1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. O concurso de promotor 2
Publicidade

O concurso de promotor 2

A Assessoria de imprensa da Procuradoria Geral de Justiça encaminhou esclarecimentos à coluna sobre o que se disse aqui, ontem, a respeito do concurso para promotor de Justiça. Eis o texto: “A respeito de nota publicada por este jornalista, informamos que o Procurador-Geral de Justiça, Cleandro Moura, está cumprindo todas as liminares concedidas pelo Poder Judiciário que garantem a alguns candidatos a participação na próxima fase do concurso público para provimento do cargo de Promotor de Justiça substituto da instituição. O CEBRASPE, instituição de notória credibilidade na realização de concurso público, foi contratado para a execução do certame. O Procurador-Geral de Justiça, que preside a comissão do concurso, está encaminhando à referida empresa para o cumprimento das decisões judiciais, com adoção das providências práticas para o pronto atendimento. Ressalte-se que os critérios de correção das provas subjetivas nesse certame foram os mesmos usados pela Banca Examinadora, no concurso anteriormente realizado pelo MPPI, em 2012. Os questionamentos feitos pelos candidatos em relação a aplicação de uma fórmula de correção da prova de língua portuguesa já foram objeto de análise pelo CNMP-Conselho Nacional do Ministério Público, em Processo de Controle Administrativo. Em decisão tomada no dia 10 de maio de 2019, o Conselheiro Relator Erick Venâncio, indeferiu o pedido de suspensão do concurso feito por alguns candidatos que se sentiram lesados e manteve as notas dos mesmos, com base nos critérios definidos pelo edital. Diante do exposto, o Ministério Público do Piauí se coloca à disposição dos candidatos e da sociedade em geral, para dirimir quaisquer eventuais dúvidas sobre o certame, e enfatiza que, como legítimo fiscal da lei, cumpre rigorosamente, todas as decisões tomadas pelo Poder Judiciário”.

Robert Rios está sendo sondado pelos dirigentes do PSL para disputar a eleição em 2020 (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Na mosca

Como a coluna informou ontem, com exclusividade, a nova procuradora geral de Justiça do Piauí já foi escolhida. É ela mesma, Carmelina Maria Mendes de Moura.
Dessa forma o governo regressa a prática de escolher o primeiro da lista, coisa que não fazia há muito tempo.

Pressões fortes

Wellington Dias teve que viajar para fugir às pressões. A começar do atual procurador geral, Cleandro, passando até por desembargadores que sempre se imaginavam com poderes e bem próximos do governador, os pedidos era para que o escolhido fosse Hugo Cardoso, o segundo colocado.
Perderam feio.

FPM menor

Ontem, foi creditado nos cofres municipais o 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou uma queda de 5,17% 
Esta é a segunda queda consecutiva. No 1º decêndio de junho, o valor depositado foi 12,20% menor na comparação com o ano passado.

Lá vai!

Moro disse aos senadores que não tem apego ao cargo de ministro da Justiça e, caso sejam comprovadas ações que o comprometam nas conversas com Dallagnol, pedirá para sair. 
Então, como homem prevenido vale por dois, está na hora de começar a limpar as gavetas.

Bolso fundo

A Secretaria de Saúde tem pago até R$ 320 mil por medicamento especial, mas isso forçada por decisão judicial. 
Pior é que, quando não encontra dinheiro nas contas da Sesapi, o juiz manda meter a mão no bolso, ops, na conta pessoal do secretário Florentino Neto.

Robert, o puxador

O ex-deputado  Robert Rios pode deixar o DEM, onde é presidente do diretório municipal para se filiar ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.
A intenção dos pesselistas no Piauí é ter Robert candidato a vereador de Teresina. Com uma eleição tida como fácil, a sigla vê no delegado da PF aposentado, um grande puxador de votos.

Filiação duvidosa

O PSD, do deputado Georgiano Neto tenta filiar o ex-vereador de Teresina, Renato Berger, que está no Podemos. O partido já anuncia a filiação dele para a próxima segunda-feira (24), fato que nem ele próprio confirmou.
A filiação de Berger seria vista como um rompimento com o Palácio da Cidade.

Eu explico

O secretário municipal de educação, Kleber Montezuma não foge à briga, foi à Câmara Municipal explicar aplicação de recursos oriundos do Fundeb e gastos com o transporte escolar.
Pressionado pelo vereador Dudu do PT, Montezuma disse que a prefeitura de Teresina gasta infinitamente um valor menor que o Estado com o transporte escolar de alunos. 

