Publicidade

Farsa deslavada

A exemplo do ministro Sérgio Moro, recentemente a deputada federal Joyce Hasselmann concedeu entrevista na TV dizendo-se hackeada no seu celular. Na reportagem, mostrou o visor do celular onde constavam duas ligações dela ligando para ela própria. E pediu investigação da polícia entendendo ser crime. Pois bem: o advogado criminalista Miguel Dias Pinheiro parece ter encontrado a solução. O título deste texto é dele. E leia o que Miguel Dias diz desses fatos: “Em informática, hacker, como sabemos, é um indivíduo que se dedica - com intensidade incomum - a conhecer e modificar os aspectos mais internos de dispositivos, programas e redes de computadores, incluindo-se aparelhos e linhas telefônicas. Após as mensagens da Vaza Jato pelo site Intercept Brasil, governistas desencadearam uma orquestrada denunciação de que estão sendo hackeados por criminosos, dando a entender que suas conversas nada republicanas em celulares são manipuladas pelo crime organizado para uso nada inconfessável. No caso específico da deputada federal citada, por ter sido ela própria que se mostrou atingida, as ligações recebidas por ela (duas) em seu próprio celular nada provam que possa ter sido vítima de um hacker. Para tanto, basta que o(a) proprietário(a) de um celular faça ligações para ele(a) próprio(a) que aparece no visor do aparelho no nome do(a) dono(a) do aparelho e da linha. Ora, seria muita ingenuidade um hacker invadir um celular em busca de informações do(a) proprietário(a) e ele, hacker, ligar para o(a) próprio(a) proprietário(a) do aparelho e conversar com este. Ou seja, o hacker invade o celular e ele próprio se denuncia para o proprietário, deixando o rastro do crime. Não tem sentido! Não tem lógica plausível! Qualquer técnico em informática sabe que essa denúncia não passa de uma “farsa deslavada”, quando se alega que você ligou para si mesmo. É simples: basta testar para comprovar que essa gente tenta vender gato por lebre, algo que você pensa que é uma coisa e na realidade é outra. Para ter certeza dessa convicção, ligue para você mesma e terá no visor do aparelho a prova insofismável da descrição de seu próprio nome. O estranho em tudo isso é que essa gente atingida pelos supostos crimes não envia seus celulares para exame pericial. Faz escândalo, alega a infração, mas não contribui para a investigação”. 

Joice Hasselmann: advogado acha que ela ligou para si própria (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

Serasa federal

O Piauí segue inscrito no CAUC (Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias), uma espécie de SPC-Serasa para Estados e municípios.
Por quatro motivos:  irregularidade com as contribuições para o FGTS; falta de prestação de contas de recursos federais recebidos anteriormente; o não encaminhamento do Relatório Resumido de Execução Orçamentária – RREO e a falta de comprovação da aplicação mínima dos recursos em educação no ano passado.

Caneta cheia 1

Você sabia que o governador Wellington Dias assinou mais projetos de lei que os deputados estaduais nesses últimos sete meses?
O balanço dos seis primeiros meses de trabalho na Assembleia Legislativa do Piauí mostra isso.
Os 30 deputados estaduais propuseram e aprovaram 136 leis ordinárias e uma lei complementar. Isso dá em média um pouco mais que quatro projetos de lei por parlamentar.

Caneta cheia 2

A caneta de Wellington Dias assinou 19 projetos de lei ordinária e dois de lei complementar, totalizando 21 projetos. Sozinho, o governador apresentou mais projetos de lei que qualquer um dos 30 deputados estaduais.

Prego batido

O ex-deputado Robert Rios afirma que já está tudo definido com o PSB, de Wilson Martins. Ele levará o partido para a oposição e será candidato a vice-prefeito na chapa de Dr. Pessoa, que vai se filiar ao MDB.
O ex-governador, Wilson Martins, ainda incerto sobre a aventura, foi mais cautelo e deixou na boca de Robert. Wilson disse ainda que é cedo para discutir formação de chapa, jogando assim água fria no sorriso de Pessoa.

E se for o Satanás?

Segundo Robert, pesou para a sua decisão de romper com Firmino a indefinição sobre o nome a ser lançado. 
“Para pedir meu apoio tem que dizer para quem, eu sei que ele tem um candidato, mas ninguém ainda sabe quem é, e se o candidato dele for o satanás?”, soltou essa.

Aceitou o cargo

O ex-senador João Vicente Claudino (PTB) aceitou o convite do governador Wellington Dias (PT) para gerir o Conselho de Desenvolvimento Econômico. 
Que sequer foi criado. Ou melhor, está só na imaginação do governador que quer todo mundo – a qualquer custo – do seu lado.
Cordeirinhos, of course.

Não gostou

A entrada de JVC no governo, no entanto, não agradou seus aliados mais próximos, como é o caso do senador Elmano Férrer (PODE), que disse que João Vicente se apequena ao aceitar o cargo.
“Ele era para ser governador e não ser secretário ou qualquer outra coisa nesse governo, eu vejo ele se apequenar”
Disse tudo, o veím.

