Publicidade

Bebeu?

Você já xingava o governador Wellington Dias até última geração da família dele por causa das medidas adotadas para o isolamento social, no Piauí? Pois se prepare para, se ainda tiver de reserva, atirar mais alguns xingamentos. Porque o governador está em vias de adotar, já a partir de amanhã, a pior de todas as medidas: ele vai proibir a venda de bebidas alcóolicas, até domingo. Medida amarga, mas ele justifica que é para manter o cidadão em casa, longe do contágio do coronavírus e, igualmente distante de problemas no trânsito. Inexplicavelmente, ainda que haja a redução na circulação de veículos automotores, os hospitais de urgência têm registrado uma negra estatística de casos de acidentados, sobretudo de condutores de motocicletas. É isso que o governo quer evitar nessa luta contra o coronavírus. Além disso, o governador endereçou um ofício ao superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Estado, Stênio Benevides, solicitando o apoio da PRF para a adoção de três medidas a serem adotadas nos dois próximos finais de semana. Até serviços considerados essenciais serão, em parte, fechados, liberados apenas os serviços de saúde, urgência e emergência, supermercados, padarias, postos de combustíveis e borracharias. Casas lotéricas não abrirão e farmácias só as de plantão. O mesmo ofício o governador endereçou ao comando do Exército e à Secretaria de Segurança Pública para que, numa ação conjunta, PRF, Exército e polícia estadual fechem as divisas do Piauí para o controle da entrada e saída de pessoas. Também serão interrompidos os serviços de transportes interurbanos e, em parceria com as maiores cidades (Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano) será implantado rodízio de veículos. Por exemplo: carros de placas finais 0,2,4,6 e 8 só poderão circular em dias pares e os de finais 1,3, 5, 7 e 9 só circularão nos outros dias. As medidas de distanciamento social adotadas tanto no âmbito do governo como da prefeitura de Teresina tem provocado reações, notadamente das forças produtivas, quanto ao fechamento do setor comercial. Mas não há negar, os dois gestores seguem orientação técnica da OMS na busca do controle do vírus e na tentativa de salvação de vidas, ainda que arriscando sua popularidade. O pior ainda está por vir.


Ministra Damares Alves vai a Floriano para saber como a cloroquina está salvando vítimas do coronavírus (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)

Compras abusivas

Dizem que em Teresina o filho de um ex-secretário de saúde é o maior fornecedor de EPIs do Piauí, disponibilizando luvas, máscaras e até testes rápidos, a preços que variam de competitivos a estratosféricos.
Quando se trata de prefeituras e órgãos públicos.

Compras abusivas 2

Se o exemplo vem de cima, também se diz em Brasília que o irmão do médico pessoal do presidente Bolsonaro tem estoque de mais de 200 mil testes rápidos, trazidos da Ásia em containers fechados, vendendo para todo o Brasil.

Compras abusivas 3

Isto é a prova viva de que o vencedor é quem tem informação e dinheiro, que banca a informação privilegiada, que é obtida nas cercanias do poder.

Noé Fortes

Faleceu ontem, o médico e professor Noé Fortes. Submetido a uma cirurgia para resolver problema gastrointestinal, Noé não resistiu, após o procedimento cirúrgico.
Casado com Dona Teresinha, também médica, Noé Fortes deixa a medicina e, de resto, Teresina de luto.

Mamãe Noel

Morreu, também ontem, Lusineide Jales, a famosa Mamãe Noel.
Dona Neide, como era chamada na intimidade, transformou sua casa, no bairro aeroporto, por muitos anos, em presépio natalino, fazendo ela própria o papel de Mamãe Noel.

Bolsonaro vem a Floriano

Aqui no Piauí as autoridades do governo estadual e da prefeitura, fizeram ouvidos de mercador para os apelos de prescrever a cloroquina como estão fazendo no hospital Tibério Nunes, em Floriano.
Mas não é o que se ouviu em Brasília. Não só o presidente Jair Bolsonaro já anunciou que quer ir a Floriano como a sua ministra Damares deve estar baixando lá nessa quinta-feira.

