanto foi recuperado do dinheiro do assalto. Naqueles montes exibidos em meio às roupas e armas dos bandidos, considerando que cada pacote conteria R$ 10 mil, ali pode ter apenas R$ 100 mil.
Então, ainda estaria faltando muito, se verdadeiros os comentários de que os bandidos levaram mais de R$ 10 milhões das duas agências de Campo Maior.

O filho do coronel 

Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, um dos assaltantes de banco preso pela polícia é filho do ex-comandante geral da PM-PI, coronel Francisco Prado, o temível Pradão. 
Coisas da vida: implacável com bandidos e Prado tinha um em casa. 

Capitania 

Já começa a provocar cobiça entre grupos políticos do Piauí a dimensão que está tomando o grupo liderado pela deputada federal Margarete Coelho.

Líderes isolados 

Embora integrantes do PP, ela e o cunhado Hélio Isaías se isolam no comando de um segmento capaz de influenciar em decisões de governo e serem vozes de mando no processo eleitoral. 

A força política 

A irmã de Margarete, Carmelita (mulher de Hélio), é prefeita de São Raimundo Nonato, um influente território eleitoral da região Sudeste, sem falar em vários outros prefeitos abrigados em siglas diferentes, inclusive no PP, que obedecem diretamente aos seus comandos. 

Eles têm mais 

No governo do estado os dois detêm mais cargos que os demais políticos, chegando a superar até a quantidade destinada a determinados partidos. 

Caatinga 

Com a irmã Sádia, de Margarete, na Semar e apadrinhados e irmãos de Hélio, em cargos no governo, jocosamente se diz que Margô e o Diabinho acabam de inaugurar a capitania hereditária da caatinga. 

Sacada esperta 

Dizem que, numa sacada de mestre, Hélio, cérebro político do clã, emplacou um subordinado e uma cunhada no governo. 
Gustavo Aquino era até ontem, engenheiro comissionado da Defesa Civil. Já a cunhada Sádia, ele usou o prestígio da Margarete (que não tem perfil de quem briga por cargos) para emplacar na chefia da Semar. 
Tirou o doce da boca do aliado Mainha. 

Afrânio Vilela 

Passou quase que despercebida a homenagem da assembleia legislativa ao desembargador mineiro Afrânio Vilella em meio à bombástica cobertura que a mídia produziu sobre o general Mourão e o governador Ibaneis, do DF, igualmente homenageados duas semanas atrás. 

Apoio logístico 

Afrânio Vilela muito apoiou o então presidente do TJ Piauí, desembargador Edvaldo Moura na instalação da Central de inquéritos. 
O próprio Moura reconhece que Vilela saiu encantado com o Estado dizendo que o Piauí a partir de agora será sua segunda terra.  

Vem pra Caixa

O Governo do Piauí contratou a Caixa Econômica Federal para receber as transferências para a conta única do Tesouro do Estado, o controle e o pagamento dos depósitos judiciais e administrativos, em dinheiro, referentes a processos judiciais ou administrativos, tributários ou não tributários, nos quais o Estado seja parte.

Patrimônio

Cabe agora à SDU Centro-Norte a proposição e execução de normas de proteção ao patrimônio natural, histórico e cultural da cidade de Teresina. Firmino Filhou tirou a atribuição da Fundação Monsenhor Chaves.

Link milionário

A Secretaria da Educação contratou sem licitação a empresa Carnaúba Comunicação e Publicidade Ltda. por R$ 3.768.725,73 para serviços de transmissão ao vivo de televisão aberta através do fornecimento de link via satélite para todo o Estado do Piauí, do evento Revisões Pré-Enem Seduc.

Ping-Pong
Silêncio precioso

Quem conta é Gaudêncio Torquato, colunista do Estadão:
Margarida Vasconcelos, eleita Miss Paraíba, foi visitar o velho José Américo, joalheiro de palavra e autor de “A Bagaceira”, no casarão avarandado da praia de Tambaú, em João Pessoa. Chegou falando muito, falando demais, maltratando o português e as ideias. Queria conselhos.

Margarida: “Doutor José Américo, o que o senhor me recomenda para eu representar bem o Estado no concurso de Miss Brasil, lá no Rio?”
José Américo: “Minha filha, você quer mesmo um conselho? Então fale o menos possível. E, se puder, não abra a boca”.

Expressas 

Com a Mega Sena acumulada em R$ 170 milhões, o dia das mães poderá ser mais feliz e bem rico para quem acertar no sorteio desta semana.

A Agespisa vai ampliar o sistema de abastecimento de água da cidade de Canavieira.

O presidente da Agespisa, Genival Carvalho, foi vitimado pela síndrome de Guillain-Barré, que dificulta movimentos.

Um estudo do Ipea divulgado há uma semana dá conta de que mais de metade dos policiais militares nos Estados deve passar à inatividade nos próximos 11 anos. Os estudos sobre a situação de policiais militares e bombeiros mostram que uma reforma nas regras de passagem para a reserva pode levar os estados a economizar R$ 91 bilhões em 20 anos. Em pouco mais de uma década, mantendo-se as regras previdenciárias atuais nas Unidades da Federação, 52% do contingente de 456.600 militares estaduais em atividade no Brasil (policiais militares e bombeiros) estarão na inatividade. As simulações feitas apontam que o número de inativos deve dobrar em aproximadamente 25 anos, atingindo a marca de 500 mil indivíduos. As contas não incluem o Distrito Federal, pois sua folha de pagamento é de responsabilidade constitucional da União. Além desses ativos, existem no país aproximadamente 250 mil militares inativos e cerca de 135 mil pensionistas. Isso significa uma bomba fiscal difícil de ser desarmada. O desarme se daria, segundo o Ipea, com aprovação de medida legal que amplia o tempo de serviço mínimo para a passagem dos militares à reserva, que implicaria em redução dos gastos dos estados com pessoal militar de R$ 29 bilhões nos 10 primeiros anos e de R$ 91 bilhões em 20 anos.