Elizeu Aguiar disputado

Após deixar o PSL, o ex-deputado federal tem sido disputado. Ele iniciou conversas com o MDB e já teve reunião com Jeová Alencar e Doutor Pessoa, dois que nem são filiados, mas já agem como ‘donos do partido”, isso tem causado ciumeira dentro da sigla.
O fato é que Elizeu ainda não disse para onde vai.

Apoio em troca de cargo

A deputada Flora Izabel desistiu de indicar o nome de Joseane Borges para disputar a presidência do diretório estadual do PT. Ela decidiu apoiar 
À reeleição do esquentado Assis Carvalho que vem incendiando a disputa. Em troca do apoio, Flora garantiu assento na diretoria da sigla. Assis ainda enfrente a resistência do vereador Dudu que está com o time em campo.

Ministro em Teresina

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio estará hoje em Teresina para participar do seminário “Investe Turismo”, organizado pelo Sebrae, em parceria com o governo do Estado e o governo federal.
O evento vai acontecer no auditório do Sebrae, na avenida Campos Sales, centro de Teresina.

Esgotamento sanitário

A Águas de Teresina reuniu nesta semana representantes de empresas que fazem serviço de limpa-fossa na capital para uma integração. 
Para ter um controle mais rigoroso do material que será tratado nas suas unidades e garantir a preservação do meio ambiente.

Ping-Pong 
O dia do fim

Em meio à visita do Presidente Lula e de seus ministros aos alagados em Teresina, o jornalista Genésio Araújo, dono do Diário do Maranhão, editado em Timon, se encontra com o coordenador do Fome Zero no Piauí, Simplício Mário.

Genésio: “Simplício, meu filho, eu quero lhe dar os parabéns...”
Simplício: “Mas Genésio, por quê?”
Genésio: “É que você vai ser o futuro prefeito de Piripiri e vai expulsar todos os cornos de lá”. 
Simplício: “Assim eu acabo a cidade”. 
Genésio: “Vai não, eu me mudo pra lá”.

Originalmente publicado em 5 de fevereiro de 2004.

Expressas 

O Aeroporto Senador Petrônio Portella registrou no primeiro semestre de 2019, mais de 583 mil passageiros, entre operações de embarques e desembarques.

O volume é 18% superior ao movimento realizado no mesmo período de 2018, quando foram contabilizados 493,5 mil viajantes.

A segunda edição do Festival The Vejo na Ponte encerra neste domingo (28), com shows de Validuaté, Top Gun, Batuque Elétrico e Janela Lateral. O evento é gratuito e começa às 17h.

A exemplo do ministro Sérgio Moro, recentemente a deputada federal Joyce Hasselmann concedeu entrevista na TV dizendo-se hackeada no seu celular. Na reportagem, mostrou o visor do celular onde constavam duas ligações dela ligando para ela própria. E pediu investigação da polícia entendendo ser crime. Pois bem: o advogado criminalista Miguel Dias Pinheiro parece ter encontrado a solução. O título deste texto é dele. E leia o que Miguel Dias diz desses fatos: “Em informática, hacker, como sabemos, é um indivíduo que se dedica - com intensidade incomum - a conhecer e modificar os aspectos mais internos de dispositivos, programas e redes de computadores, incluindo-se aparelhos e linhas telefônicas. Após as mensagens da Vaza Jato pelo site Intercept Brasil, governistas desencadearam uma orquestrada denunciação de que estão sendo hackeados por criminosos, dando a entender que suas conversas nada republicanas em celulares são manipuladas pelo crime organizado para uso nada inconfessável. No caso específico da deputada federal citada, por ter sido ela própria que se mostrou atingida, as ligações recebidas por ela (duas) em seu próprio celular nada provam que possa ter sido vítima de um hacker. Para tanto, basta que o(a) proprietário(a) de um celular faça ligações para ele(a) próprio(a) que aparece no visor do aparelho no nome do(a) dono(a) do aparelho e da linha. Ora, seria muita ingenuidade um hacker invadir um celular em busca de informações do(a) proprietário(a) e ele, hacker, ligar para o(a) próprio(a) proprietário(a) do aparelho e conversar com este. Ou seja, o hacker invade o celular e ele próprio se denuncia para o proprietário, deixando o rastro do crime. Não tem sentido! Não tem lógica plausível! Qualquer técnico em informática sabe que essa denúncia não passa de uma “farsa deslavada”, quando se alega que você ligou para si mesmo. É simples: basta testar para comprovar que essa gente tenta vender gato por lebre, algo que você pensa que é uma coisa e na realidade é outra. Para ter certeza dessa convicção, ligue para você mesma e terá no visor do aparelho a prova insofismável da descrição de seu próprio nome. O estranho em tudo isso é que essa gente atingida pelos supostos crimes não envia seus celulares para exame pericial. Faz escândalo, alega a infração, mas não contribui para a investigação”. 