Tem dado certo

Como  a maioria da medicina não dá ouvidos ao presidente quanto ao uso da cloroquina, Bolsonaro quer anunciar ao mundo que o hospital de Floriano está no caminho certo, prescrevendo aos pacientes o bendito medicamento.
Pior é que, segundo a propaganda, tem dado certo.

Ranking

A Secretaria de Saúde anunciou ontem a 60ª morte por coronavírus. Oito mortes nas últimas 24 horas.
Para o piauiense esse pode ser um número alarmante, mas comparado aos demais Estados – notadamente os vizinhos Maranhão e Ceará – o Piauí está em situação de certa forma confortável.
Proporcionalmente, seja em relação à sua população, seja em relação aos índices dos demais Estados, o Piauí tem poucos óbitos.

O número 5

Finalmente se divulgou o resultado dos testes para coronavírus do presidente Jair Bolsonaro. Deu negativo, pois.
Só não se entendeu que em três testes, todos foram feitos em  nomes de terceiros.
Sem falar que um deles era de um certo número 5.

A filha caçula

Na linguagem que o próprio presidente da República adotou para nominar – e identificar – os seus filhos, o numero 5, da família, seria a filha caçula.

Decreto mantido

A ministra Rosa Weber manteve a decisão da juíza Ana Vitória, de Parnaíba, que derrubou o decreto do prefeito Mão Santa, que flexibiliza o comércio local.
Pela decisão da ministra é para tudo continuar fechado.

Mas quem fiscaliza?

Mas isso é ilusão porque a justiça que determinou o fechamento não tem estrutura para fiscalizar e a prefeitura de Parnaíba, a quem caberia vigiar e punir os infratores, é quem tem interesse em escancarar as portas das empresas comerciais.
As pessoas andam em Parnaíba atropelando umas às outras.

Contas sem jeito

Com as contas referentes ao exercício de 2016 reprovadas pelo TCE, o ex-prefeito de Barras, Edilson Capote, vai tentar hoje, no plenário do tribunal, jogar o barro contra a parede.
Ele quer que os conselheiros apreciem pedido de reconsideração, mesmo tendo apresentado recurso fora do prazo.
Fica vermelha, cara sem-vergonha!

Eu indico!

O Centrão, corporificado nos chefões Ciro Nogueira, Roberto Jefferson, Waldemar e Artur Lira, já deu sinal a Bolsonaro de que gostaria de influenciar nas indicações na Polícia Federal.
Até ontem, nenhum policial apareceu para dizer que faz parte da polícia do Estado e não de organização criminosa.  

Contágio

Lamentável, até ontem se registraram 41 casos de contaminação de profissionais da saúde pelo coronavírus.
E a gritaria na categoria é uma só: os materiais de EPI são de terceira categoria, não os protege de nada.
Acaba, não mundão!

Lá vem!

Não vai demorar a nova visita do ‘japonês da federal’ ao Piauí. E, desta vez, será em degraus bem superiores aos de municípios.
A operação a ser deflagrada em cima de supostos superfaturamento de materiais de combate ao coronavírus é de deixar secretário estadual, deputado e empresários de cabelos arrepiados.

Ping-Pong
A foto e o chapéu

Eleições de 2012. Em Oeiras, o vereador Miguel Ângelo recebe a visita de um eleitor, que acaba de votar. E o vereador desconfia da visita.

O eleitor: “Doutor, acabei de votar no senhor...”
Miguel: “E como estava o meu chapéu na foto? Mais para a direita ou mais para a esquerda?”
O eleitor: “Doutor, tava normal...”
Miguel: “Cabra, eu simplesmente não tava de chapéu!”

Expressas

O número de casos confirmados do novo Coronavírus em Teresina cresceu 104,59% em apenas 10 dias. A elevação no número de casos reflete diretamente o afrouxamento do distanciamento social em toda a cidade.

A Câmara de Vereadores de Teresina aprovou o empréstimo da prefeitura de Teresina no valor de R$ 36 milhões de euros, convertido em real, mais de R$ 230 milhões.

O valor será investido em melhorias no saneamento básico; mobilidade urbana; requalificação habitacional; equipamentos para a proteção da inovação; áreas verdes e outras.