De base familiar, Margarete Coelho forma poderoso grupo político de apoio ao governo (Foto: Divulgação)

Ajuda amiga

Polícia do Piauí teve o apoio do governo do Ceará na matança dos cinco assaltantes de bancos, ontem, em Cocal. O helicóptero da polícia cearense foi primordial na localização deles.
Aqui mal se tem dinheiro para gasolina das viaturas. 

Faturando

Fábio Abreu aparece nas fotos da caçada aos bandidos. Depois de mortos.
E sem dar um tiro.

Cadê o dinheiro? 

E o produto do assalto, ninguém fala? 
Se existem alguns mortos e outros tantos presos, é normal se falar em números, sobre quanto foi recuperado do dinheiro do assalto. Naqueles montes exibidos em meio às roupas e armas dos bandidos, considerando que cada pacote conteria R$ 10 mil, ali pode ter apenas R$ 100 mil.
Então, ainda estaria faltando muito, se verdadeiros os comentários de que os bandidos levaram mais de R$ 10 milhões das duas agências de Campo Maior.

O filho do coronel 

Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, um dos assaltantes de banco preso pela polícia é filho do ex-comandante geral da PM-PI, coronel Francisco Prado, o temível Pradão. 
Coisas da vida: implacável com bandidos e Prado tinha um em casa. 

Capitania 

Já começa a provocar cobiça entre grupos políticos do Piauí a dimensão que está tomando o grupo liderado pela deputada federal Margarete Coelho.

Líderes isolados 

Embora integrantes do PP, ela e o cunhado Hélio Isaías se isolam no comando de um segmento capaz de influenciar em decisões de governo e serem vozes de mando no processo eleitoral. 

A força política 

A irmã de Margarete, Carmelita (mulher de Hélio), é prefeita de São Raimundo Nonato, um influente território eleitoral da região Sudeste, sem falar em vários outros prefeitos abrigados em siglas diferentes, inclusive no PP, que obedecem diretamente aos seus comandos. 

Eles têm mais 

No governo do estado os dois detêm mais cargos que os demais políticos, chegando a superar até a quantidade destinada a determinados partidos. 

Caatinga 

Com a irmã Sádia, de Margarete, na Semar e apadrinhados e irmãos de Hélio, em cargos no governo, jocosamente se diz que Margô e o Diabinho acabam de inaugurar a capitania hereditária da caatinga. 

Sacada esperta 

Dizem que, numa sacada de mestre, Hélio, cérebro político do clã, emplacou um subordinado e uma cunhada no governo. 
Gustavo Aquino era até ontem, engenheiro comissionado da Defesa Civil. Já a cunhada Sádia, ele usou o prestígio da Margarete (que não tem perfil de quem briga por cargos) para emplacar na chefia da Semar. 
Tirou o doce da boca do aliado Mainha. 

Afrânio Vilela 

Passou quase que despercebida a homenagem da assembleia legislativa ao desembargador mineiro Afrânio Vilella em meio à bombástica cobertura que a mídia produziu sobre o general Mourão e o governador Ibaneis, do DF, igualmente homenageados duas semanas atrás. 

Apoio logístico 

Afrânio Vilela muito apoiou o então presidente do TJ Piauí, desembargador Edvaldo Moura na instalação da Central de inquéritos. 
O próprio Moura reconhece que Vilela saiu encantado com o Estado dizendo que o Piauí a partir de agora será sua segunda terra.  

Vem pra Caixa

O Governo do Piauí contratou a Caixa Econômica Federal para receber as transferências para a conta única do Tesouro do Estado, o controle e o pagamento dos depósitos judiciais e administrativos, em dinheiro, referentes a processos judiciais ou administrativos, tributários ou não tributários, nos quais o Estado seja parte.

Patrimônio

Cabe agora à SDU Centro-Norte a proposição e execução de normas de proteção ao patrimônio natural, histórico e cultural da cidade de Teresina. Firmino Filhou tirou a atribuição da Fundação Monsenhor Chaves.

Link milionário

A Secretaria da Educação contratou sem licitação a empresa Carnaúba Comunicação e Publicidade Ltda. por R$ 3.768.725,73 para serviços de transmissão ao vivo de televisão aberta através do fornecimento de link via satélite para todo o Estado do Piauí, do evento Revisões Pré-Enem Seduc.

Ping-Pong
Silêncio precioso

Quem conta é Gaudêncio Torquato, colunista do Estadão:
Margarida Vasconcelos, eleita Miss Paraíba, foi visitar o velho José Américo, joalheiro de palavra e autor de “A Bagaceira”, no casarão avarandado da praia de Tambaú, em João Pessoa. Chegou falando muito, falando demais, maltratando o português e as ideias. Queria conselhos.

Margarida: “Doutor José Américo, o que o senhor me recomenda para eu representar bem o Estado no concurso de Miss Brasil, lá no Rio?”
José Américo: “Minha filha, você quer mesmo um conselho? Então fale o menos possível. E, se puder, não abra a boca”.

Expressas 

Com a Mega Sena acumulada em R$ 170 milhões, o dia das mães poderá ser mais feliz e bem rico para quem acertar no sorteio desta semana.

A Agespisa vai ampliar o sistema de abastecimento de água da cidade de Canavieira.

O presidente da Agespisa, Genival Carvalho, foi vitimado pela síndrome de Guillain-Barré, que dificulta movimentos.

Tecnologia falha e governo tem cargos em duplicata Firmino passa a faca