Deixou no ar

O secretário começou a explicar os gastos com transporte escolar. 
“Nós aqui estamos trazendo números que mostram que o valor que nós pagamos é muito, muito menor que outras instituições pagam, aqui nós só pagamos os quilômetros que verdadeiramente são rodados transportando os alunos, nós só pagamos verdadeiramente pelos alunos que são transportados”, o que será que o secretário quis dizer.

Charles em campanha

Não se fala em outra coisa no Palácio de Cidade a não ser na pré-campanha eleitoral do Presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira.
Entre os nomes a serem escolhidos para a sucessão de Firmino, Charles não tem parado e já começou a se mostrar.

Tempo difícil

A Dudico comunicou aos funcionários que está encerrando suas atividades no Piauí. 
Vão ficar desempregados 400 colaboradores.

Vergonha alheia

Como diria o jornalista Claudio Barros, o recorde mundial de vergonha alheia acaba de ser batido.
Pelo ministro do Turismo que foi pessoalmente ao aeroporto do Galeão aplaudir os primeiros americanos que desembarcaram no Brasil sem a necessidade de visto.
No dia que o ministro for a Nova Iorque vai ser humilhado, primeiro, forçado a tirar o sapato.

Ping-Pong
Irmãos cantadores

Os irmãos cantadores Otacílio e Lourival Batista sempre vinham cantar no Festival de Violeiros no Teatro de Arena, em Teresina, organizado pelo poeta Pedro Mendes Ribeiro e patrocinado por João Claudino. Em 1993, Otacílio veio sozinho, porque o irmão, Lourival, havia morrido. Otacilio se apresentou. Uma velha se aproxima dele no palco.

A velha: “O senhor é que morreu ou foi o outro?”
Otacílio (muito zangado): “Sou o que morri, sou eu o que morri”.
A velha (dando as costas e dizendo pro marido): “Eu num disse que era ele o que tinha morrido?”

Originalmente publicado em 9 de novembro de 2016.

Expressas

Os dados divulgados pelo IBGE apontam que a taxa de analfabetismo no Piauí, para pessoas de 15 anos ou mais de idade, é de 16,6%, a segunda maior do país.

Acontece hoje em Teresina a 18ª edição da Marcha para Jesus e a Procissão de Corpus Christi (este segundo evento vai percorrer ruas do centro da cidade).

Começa amanhã no Parque de Exposição a III ExpoTeresina. O evento contará com grandes atrações musicais, vaquejada, leilões e muito mais. A entrada é gratuita.

A Assessoria de imprensa da Procuradoria Geral de Justiça encaminhou esclarecimentos à coluna sobre o que se disse aqui, ontem, a respeito do concurso para promotor de Justiça. Eis o texto: “A respeito de nota publicada por este jornalista, informamos que o Procurador-Geral de Justiça, Cleandro Moura, está cumprindo todas as liminares concedidas pelo Poder Judiciário que garantem a alguns candidatos a participação na próxima fase do concurso público para provimento do cargo de Promotor de Justiça substituto da instituição. O CEBRASPE, instituição de notória credibilidade na realização de concurso público, foi contratado para a execução do certame. O Procurador-Geral de Justiça, que preside a comissão do concurso, está encaminhando à referida empresa para o cumprimento das decisões judiciais, com adoção das providências práticas para o pronto atendimento. Ressalte-se que os critérios de correção das provas subjetivas nesse certame foram os mesmos usados pela Banca Examinadora, no concurso anteriormente realizado pelo MPPI, em 2012. Os questionamentos feitos pelos candidatos em relação a aplicação de uma fórmula de correção da prova de língua portuguesa já foram objeto de análise pelo CNMP-Conselho Nacional do Ministério Público, em Processo de Controle Administrativo. Em decisão tomada no dia 10 de maio de 2019, o Conselheiro Relator Erick Venâncio, indeferiu o pedido de suspensão do concurso feito por alguns candidatos que se sentiram lesados e manteve as notas dos mesmos, com base nos critérios definidos pelo edital. Diante do exposto, o Ministério Público do Piauí se coloca à disposição dos candidatos e da sociedade em geral, para dirimir quaisquer eventuais dúvidas sobre o certame, e enfatiza que, como legítimo fiscal da lei, cumpre rigorosamente, todas as decisões tomadas pelo Poder Judiciário”.

Robert Rios está sendo sondado pelos dirigentes do PSL para disputar a eleição em 2020 (Foto: Lucas Sousa / Portal AZ)

Na mosca

Como a coluna informou ontem, com exclusividade, a nova procuradora geral de Justiça do Piauí já foi escolhida. É ela mesma, Carmelina Maria Mendes de Moura.
Dessa forma o governo regressa a prática de escolher o primeiro da lista, coisa que não fazia há muito tempo.