Você já xingava o governador Wellington Dias até última geração da família dele por causa das medidas adotadas para o isolamento social, no Piauí? Pois se prepare para, se ainda tiver de reserva, atirar mais alguns xingamentos. Porque o governador está em vias de adotar, já a partir de amanhã, a pior de todas as medidas: ele vai proibir a venda de bebidas alcóolicas, até domingo. Medida amarga, mas ele justifica que é para manter o cidadão em casa, longe do contágio do coronavírus e, igualmente distante de problemas no trânsito. Inexplicavelmente, ainda que haja a redução na circulação de veículos automotores, os hospitais de urgência têm registrado uma negra estatística de casos de acidentados, sobretudo de condutores de motocicletas. É isso que o governo quer evitar nessa luta contra o coronavírus. Além disso, o governador endereçou um ofício ao superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Estado, Stênio Benevides, solicitando o apoio da PRF para a adoção de três medidas a serem adotadas nos dois próximos finais de semana. Até serviços considerados essenciais serão, em parte, fechados, liberados apenas os serviços de saúde, urgência e emergência, supermercados, padarias, postos de combustíveis e borracharias. Casas lotéricas não abrirão e farmácias só as de plantão. O mesmo ofício o governador endereçou ao comando do Exército e à Secretaria de Segurança Pública para que, numa ação conjunta, PRF, Exército e polícia estadual fechem as divisas do Piauí para o controle da entrada e saída de pessoas. Também serão interrompidos os serviços de transportes interurbanos e, em parceria com as maiores cidades (Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano) será implantado rodízio de veículos. Por exemplo: carros de placas finais 0,2,4,6 e 8 só poderão circular em dias pares e os de finais 1,3, 5, 7 e 9 só circularão nos outros dias. As medidas de distanciamento social adotadas tanto no âmbito do governo como da prefeitura de Teresina tem provocado reações, notadamente das forças produtivas, quanto ao fechamento do setor comercial. Mas não há negar, os dois gestores seguem orientação técnica da OMS na busca do controle do vírus e na tentativa de salvação de vidas, ainda que arriscando sua popularidade. O pior ainda está por vir.


Ministra Damares Alves vai a Floriano para saber como a cloroquina está salvando vítimas do coronavírus (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)

Compras abusivas

Dizem que em Teresina o filho de um ex-secretário de saúde é o maior fornecedor de EPIs do Piauí, disponibilizando luvas, máscaras e até testes rápidos, a preços que variam de competitivos a estratosféricos.
Quando se trata de prefeituras e órgãos públicos.

Compras abusivas 2

Se o exemplo vem de cima, também se diz em Brasília que o irmão do médico pessoal do presidente Bolsonaro tem estoque de mais de 200 mil testes rápidos, trazidos da Ásia em containers fechados, vendendo para todo o Brasil.

Compras abusivas 3

Isto é a prova viva de que o vencedor é quem tem informação e dinheiro, que banca a informação privilegiada, que é obtida nas cercanias do poder.

Noé Fortes

Faleceu ontem, o médico e professor Noé Fortes. Submetido a uma cirurgia para resolver problema gastrointestinal, Noé não resistiu, após o procedimento cirúrgico.
Casado com Dona Teresinha, também médica, Noé Fortes deixa a medicina e, de resto, Teresina de luto.

Mamãe Noel

Morreu, também ontem, Lusineide Jales, a famosa Mamãe Noel.
Dona Neide, como era chamada na intimidade, transformou sua casa, no bairro aeroporto, por muitos anos, em presépio natalino, fazendo ela própria o papel de Mamãe Noel.

Bolsonaro vem a Floriano

Aqui no Piauí as autoridades do governo estadual e da prefeitura, fizeram ouvidos de mercador para os apelos de prescrever a cloroquina como estão fazendo no hospital Tibério Nunes, em Floriano.
Mas não é o que se ouviu em Brasília. Não só o presidente Jair Bolsonaro já anunciou que quer ir a Floriano como a sua ministra Damares deve estar baixando lá nessa quinta-feira.