Joice Hasselmann: advogado acha que ela ligou para si própria (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

Serasa federal

O Piauí segue inscrito no CAUC (Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias), uma espécie de SPC-Serasa para Estados e municípios.
Por quatro motivos:  irregularidade com as contribuições para o FGTS; falta de prestação de contas de recursos federais recebidos anteriormente; o não encaminhamento do Relatório Resumido de Execução Orçamentária – RREO e a falta de comprovação da aplicação mínima dos recursos em educação no ano passado.

Caneta cheia 1

Você sabia que o governador Wellington Dias assinou mais projetos de lei que os deputados estaduais nesses últimos sete meses?
O balanço dos seis primeiros meses de trabalho na Assembleia Legislativa do Piauí mostra isso.
Os 30 deputados estaduais propuseram e aprovaram 136 leis ordinárias e uma lei complementar. Isso dá em média um pouco mais que quatro projetos de lei por parlamentar.

Caneta cheia 2

A caneta de Wellington Dias assinou 19 projetos de lei ordinária e dois de lei complementar, totalizando 21 projetos. Sozinho, o governador apresentou mais projetos de lei que qualquer um dos 30 deputados estaduais.

Prego batido

O ex-deputado Robert Rios afirma que já está tudo definido com o PSB, de Wilson Martins. Ele levará o partido para a oposição e será candidato a vice-prefeito na chapa de Dr. Pessoa, que vai se filiar ao MDB.
O ex-governador, Wilson Martins, ainda incerto sobre a aventura, foi mais cautelo e deixou na boca de Robert. Wilson disse ainda que é cedo para discutir formação de chapa, jogando assim água fria no sorriso de Pessoa.

E se for o Satanás?

Segundo Robert, pesou para a sua decisão de romper com Firmino a indefinição sobre o nome a ser lançado. 
“Para pedir meu apoio tem que dizer para quem, eu sei que ele tem um candidato, mas ninguém ainda sabe quem é, e se o candidato dele for o satanás?”, soltou essa.

Aceitou o cargo

O ex-senador João Vicente Claudino (PTB) aceitou o convite do governador Wellington Dias (PT) para gerir o Conselho de Desenvolvimento Econômico. 
Que sequer foi criado. Ou melhor, está só na imaginação do governador que quer todo mundo – a qualquer custo – do seu lado.
Cordeirinhos, of course.

Não gostou

A entrada de JVC no governo, no entanto, não agradou seus aliados mais próximos, como é o caso do senador Elmano Férrer (PODE), que disse que João Vicente se apequena ao aceitar o cargo.
“Ele era para ser governador e não ser secretário ou qualquer outra coisa nesse governo, eu vejo ele se apequenar”
Disse tudo, o veím.

Elizeu Aguiar disputado

Após deixar o PSL, o ex-deputado federal tem sido disputado. Ele iniciou conversas com o MDB e já teve reunião com Jeová Alencar e Doutor Pessoa, dois que nem são filiados, mas já agem como ‘donos do partido”, isso tem causado ciumeira dentro da sigla.
O fato é que Elizeu ainda não disse para onde vai.

Apoio em troca de cargo

A deputada Flora Izabel desistiu de indicar o nome de Joseane Borges para disputar a presidência do diretório estadual do PT. Ela decidiu apoiar 
À reeleição do esquentado Assis Carvalho que vem incendiando a disputa. Em troca do apoio, Flora garantiu assento na diretoria da sigla. Assis ainda enfrente a resistência do vereador Dudu que está com o time em campo.

Ministro em Teresina

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio estará hoje em Teresina para participar do seminário “Investe Turismo”, organizado pelo Sebrae, em parceria com o governo do Estado e o governo federal.
O evento vai acontecer no auditório do Sebrae, na avenida Campos Sales, centro de Teresina.

Esgotamento sanitário

A Águas de Teresina reuniu nesta semana representantes de empresas que fazem serviço de limpa-fossa na capital para uma integração. 
Para ter um controle mais rigoroso do material que será tratado nas suas unidades e garantir a preservação do meio ambiente.

Ping-Pong 
O dia do fim

Em meio à visita do Presidente Lula e de seus ministros aos alagados em Teresina, o jornalista Genésio Araújo, dono do Diário do Maranhão, editado em Timon, se encontra com o coordenador do Fome Zero no Piauí, Simplício Mário.

Genésio: “Simplício, meu filho, eu quero lhe dar os parabéns...”
Simplício: “Mas Genésio, por quê?”
Genésio: “É que você vai ser o futuro prefeito de Piripiri e vai expulsar todos os cornos de lá”. 
Simplício: “Assim eu acabo a cidade”. 
Genésio: “Vai não, eu me mudo pra lá”.

Originalmente publicado em 5 de fevereiro de 2004.

Expressas 

O Aeroporto Senador Petrônio Portella registrou no primeiro semestre de 2019, mais de 583 mil passageiros, entre operações de embarques e desembarques.

O volume é 18% superior ao movimento realizado no mesmo período de 2018, quando foram contabilizados 493,5 mil viajantes.

A segunda edição do Festival The Vejo na Ponte encerra neste domingo (28), com shows de Validuaté, Top Gun, Batuque Elétrico e Janela Lateral. O evento é gratuito e começa às 17h.

Estamos sob censura há 140 dias Sem concurso