Pressões fortes

Wellington Dias teve que viajar para fugir às pressões. A começar do atual procurador geral, Cleandro, passando até por desembargadores que sempre se imaginavam com poderes e bem próximos do governador, os pedidos era para que o escolhido fosse Hugo Cardoso, o segundo colocado.
Perderam feio.

FPM menor

Ontem, foi creditado nos cofres municipais o 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou uma queda de 5,17% 
Esta é a segunda queda consecutiva. No 1º decêndio de junho, o valor depositado foi 12,20% menor na comparação com o ano passado.

Lá vai!

Moro disse aos senadores que não tem apego ao cargo de ministro da Justiça e, caso sejam comprovadas ações que o comprometam nas conversas com Dallagnol, pedirá para sair. 
Então, como homem prevenido vale por dois, está na hora de começar a limpar as gavetas.

Bolso fundo

A Secretaria de Saúde tem pago até R$ 320 mil por medicamento especial, mas isso forçada por decisão judicial. 
Pior é que, quando não encontra dinheiro nas contas da Sesapi, o juiz manda meter a mão no bolso, ops, na conta pessoal do secretário Florentino Neto.

Robert, o puxador

O ex-deputado  Robert Rios pode deixar o DEM, onde é presidente do diretório municipal para se filiar ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.
A intenção dos pesselistas no Piauí é ter Robert candidato a vereador de Teresina. Com uma eleição tida como fácil, a sigla vê no delegado da PF aposentado, um grande puxador de votos.

Filiação duvidosa

O PSD, do deputado Georgiano Neto tenta filiar o ex-vereador de Teresina, Renato Berger, que está no Podemos. O partido já anuncia a filiação dele para a próxima segunda-feira (24), fato que nem ele próprio confirmou.
A filiação de Berger seria vista como um rompimento com o Palácio da Cidade.

Eu explico

O secretário municipal de educação, Kleber Montezuma não foge à briga, foi à Câmara Municipal explicar aplicação de recursos oriundos do Fundeb e gastos com o transporte escolar.
Pressionado pelo vereador Dudu do PT, Montezuma disse que a prefeitura de Teresina gasta infinitamente um valor menor que o Estado com o transporte escolar de alunos. 

Deixou no ar

O secretário começou a explicar os gastos com transporte escolar. 
“Nós aqui estamos trazendo números que mostram que o valor que nós pagamos é muito, muito menor que outras instituições pagam, aqui nós só pagamos os quilômetros que verdadeiramente são rodados transportando os alunos, nós só pagamos verdadeiramente pelos alunos que são transportados”, o que será que o secretário quis dizer.

Charles em campanha

Não se fala em outra coisa no Palácio de Cidade a não ser na pré-campanha eleitoral do Presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira.
Entre os nomes a serem escolhidos para a sucessão de Firmino, Charles não tem parado e já começou a se mostrar.

Tempo difícil

A Dudico comunicou aos funcionários que está encerrando suas atividades no Piauí. 
Vão ficar desempregados 400 colaboradores.

Vergonha alheia

Como diria o jornalista Claudio Barros, o recorde mundial de vergonha alheia acaba de ser batido.
Pelo ministro do Turismo que foi pessoalmente ao aeroporto do Galeão aplaudir os primeiros americanos que desembarcaram no Brasil sem a necessidade de visto.
No dia que o ministro for a Nova Iorque vai ser humilhado, primeiro, forçado a tirar o sapato.

Ping-Pong
Irmãos cantadores

Os irmãos cantadores Otacílio e Lourival Batista sempre vinham cantar no Festival de Violeiros no Teatro de Arena, em Teresina, organizado pelo poeta Pedro Mendes Ribeiro e patrocinado por João Claudino. Em 1993, Otacílio veio sozinho, porque o irmão, Lourival, havia morrido. Otacilio se apresentou. Uma velha se aproxima dele no palco.

A velha: “O senhor é que morreu ou foi o outro?”
Otacílio (muito zangado): “Sou o que morri, sou eu o que morri”.
A velha (dando as costas e dizendo pro marido): “Eu num disse que era ele o que tinha morrido?”

Originalmente publicado em 9 de novembro de 2016.

Expressas

Os dados divulgados pelo IBGE apontam que a taxa de analfabetismo no Piauí, para pessoas de 15 anos ou mais de idade, é de 16,6%, a segunda maior do país.

Acontece hoje em Teresina a 18ª edição da Marcha para Jesus e a Procissão de Corpus Christi (este segundo evento vai percorrer ruas do centro da cidade).

Começa amanhã no Parque de Exposição a III ExpoTeresina. O evento contará com grandes atrações musicais, vaquejada, leilões e muito mais. A entrada é gratuita.

Sim, mas e as soluções? Concurso para promotor