Tem dado certo

Como  a maioria da medicina não dá ouvidos ao presidente quanto ao uso da cloroquina, Bolsonaro quer anunciar ao mundo que o hospital de Floriano está no caminho certo, prescrevendo aos pacientes o bendito medicamento.
Pior é que, segundo a propaganda, tem dado certo.

Ranking

A Secretaria de Saúde anunciou ontem a 60ª morte por coronavírus. Oito mortes nas últimas 24 horas.
Para o piauiense esse pode ser um número alarmante, mas comparado aos demais Estados – notadamente os vizinhos Maranhão e Ceará – o Piauí está em situação de certa forma confortável.
Proporcionalmente, seja em relação à sua população, seja em relação aos índices dos demais Estados, o Piauí tem poucos óbitos.

O número 5

Finalmente se divulgou o resultado dos testes para coronavírus do presidente Jair Bolsonaro. Deu negativo, pois.
Só não se entendeu que em três testes, todos foram feitos em  nomes de terceiros.
Sem falar que um deles era de um certo número 5.

A filha caçula

Na linguagem que o próprio presidente da República adotou para nominar – e identificar – os seus filhos, o numero 5, da família, seria a filha caçula.

Decreto mantido

A ministra Rosa Weber manteve a decisão da juíza Ana Vitória, de Parnaíba, que derrubou o decreto do prefeito Mão Santa, que flexibiliza o comércio local.
Pela decisão da ministra é para tudo continuar fechado.

Mas quem fiscaliza?

Mas isso é ilusão porque a justiça que determinou o fechamento não tem estrutura para fiscalizar e a prefeitura de Parnaíba, a quem caberia vigiar e punir os infratores, é quem tem interesse em escancarar as portas das empresas comerciais.
As pessoas andam em Parnaíba atropelando umas às outras.

Contas sem jeito

Com as contas referentes ao exercício de 2016 reprovadas pelo TCE, o ex-prefeito de Barras, Edilson Capote, vai tentar hoje, no plenário do tribunal, jogar o barro contra a parede.
Ele quer que os conselheiros apreciem pedido de reconsideração, mesmo tendo apresentado recurso fora do prazo.
Fica vermelha, cara sem-vergonha!

Eu indico!

O Centrão, corporificado nos chefões Ciro Nogueira, Roberto Jefferson, Waldemar e Artur Lira, já deu sinal a Bolsonaro de que gostaria de influenciar nas indicações na Polícia Federal.
Até ontem, nenhum policial apareceu para dizer que faz parte da polícia do Estado e não de organização criminosa.  

Contágio

Lamentável, até ontem se registraram 41 casos de contaminação de profissionais da saúde pelo coronavírus.
E a gritaria na categoria é uma só: os materiais de EPI são de terceira categoria, não os protege de nada.
Acaba, não mundão!

Lá vem!

Não vai demorar a nova visita do ‘japonês da federal’ ao Piauí. E, desta vez, será em degraus bem superiores aos de municípios.
A operação a ser deflagrada em cima de supostos superfaturamento de materiais de combate ao coronavírus é de deixar secretário estadual, deputado e empresários de cabelos arrepiados.

Ping-Pong
A foto e o chapéu

Eleições de 2012. Em Oeiras, o vereador Miguel Ângelo recebe a visita de um eleitor, que acaba de votar. E o vereador desconfia da visita.

O eleitor: “Doutor, acabei de votar no senhor...”
Miguel: “E como estava o meu chapéu na foto? Mais para a direita ou mais para a esquerda?”
O eleitor: “Doutor, tava normal...”
Miguel: “Cabra, eu simplesmente não tava de chapéu!”

Expressas

O número de casos confirmados do novo Coronavírus em Teresina cresceu 104,59% em apenas 10 dias. A elevação no número de casos reflete diretamente o afrouxamento do distanciamento social em toda a cidade.

A Câmara de Vereadores de Teresina aprovou o empréstimo da prefeitura de Teresina no valor de R$ 36 milhões de euros, convertido em real, mais de R$ 230 milhões.

O valor será investido em melhorias no saneamento básico; mobilidade urbana; requalificação habitacional; equipamentos para a proteção da inovação; áreas verdes e outras.

Há luz no fim do túnel Mercadores da morte?